Carmo

Carmo-RJ
banner

Bem-vindo a Carmo!

banner

As melhores pousadas em Carmo podem ser acessadas atravs do menu localizado na lateral esquerda dessa pgina. Ali voc vai encontrar opes de pousadas, hotis, fotos e muitas informaes atualizadas pela nossa equipe.

A cidade de Carmo, localizada no estado de Rio de Janeiro (RJ), foi fundada no ano de 1881. A localidade est em uma altitude de 347m em relao ao nvel do mar, e possui uma populao estimada em 15.553 habitantes. A rea total de Carmo de 354,7km, e sua densidade demogrfica de 43,85hab/km (habitantes por km). O CEP da regio de Carmo-RJ 28640-000. Caso voc possua informaes atualizadas, utilize a rea de comentrio logo acima para nos enviar a atualizao.


A cidade de Carmo fica no interior do Rio de Janeiro e proporciona belos momentos de descanso, calmaria e contato com a natureza para quem precisa tirar um tempo de toda a correria de uma cidade grande e movimentada, como, por exemplo, a capital carioca.

Carmo daquelas cidades pequenas e que possuem um charme natural devido, exatamente, o seu tamanho. Possui praas no centro do municpio, casas e igrejas com arquiteturas que rementem a tempos mais antigos, grandes reas verdes e cachoeiras. Opes no faltam no pequeno municpio do interior do Rio de Janeiro.

A cidade possui um grande apelo histrico e cultural, recheada de referncias atravs de suas arquiteturas e locais que foram preservados ao longo de todo este sculo pelos seus cidados e entidades nacionais.

Tradies histricas e culturais

Um dos lugares mais queridos para os moradores da cidade e sempre indicado aos turistas o Centro de Tradies Carmenses. Como o prprio nome j diz, o estabelecimento considerado um dos patrimnios histricos de Carmo, justamente por suas caractersticas arquitetnicas e tempo de existncia.

Ele est localizado na principal praa de Carmo, batizada de Presidente Getlio Vargas. No Centro de Tradies, funciona uma importante parte do comrcio, com produtos confeccionados pelos artistas e arteso locais, alm de doces caseiros, bebidas, entre outras opes de produtos.

Outro local histrico e cheio de tradies a Igreja Matriz de Nossa Senhora do Carmo, que foi construda em 1876, tombada como patrimnio histrico nacional por meio do IPHAN (Instituto do Patrimnio Histrico e Artstico Nacional) no ano de 1964.

Atividades com a natureza

Durante o dia, principalmente naquelas tardes mais ensolaradas, o turista tem a oportunidade de explorar as cachoeiras e vistas naturais da cidade de Carmo. O municpio possui muitas fazendas e presena de reas verdes para caminhadas ao entardecer.

Entre os pontos de maior interesse esto os rios Quilombo e Paquequer e a fazenda So Loureno, que possui uma linda cachoeira formada pelas guas do rio Quilombo. A cachoeira tem 7,5 metro de altura, com trs espaos para pequenos saltos dos aventureiros, com cerca de 2,5 metros cada.

Informaes de Carmo

Roteiros do Brasil

Região Serra Norte

 

hspace=0 HISTÓRIA DA CIDADE

A cidade do Carmo teve surgimento entre os dias 26 e 29 de maio de 1832, quando uma plêiade de colonos, residentes nesta área; Norte do Estado do rio de Janeiro, que naquela época denominada de Província do Rio de Janeiro, nesta região serrana, resolveram fazer uma derrubada no local, em terras de sesmarias, que quer dizer que eram terras pertencentes ao Império.
Liderados pelo colono Alexandre de Mello, foram estes os seguintes proprietários que também doaram suas terras para que se construíssem, um arraial e um povo: João Henriques Monteiro, Joaquim Antônio Corrêa Neto, João Antônio de Carvalho, João Teixeira da Rocha, Germano Ferreira de Carvalho e Valeriano Maurício de Miranda, principais, proprietários nesta fértil zona, então pertencentes ao município de Cantagalo.
Mandaram fazer uma derrubada onde surgiria o Arraial da Samambaia, que logo depois passou a ser conhecido como Arraial de Cantagalo.
Devido à grande fé cristã que se observou aqui, o lugar passou a ser conhecido como Freguesia de Nossa Senhora do monte do Carmo e ganhou o nome de Villa do Carmo de Cantagalo.
Mais tarde, Villa do Carmo e depois da sua Emancipação Político-Administrativa em 13 de Outubro de 1881, e finalmente CARMO quando a vila passou à categoria de CIDADE em 12 de Dezembro de 1889, título que perdura até os dias de hoje. 

