Duque de Caxias

Duque de Caxias-RJ

Bem-vindo a Duque de Caxias!

Aqui você vai encontrar excelentes opções de pousadas em Duque de Caxias, informações atualizadas sobre a cidade Duque de Caxias, incluindo fotos enviadas por internautas e os melhores hotéis de Duque de Caxias.

A cidade de Duque de Caxias, localizada no estado de Rio de Janeiro (RJ), foi fundada no ano de 1943. A localidade está em uma altitude de 19m em relação ao nível do mar, e possui uma população estimada em 746.758 habitantes. A área total de Duque de Caxias é de 465,7km², e sua densidade demográfica é de 1.603,52hab/km² (habitantes por km²). O CEP da região de Duque de Caxias-RJ é 25000-000. Caso você possua informações atualizadas, utilize a área de comentário logo acima para nos enviar a atualização.

Informações de Duque de Caxias

Roteiros do Brasil

Região Baixada Fluminense

 

hspace=0 HISTÓRIA DA CIDADE

O povoamento da região hoje ocupada por Duque de Caxias começou em uma área doada por Estácio de Sá em 1565 a vários sesmeiros, dentre os quais encontrava-se
Cristóvão Monteiro, beneficiado com uma expressiva faixa de terra às margens do rio Iguaçu. O local hoje é conhecido como núcleo colonial São Bento, tombado pelo
patrimônio histórico da união e mantido pela diocese de Duque de Caxias e São João de Meriti.
Por volta de 1610 foi erguida foi erguida a igreja de Nossa Senhora das Neves, consideirada capela curada da freguesia. Já no século XVIII, foi construída a igreja de
Nossa Senhora do Pilar, embarcadouro responsável por receber e transportar para o porto do Rio de Janeiro, na praça XV, o ouro e as pedras preciosas de Minas Gerais.
Esse carregamento chegava a região no lombo de burro através do caminho novo. Dele ainda resta um trecho que liga Pilar a Xerém, rebatizada como Estrada Dona Tereza
Cristina.
A região de Caxias era grande produtora de açúcar e cachaça. Chegou a dispor de 14 embarcadouros, inclusive no Rio Sarapuí, que dava acesso à residência de Dona Domitila
Castro, a marquesa de Santos, local hoje denominado Vila São José.Mas com o fim da escravidão, que provocou a derrocada da economia agrária, as terrasforam
abandonadas pelos colonizadores e só voltaram a serem ocupadas no meio do século XX.
Com a chegada da estrada de ferro, em 1886, ligando a estação de Meriti à cidade do Rio de Janeiro, os rios deixaram de ser utilizados, tendo como consequência o abandono
da Baixada. Com a falta de saneamento básico, a região só veio a ser abastecida de água.

Significado do Nome

A cidade deve seu nome ao patrono do Exército Brasileiro, Luís Alves de Lima e Silva, o Duque de Caxias, nascido na região em 1803.

Aniversário da Cidade


Gentílico

caxiense ou duquecaxiense

População

855.046 habitantes

hspace=0 CARACTERÍSTICAS

Os principais segmentos industriais são: químico, petroquímico, metarlúgico, gás, plástico, mobiliário, têxtil e vestuário.

Clima 

Tropical

Temperatura Média


hspace=0 COMO CHEGAR

Saindo do Rio de Janeiro 
Seguir pela Linha Vermelha até a saída para a Rod. Washington Luís, ou Rio - Juiz de Fora (BR-040) e seguir as placas que indicam o centro do município de Duque de Caxias.

Localização

Metropolitana do Rio de Janeiro

Limites

Belford Roxo, Rio de Janeiro, Magé, Miguel Pereira, Nova Iguaçu, Petrópolis e São João de Meriti.

Acesso Rodoviário

Avenida Presidente Kennedy - BR-040 - Rio-Teresópolis

Distâncias:

Da Capital:

17 km

Outras:

hspace=0 TURISMO:

Resumo:

Principais Pontos Turísticos

Parque Municipal da Taquara 

End: .. - ... 
Tel: 21- 2699-4426 / 2699-4070 
Informações na Secretaria de Meio Ambiente

Estação Ferroviária

E. F. Norte (1886-1888)
R. J. Northern Railway (1888-1890)
E. F. Leopoldina (1890-1975)
RFFSA(1975-1996)
Supervias (1996-2006)
DUQUE DE CAXIAS
(antiga MERITI e CAXIAS)
Município de Duque de Caxias, RJ
Linha do Norte - km 19,176 (1960)   RJ-1937
Inauguração: 23.04.1886
Uso atual: estação de trens metropolitanos   com trilhos
Data de construção do prédio atual: 1970 
 
