Jaboticaba

Jaboticaba-RS
banner

Bem-vindo a Jaboticaba!

banner

Aqui você vai encontrar excelentes opções de pousadas em Jaboticaba, informações atualizadas sobre a cidade Jaboticaba, incluindo fotos enviadas por internautas e os melhores hotéis de Jaboticaba.

A cidade de Jaboticaba, localizada no estado de Rio Grande do Sul (RS), foi fundada no ano de 1989. A localidade está em uma altitude de 561m em relação ao nível do mar, e possui uma população estimada em 4.436 habitantes. A área total de Jaboticaba é de 128,8km², e sua densidade demográfica é de 34,44hab/km² (habitantes por km²). O CEP da região de Jaboticaba-RS é 98350-000. Caso você possua informações atualizadas, utilize a área de comentário logo acima para nos enviar a atualização.

Informações de Jaboticaba

Roteiros do Brasil

Região Hidrominerais

Microrregião Águas e Pedras Preciosas

 

hspace=0 HISTÓRIA DA CIDADE

Seu primeiro nome foi Campinas, mais tarde passou a chamar-se Jaboticaba. Foi por longos anos distrito de Palmeira das Missões. Emancipou-se em 30 de novembro de 1988.
Seu primeiros habitantes eram de origem italiana, porém hoje há uma grande miscigenação das raças.
O município é essencialmente agrícola, predominando as lavouras de soja, milho, feijão, trigo,e outras culturas, sendo muito desenvolvida sua bacia leiteira.

Gentílico

 

Significado do Nome

Em virtude de ter sido encontrado pelos primeiros habitantes um grande quantidade de árvores denominadas jaboticabeiras.

Aniversário da Cidade

30 de Novembro

hspace=0 CARACTERÍSTICAS

Clima

Subtropical

Temperatura Média

25º C 

hspace=0 COMO CHEGAR

Localização

Noroeste Rio-Grandense

Limites

 

Acesso Rodoviário

BR 158/386, RS 323

Distâncias

398 Km da Capital

hspace=0 TURISMO

Principais Pontos Turísticos

Gruta N. Sra. de Lourdes

Distante 2 km da sede do município, na Vila Trentin. È considerada uma das mais belas da região.

Estação Ferroviária
   
V. F. Rio Grande do Sul (1969-1975)
RFFSA (1975-1996)
SÃO LUIZ
Município de Jaboticaba, RS
Ramal de Bento Gonçalves - km    RS-3036
Inauguração: c. 1970 
Uso atual: n/d   com trilhos
Data de construção do prédio atual: c. 1970 
 
Histórico da Linha: O ramal foi construído a partir da estação de Carlos Barbosa, na linha Porto Alegre-Caxias, pelo Governo do Estado em 1918, até Garibaldi, e até 1919, até Bento Gonçalves. Nos anos 1970, o ramal foi estendido até a estação de Jaboticaba, construída no Tronco Principal Sul (Lages-Vacaria-Roca Sales). Os trens de passageiros operaram até cerca de 1976 no trecho original, e alguns anos mais tarde uma empresa de turismo passou a fazer o trecho entre Bento Gonçalves e Jaboticaba com locomotivas a vapor, mas nos anos 1990 esses trens passaram a seguir apenas de Bento Gonçalves até Carlos Barbosa, como no ramal original. O restante do trecho foi abandonado até para cargas. 
 
A Estação: A estação de São Luiz foi inaugurada provavelmente em 1969, quando o ramal foi estendido de Bento Gonçalves até Jaboticaba. Fica no alto do morro, depois que o ramal sai da estação de Jaboticaba e depois de subir dando voltas e passando por dois túneis, alcança a estação. É uma pena que o Trem da Uva (ex- Trem do Vinho) circule entre Bento Gonçalves e Carlos Barbosa, em uma linha absolutamente sem graça. Entre Bento Gonçalves e Jaboticaba há um desnível de 540 metros em um desenvolvimento de 58 quilômetros. É uma linha belíssima com vários túneis e viadutos, correndo ora entre matas, ora entre videiras. Nestes 58 quilômetros há quatro estações que não são citadas em nenhum relatório da RFF. São elas, partindo de Jaboticaba: Quilômetro 2, São Luiz, Veríssimo de Matos, São Valentim e Bento Gonçalves. O trecho entre Jaboticaba e São Luiz é um capítulo a parte. Se eu fosse ferromodelista teria modelado este trecho. Na saída de Jaboticaba em direção ao Norte há um túnel duplo, com o Tronco Principal Sul e o ramal de Bento no mesmo túnel. No meio, este túnel se bifurca, sendo que o do TPS segue em frente (em direção a Vacaria e Lages). Ao sair do túnel cruza imediatamente o Rio das Antas. Já o túnel do ramal de Bento faz uma curva à direita. A linha contorna duas vezes o morro de Jaboticaba e chega a estação de São Luís. Esta estação está a apenas uns 300 metros da de Jaboticaba mas a uns 100 metros mais alta. A serra é tão íngreme que o trem de passageiros só descia com a locomotiva a vapor. Na volta ele vinha vazio e tracionado por uma diesel.