Significado do Nome

A história do município se inicia com a construção de uma capela em homenagem a Nossa Senhora do Carmo, em 30 de janeiro de 1634, em terras doadas por fazendeiros da região.

Aniversário da Cidade

13 de Outubro

Gentílico

carmense

População

17.439 habitantes

hspace=0 CARACTERÍSTICAS:

Carmo, uma cidade onde a beleza e a tranquilidade supera quaquer outro cidade. Venha conferir!

Clima 

Tropical

Temperatura Média


hspace=0 COMO CHEGAR

Localização

Centro Fluminense

Limites

Além Paraíba (MG), Cantagalo, Duas Barras, Sapucaia, Sumidouro e Volta Grande (MG).

Acesso Rodoviário

Saindo do Rio de Janeiro 
Pela BR-116, passando por Teresópolis, seguir até a divisa com o Estado de Minas Gerais, acessar a RJ 114 já no Município de Carmo para o Centro da Cidade.

Distâncias:

Da Capital:

124 km

Outras:


hspace=0 TURISMO:

Resumo:

Principais Pontos Turísticos

Praça Getúlio Vargas 
 
Localizada no centro da cidade, a Praça Getúlio Vargas tem formato igual ao da bandeira do Brasil.
 
Cachoeira da Fazenda São Lourenço 
 
Horário: Permanente
A Cachoeira da Fazenda São Lourenço localizada nas terras da Fazenda São Lourenço, que abrangem os municípios de Cantagalo e Carmo, é formada pelas águas do Rio dos Quilombos que faz divisa entre os dois municípios. O único acesso rodoviário à Cachoeira se dá através do município de Carmo. Possui altura total de 7,5 m, com três pequenos saltos com altura em torno de 2,5m cada um. Possui águas claras, transparentes e de temperatura fria, formando no final da queda uma pequena praia fluvial com boas condições para banhos. A paisagem em torno é composta de vegetação de grande a pequeno porte onde se destacam os cipós, trepadeiras e bambuzais.
 
Mirante da Boa Idéia 

Possui flora bastante diversificada. Possui micos, bugios e aves como jacus e maitacas. Fácil acesso (2Km do Centro) deve ser feita com a ajuda de guias turísticos (contatos na Secretaria de Turismo). Altitude aproximada 650 m.
 
Serra da Prata 
 
Um dos pontos mais altos da região, pode-se avistar o Estado de Minas Gerias, o Rio Paraíba do Sul e algumas cidades. Alguns artefatos indígenas já foram encontrados no local. Possui vários animais silvestres e flora bastante variada. Para escaladas contatar a Secretaria de Turismo para conseguir guias. Altitude aproximada 750 m.
 
Rio Paraíba do Sul 

Horário: Permanente
O Rio Paraíba do Sul tem sua nascente no estado de São Paulo, atravessa diversos municípios do estado do Rio de Janeiro e deságua no Oceano Atlântico, na altura do município de São João da Barra, estado do Rio de Janeiro. No município de Carmo, o Rio Paraíba do Sul atravessa a localidade de Belvedere, na Sede e corre próximo ao centro de Porto Velho do Cunha. Região navegável para embarcações de pequeno porte. Caracteriza-se como forte elemento na ambiência do município e onde a piracema pode ser observada em janeiro, quando os peixes sobem o rio para desova Local muito procurado para pesca esportiva de dourados, robalos e piaus. No local existem piloteiros (guias para pesca) que alugam barcos a motor. Porto velho conta ainda com restaurante onde o peixe é o prato principal. Próximo ao Porto Velho existe um refúgio natural de marrecos, capivaras e outros animais silvestres.