HISTÓRICO DA LINHA: A linha que unia o centro do Rio de Janeiro a Petrópolis e Três Rios foi construída por empresas diferentes em tempos diferentes. Uma pequena parte dela é a mais antiga do Brasil, construída pelo Barão de Mauá em 1854 e que unia o porto de Mauá (Guia de Pacobaíba) à estação de Raiz da Serra (Vila Inhomerim). O trecho entre esta última e a estação de Piabetá foi incorporada pela E. F. Príncipe do Grão Pará, que construiu o prolongamento até Petrópolis e Areal entre os anos de 1883 e 1886. Finalmente a estação de Areal foi unida à de Três Rios em 1900, já pela Leopoldina. Finalmente, o trecho entre o a estação de São Francisco Xavier, na Central do Brasil, e Piabetá foi entregue entre 1886 e 1888 pela chamada E. F. Norte, que neste último ano foi comprada pela R. J. Northern Railway. Finalmente, em 1890, a linha toda passou para o controle da Leopoldina. Em 1926 a linha foi estendida finalmente até a estação de Barão de Mauá, aberta nesse ano, eliminando-se a baldeação em São Francisco Xavier. O trecho entre Vila Inhomerim e Três Rios foi suprimido em 5 de novembro de 1964. Segue operando para trens metropolitanos todo o trecho entre o centro do Rio de Janeiro e Vila Inhomerim. 
 
A ESTAÇÃO: A 28 de fevereiro de 1884 iniciou-se o trabalho para assentamento dos trilhos, o que levaria dois anos, até sua chegada em Meriti, em 23 de abril de 1886. Partindo da sua estação inicial em São Francisco Xavier, seguia em direção às outras: Triagem, Bonsucesso, Penha e Meriti. Os outros pontos do percurso eram simples paradas: Benfica, Amorim, Ramos, Olaria, Brás de Pina, Cordovil e Vigário Geral. Antes de 1897, quatro trens trafegavam diariamente, na única linha que até então existia, com desvios: em Bonsucesso, Penha e na Parada de Lucas. Em Meriti, as obras da construção da ferrovia exigiram extensos aterros, dificultando a drenagem de uma região pantanosa, onde florescia a taboa, fonte de renda de uma população escassa que se limitava a extraí-la para confecção de esteira e lenha para fabricação de carvão, transportando-os para a capital, aproveitando o deslocamento rápido da nova ferrovia. Os trabalhos continuaram com a extensão da ferrovia até o entroncamento da sua linha em Vila Inhomerim, principal tronco para a subida da serra em conjunto com a Companhia Estrada de Ferro Príncipe do Grão Pará, que partia do Porto de Mauá até sua chegada em Petrópolis. Em 1911, já funcionavam as estações de Gramacho, São Bento, Campos Elíseos, Primavera, Saracuruna e Parada Angélica. O nome de Merity continuava denominando a estação local, apesar da população passar a chamar-lhe Duque de Caxias, por haver sido descoberto esta região, o local de nascimento do herói nacional, localizado na fazenda São Paulo, bairro da Taquara, e seu novo nome ter sido oficializado. Liderado pelo Dr. Manoel Reis, influente político em Iguassú, município ao qual pertencia Merity, foi feito em 1932 um abaixo-assinado ao então interventor do estado Dr. Plínio Casado, pedindo a troca das tabuletas da antiga estação. O Correio de Iguassú, vanguardeiro das grandes causas, assim registrou o evento no dia 22 de maio de 1932. Apesar de oficializada a nova designação, o nome de Merity continuava no alto da Estação local, causando a mais justa estranheza. Procurando corrigir essa verdadeira anomalia, o Sr. Jayme Fischer Gambôa entrou em entendimento com os diretores da Companhia, não lhe sendo difícil conseguir aquiescência imediata para a mudança da referida tabuleta. O jubilo do povo Ao meio-dia de domingo, chegava a Caxias o Sr. Interventor do município, ali aguardado pelos Srs. Horacio Soares, muito digno inspetor geral do tráfego da Leopoldina Railway, o Sr. Jaime Fischer Gambôa, representando o Dr. Manoel Reis, muitas senhoras, e senhoritas, representantes do povo e pessoas gradas. Uma girândola de morteiros atroou ao ar à chegada do Dr. Arruda, fazendo ouvir a banda de música caxiense. Ao ser descoberta a nova tabuleta com o nome de Caxias, tomou a palavra o Sr. Jayme Fischer Gambôa, que produziu o seguinte discurso, sendo aplaudidíssimo: Meus senhores: Reunidos nesta pequena festividade, os habitantes de Caxias vêm prestar seu preito de gratidão à Companhia Leopoldina, pela maneira gentil porque atendeu a solicitação para mudança da antiga denominação de nossa estação.