Estação Ferroviária II

Viação Férrea do Rio Grande do Sul (1967-1975)
RFFSA (1975-1996) 
JABOTICABA
Município de Jaboticaba, RS
Tronco Principal Sul - km 154,480 (1990)   RS-2211
Inauguração: 09.03.1967
Uso atual: moradia   com trilhos 
Data de construção do prédio atual: 1967 
 
Histórico da Linha: O Tronco Principal Sul, em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul, foi entregue em partes: entre os anos de 1963 e 1965, uniu as cidades de Mafra e Lajes - daí o nome da linha Mafra-Lajes, e foi construída pelos 2o Batalhão Ferroviário. Esse trecho transportou passageiros até 1978. Entre os anos de 1967 e 1969, foram entregues os trechos ligando Lajes a Roca Salles, no RS, mas este sem o transporte de passageiros. O trecho entre as estações de General Luz e Roca Salles foi aberto aos poucos durante os anos 1960, como continuação do Tronco Principal Sul. Também passaram trens de passageiros entre Montenegro-Nova e General Luz, e mesmo assim, apenas até por volta de 1978. Hoje pela linha trafegam os cargueiros da ALL, que assumiu como concessionária as linhas do Rio Grande do Sul em 1996. Unido às linhas que vinham de Itapeva, em SP, via Pinhalzinho e Ponta Grossa, entregues na primeira metade dos anos 1970, essa linha toda ficou conhecida como Tronco Principal Sul e com isso praticamente toda a antiga linha Itararé-Uruguai da RVPSC acabou por ser desativada. 
 
A Estação: A estação de Jaboticaba foi inaugurada em 1967 e passou a ser o entroncamento entre a linha Mafra-Lages-General Luz (Tronco Principal Sul) e o ramal de Bento Gonçalves, bem mais antigo e aberto em 1919, ligando Bento Gonçalves a Carlos Barbosa, na linha Porto Alegre-Caxias do Sul. Na verdade, a data de sua inauguração oficial eu apenas presumi ser a mesma da inauguração do trecho que ligava a antiga estação de Rio das Antas (Jaboticaba) com Vacaria; na verdade, o trecho de Bento Gonçalves ao rio das Antas estava pronto desde 1951, mas, sem importância estratégica, seguindo para o nada, onde não havia ainda o projetado Tronco Sul, ficou abandonado*. (*Livro Primeiro Batalhão Ferroviário Benjamin Constant - 142 anos de História, por Emanuel Marcos Cruz e Prado) Em 1978, havia um trem turístico chamado de Trem da Uva, que fazia o percurso Jaboticabal-Bento Gonçalves, ida e volta. Segundo Coaraci Camargo, o trajeto da linha após passar pela estação de Jaboticaba é extremamente curioso: vinda de Roca Salles e acompanhando o rio das Antas, a linha passa pela estação, estando esta ao lado do rio e, logo em seguida, no ponto em que o morro da Jaboticaba encontra com as margens do rio numa curva deste, entra por um túnel, onde, dentro dele, se bifurca, saindo dele duas linhas: a que imediatamente cruza o rio por uma ponte, no sentido de Vacaria, e a que sai do outro lado do morro, circunda-o em parte, entra por outro túnel, sai e sobre o morro em curva, para sair no sentido de Bento Gonçalves com um desnível de cerca de 300 metros em relação à entrada da linha no primeiro túnel. Entre a estação de Jaboticaba e a de Bento Gonçalves há cerca de 48 km de linha, que, por não estar sendo utilizada há anos, está sem condições imediatas para aproveitamento pela concessionária Giordani Turismo, que conseguiu em 2004 a concessão para explorar turisticamente também o trecho - há cerca de 10 anos que ela explora o ramal original. Para que se tenha uma idéia, um dos túneis abandonados é explorado por empresas de trilhas, que entram nele sem lanternas e, na saída, praticam rapel no viaduto da linha. A estação tem hoje (2006) cinco desvios além da linha principal e da saída do ramal, e está servindo como moradia, depois de ter ficado abandonada por um bom tempo.
 

hspace=0 EVENTOS

 

hspace=0 Informações Úteis

Prefeitura Municipal de Jaboticaba

hspace=0 [email protected].org.br

hspace=0 Fone: (55) 3743-1122 - Fax: (55) 3743-1033

Serviço de Informação ao Turista: Fone: (55) 3743-1033

hspace=0

hspace=0

hspace=0 Hospital - Fone: (55) 3743-1144

hspace=0

hspace=0 Rodoviária - Fone: (55) 3743-1115

 

Créditos

Informações e fotos

Sites:  www.estacoesferroviarias.com.br

Comentários de Jaboticaba

VOU MORRAR EM JABOTICABA PODE ME FORNECER INFORMAÇÃO LOCAL PARA ESTADIA? CASA HOTEL OU POUSADA? OBRIGADA
Por: SIMONE

Conheço esta cidade. Estudei lá até a 8ª série, mas o local mais lindo é a Gruta localizada no Distrito Trentin. Visite e conheça este ponto turístico.
Por: Inez Trentin Zandoná

ADORO A CIDADE MINHA VOVO MORA NA LINHA COKEIRO
Por: GABRIELI BARBIERI

Oi. Eu adoro jaboticaba pois minha familia morra ai.sempre k posso estou ai.
Por: lu

0
hotéis, pousadas e serviços encontrados em Jaboticaba
Fundação:
1989
Altitude:
561m
População:
4.436 habitantes
Área:
128,8km²
Densidade Demográfica:
34,44hab/km²
CEP:
98350-000

Envie seu comentário sobre Jaboticaba