Igreja de Nosso Senhor dos Passos 

Horário: Diariamente das 9h às 18h
A Igreja de Nosso Senhor dos Passos, circundada por casas residenciais, encontra-se destacada numa pequena elevação no final da Avenida que recebeu o seu nome. A Irmandade de Nosso Senhor dos Passos, criada a 03 de julho de 1862 comprometeu-se a construir uma Capela e lá celebrar todos os anos a Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo. Tendo como vigário na época o Padre Pedro Garcia Monteiro Bretas, a capela foi construída e teve licença para a celebração de missas e demais ofícios religiosos em 31 de maio de 1872 pelo então Bispo de São Sebastião do Rio de Janeiro Dom Pedro Maria de Lacerda, sendo vigário nesta época o cônego Gonçalves. A partir desta data na Capela dos Passos, passou-se a celebrar todos os anos a Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo, sendo desde então muito concorrida a Semana Santa no município, vindo pregar neste período grandes oradores. Mais tarde, a Capela sofreu algumas reformas, mas sempre obedecendo o estilo primitivo. Por duas vezes serviu como Matriz; quando da construção da Nova Igreja Matriz em 1877 e na reforma da mesma Matriz em 1975. Internamente, a Igreja apresenta em seu altar-mor, Cristo Crucificado em madeira e à direita a imagem também em madeira de Nossa Senhora de Lurdes. Na parte inferior do púlpito encontra-se depositada a imagem de Cristo no Calvário. Destaca-se no altar-mor duas grandes pilastras em estilo romântico. Nas paredes laterais, encontra-se as quatorze estações da Via Sacra e no lado esquerdo um antigo púlpito de madeira caracterizando a época em que não era permitido a pregação de costas para o altar-mor. Há também na Igreja as imagens centenárias, em madeira, de Nosso Senhor dos Passos e Nossa Senhora das Dores com aproximadamente dois metros, que participam das procissões. O teto em madeira tem como adorno dois belos lustres. O piso é de mármore em xadrez preto e branco sobre o qual encontram-se quatorze bancos em madeira. No pátio da Igreja, à esquerda, há uma gruta com a imagem em madeira, de Nossa Senhora de Lurdes com aproximadamente 50 cm.
 
Igreja de São Francisco de Salles 

Horário: Diariamente das 9h às 17h
A Igreja De São Francisco de Salles, encontra-se circundada por casas comerciais e residenciais. A Capela de Córrego da Prata foi erigida no século XVIII, pelos devotos de São Francisco de Salles, tendo à frente o Dr. Jerônimo de Castro Abreu Magalhães, ilustre engenheiro e proprietário as Fazenda Santa Fé, que forneceu quase toda a mão-de-obra e os materiais necessários à edificação. O terreno de 602 m², foi doado por João Estulano da Silveira e sua mulher, D. Renê Emigdio de Salles Silveira, a uma comissão composta do capitão Daniel Rodrigues da Silva Genofre (presidente); tenente José Egídio de Salles Abreu (secretário) e Antônio Torres de Lima (tesoureiro). Em 21 de agosto de 1855, com a presença de autoridades e da grande população da região, foi inaugurada a Capela, que em 1886, foi arrolada pela Paróquia de Carmo. Na parte Interna da Igreja, encontra-se nas paredes laterais doze quadros representando a Via Sacra. No centro do altar-mor, todo em madeira, está a imagem centenária, também em madeira, de São Francisco de Salles com aproximadamente 70 cm e acoplada a esta o Santíssimo. À direita do altar-mor estão depositadas as imagens de São José, com 60 cm e a imagem de Nossa Senhora de Fátima com aproximadamente 80 cm. À esquerda, estão as imagens de Nossa Senhora da Conceição com 60 cm e a de Nossa Senhora com 80 cm. Nas paredes laterais da nave central encontra-se à esquerda as imagens, de Nossa Senhora das Graças com 1,20 m e São Benedito com 50 cm. À direita, Sagrado Coração de Jesus com 1,50 m e São Cristóvão com 80 cm. As imagens da nave central e do altar-mor são moldadas em gesso. Na Sacristia, à esquerda, encontra-se a imagem, também em gesso, de Nossa Senhora Aparecida e um antigo confessionário em madeira. A pia batismal com 1 m de diâmetro localiza-se à esquerda, logo após a entrada da Igreja e a direita está a escada em caracol que dá acesso ao coro. Lá se encontra um antigo órgão e à frente um pára-vento em madeira trabalhada. No teto destacam-se dois belos lustres, que iluminam os 18 bancos da Igreja e seu piso em azulejos antigos. Na parte externa à direita da Igreja, localiza-se o campanário, com 3 sinos em bronze.
  