hspace=0 EVENTOS:

Calendário de Janeiro a Dezembro:

 Abril

30 - Dia da Baixada Fluminense

 Junho

13 - Padroeiro da cidade (Santo Antônio)

 Agosto

25 - Patrono da cidade (Luís Alves de Lima e Silva)

 Dezembro

31 - Emancipação de Duque de Caxias

hspace=0 INFORMAÇÕES ÚTEIS:

PREFEITURA MUNICIPAL DE DUQUE DE CAXIAS

E-mail:

Telefones: (21) 2773-6200

Sites: http://www.duquedecaxias.rj.gov.br/

SUB-PREFEITURA:

E-mail:

Telefone:

INFORMAÇÕES AO TURISTA:

Terminal Rodoviário Novo Rio:

Av. Francisco Bicalho, 01 - Santo Cristo
Telefone: (21) 3213-1800
Rio de Janeiro-RJ
Funcionamento 24 horas  

ENDEREÇO DO SITE OU PORTAL DA LOCALIDADE:

E-mail:

Telefone:

CARTÓRIOS: CIVIL, IMÓVEIS, TÍTULOS E DOCUMENTOS, OUTROS:

CARTORIO E REGISTRO CIVIL DE DUQUE DE CAXIAS:

E-mail:

Telefones: (21) 2772-2754 / 2708

Sites: http://cartoriosbr.com.br/

CARTÓRIO ELEITORAL:

E-mail:

Telefone:

OUTRAS INFORMAÇÕES DE TELEFONES E E-MAILS:

HOSPITAIS:

CORPO DE BOMBEIROS: 193

DELEGACIA DE POLÍCIA:

OUTROS:

E-mails e telefones:

Sites: http://pt.wikipedia.org

PESSOAS ILUSTRES NASCIDAS NA LOCALIDADE:

 

OUTRAS INFORMAÇÕES ÚTEIS DA LOCALIDADE:

Comentários de Duque de Caxias

fui criado em Duque de Caxias,e gosto muito do lugar!!!hoje moro em Fortaleza-Ce.
Por: marcos ramos

é uma potencia do rio de janeiro !! deveria ser a capital carioca!!!!
Por: edson

para mim duque de caxias e melhor cidade do rio de janeiro
Por: maria dasdores

nao ainda visitei duque de caxias mais tenho muita voltade
Por: maria dasdores

fui criada nessa redondeza , adoro tudo por la hj moro em são paulo mas sempre que posso vou pra la é um lugar maravilhoso !!!!
Por: Renata oliveira

a verdadeira cidade maravilhosa e aqui em duque de caxias ai love cx
Por: antonia

Registrei meu filho neste catório . Lugar bom de se morar .
Por: Leonardo da Silva Zollner

Prezados conterranios bom dia. Aqui é o Zé Fer reira, filho de Pesqueira, que já mais esquese este lugar. Em Pesqueira fui coroinha na Catedral, e no convento,fui Seminarista, juntamente com Aurelio Bomfim,Eronilde Galindo, e outros mais. Eu não demorei no Seminario. Me lembro da turma antiga que tinha lá,que era o Padre Augusto de Carvalho o reitotor, o Gui lherme que já estava para se ordenar, o Zé Cordeiro, o Zé Aragão.Etc, Etc. Hoje só resta as saudades da minha cidade e desta gente maravilhosa que o povo Pesquerense, Ainda tenho minhas irmães que mora em Pesqueira, que é Maria Preta viuva do motorista de Taxi que foi assasinado,outra Izildinha que trabalhava nos correios, e Mariinha. No mes de Junho se Deus quiser estarei ai. Eu vim p/ Duque de Caxias em 1950, Hoje estou aposentado da Marinha mercante, por motivo de familia não posso me mudar p/ pesqueira, tenho que morrer de saudades por aqui. Vou terminar deichando um ABRAÇÃO NESTA GENTE QUERIDA QUE É O POVO DE PESQUEIRA.... JOSÉ FERREIRA DELIMA, OU ZÉ DE VIRGILIO.........
Por: José Fereira de Lima

AMEI ESTE LUGAR TE AMO CAXIAS AQUI E TAO ANIMADO TAO DIVERTIDO
Por: KAREN

mania muitas saudades vou te vizitar logo logo...bjusss
Por: airton

0
hotéis, pousadas e serviços encontrados em Duque de Caxias
Fundação:
1943
Altitude:
19m
População:
746.758 habitantes
Área:
465,7km²
Densidade Demográfica:
1.603,52hab/km²
CEP:
25000-000

Envie seu comentário sobre Duque de Caxias