Igreja Matriz de Nossa Senhora do Monte do Carmo 

Horário: Diariamente das 9h às 17h
A Igreja Matriz de Nossa Senhora do Monte do Carmo tem como entorno a Praça Getúlio Vargas, o Cemitério da Irmandade de Nossa Senhora do Carmo e casa comerciais e residenciais. Em maio de 1832 iniciou-se a história da Igreja do Carmo, quando os primeiros colonos realizaram um roçado e uma derrubada preparando o local para a edificação da Capela do Arraial de Nossa Senhora do Monte do Carmo, no morro com o mesmo nome. Nascia ali o núcleo central, que seria mais tarde, a cidade de Carmo. No dia 30 de janeiro de 1834, foi eleita pelos pioneiros, a Junta Diretora, incumbida de edificar uma Casa com Oratório onde os padres pudessem celebrar missa. Em 06 de janeiro de 1836, após uma reunião, decidiu-se roçar novamente o local destinado à Capela e ao Arraial, reiniciando assim, em julho do mesmo ano, os trabalhos da construção. Em 1842, o desenvolvimento da edificação da Capela paralisou-se sendo posteriormente solucionada a questão, com a eleição de uma nova Diretoria. A Capela ficou, finalmente concluída em 1º de janeiro de 1843, tendo sido benzida meses antes, ou seja, em 19 de novembro de 1842, pelo vigário de Cantagalo, José de Santa Mônica Diniz. Em 25 de abril de 1846, houve a criação e elevação de Curato à Paróquia, separando-se Carmo de Cantagalo. A construção da atual Matriz, teve início em 16 de junho de 1863, com o lançamento de quatro pedras oitavas, que assinalaram a frente do edifício. O trabalho realizado teve grande impulso, graças ao apoio financeiro de Fernando Castro Abreu Magalhães, uma vez que, decorridos dois anos, o Governo Provincial, não fizera um só pagamento dos combinados. Em 1874, a Matriz estava com suas obras de pedra prontas (com exceção da Torre), já coberta e exteriormente rebocada. Internamente, o forro do teto encontrava-se adiantado e as portas colocadas. Com colaboração dos devotos, prosseguiram os trabalhos de construção, sendo que a 16 de outubro de 1876, foi entregue, oficialmente, às autoridades eclesiásticas, pelo engenheiro Mariano Alves de Vasconcelos, do município de Cantagalo, a chave da nova Matriz. No dia 03 de junho de 1877, procedeu-se a bênção da nova Matriz pelo padre José Ribeiro Gonçalves. Logo a seguir, foi dada autorização para celebrarem nos altares da nova Matriz, missas e demais atos religiosos, que vinham sendo realizados, provisoriamente, na Capela de Nosso Senhor dos Passos. Finalmente, foi inaugurada no dia 15 de agosto de 1877, a nova Igreja Matriz de Nossa Senhora do Monte do Carmo com toda pompa, onde se encontraram reunidos grande número de fiéis, autoridades e sacerdotes. Construída com grande apuro, sua fachada principal é em cantaria, com granito cinza, amarelo, ferrugem e verde; existe ainda telhas de louça azul e branca; os vãos das portas e janelas e toda a espessura das paredes são feitas de granito; e o arco do cruzeiro totalmente de cantaria. O piso é em mármore xadrez, preto e branco, onde estão 32 bancos em madeira. O teto em madeira é ornamentado com quatro majestosos lustres. No altar-mor, em madeira, encontra-se a imagem centenária esculpida em madeira de Nossa Senhora do Carmo com aproximadamente 1,20 m. À esquerda, está a imagem, moldada em gesso, de São Sebastião e à direita a de São Benedito. No sacrário, em mármore, encontra-se depositado o Santíssimo. Nas paredes laterais da nave, estão quatorze quadros em madeira, esculpidos em alto relevo que representam a Via Sacra e um antigo púlpito em madeira à esquerda. À esquerda da Capela-Mor encontra-se o Consistório, local onde se realizam as reuniões da Irmandade e onde também estão depositadas as imagens de Santa Luzia, Santa Margarida Maria e Nossa Senhora de Fátima. À direita da mesma Capela, localiza-se a Sacristia, as imagens em gesso de Santo Antônio, Nossa Senhora das Graças, Nossa Senhora de Lurdes, Santa Rita de Cássia, Nossa Senhora Auxiliadora, São José e Menino Jesus de Praga. Nesse mesmo altar merece destaque a imagem centenária de Nossa Senhora do Carmo em ouro, barroca, a qual já tentaram saquear diversas vezes. À frente do pórtico há um belíssimo pára-vento esculpido em madeira e à direita do mesmo tem-se uma escada em madeira com formato de caracol, que conduz ao coro. A torre, em estilo mariano, merece destaque por estar construída na parte posterior da Igreja, situação diferente da maioria das igrejas da época. Tombada pela SPHAN em 23 de janeiro de 1964.
  
Igreja Nossa Senhora da Conceição 

Horário: Diariamente das 7h às 16h
A Igreja Nossa Senhora da Conceição encontra-se situada em uma colina de onde descortina-se grande parte do Vale do Paraíba. Nos anos de 1926 e 1927 foram tomadas as primeiras providências para construção de uma Capela na comunidade de Ilha dos Pombos, tendo como padroeira Nossa Senhora da Conceição. À frente do movimento, encontrava-se o casal João Cavalcanti e Auta Eiras Cavalcanti, que havia fixado residência no município por volta de 1924. Esses devotos receberam a colaboração de um grupo de católicos idealistas, entre eles a Sra. Hermínia Quintas, diretora da Escola Pública local e da Sra. Celestina, esposa de um dos chefes da Usina da Ilha, entre outros devotos. A Capela foi erguida com auxílios diversos oferecidos pela Light e com o produto arrecadado em festas organizadas por uma Comissão, tendo sempre a frente a Sra. Auta Eiras Cavalcanti. A mão-de-obra foi toda ofertada pelos empregados da Light, que atuaram na Usina Ilha dos Pombos, na década de 20, após sua jornada diária de trabalho. Finalmente, em 10 de maio de 1929, em meio a grande festa, foi oficiada missa solene pelo padre Aprígio Justiniano Barbosa de Morais, da Paróquia do Carmo e inaugurada a Capela de Nossa Senhora da Conceição. Internamente, no altar-mor está a imagem de Nossa Senhora da Conceição, com aproximadamente 70 cm. Nas paredes laterais encontra-se à direita a imagem de São José com 30 cm e à esquerda a do Sagrado Coração de Jesus com 40 cm. No centro do altar-mor, encontra-se o Sacrário, em madeira, onde está depositado o Santíssimo. Nas paredes laterais da nave central encontra-se à esquerda as imagens de Nossa Senhora de Fátima com 80 cm, Santa Terezinha com 30 cm, Santa Luzia, Nossa Senhora Aparecida e São Sebastião com 50 cm. À direita estão as imagens de Nossa Senhora das Cabeças com 80 cm, Nossa Senhora das Graças com 32 cm, Santa Terezinha com 25 cm e Santo Antônio com 55 cm. As imagens da nave central e do altar-mor são moldadas em gesso. Na Sacristia, à direita, há um confessionário antigo, em madeira. No pórtico à esquerda localiza-se a pia batismal em mármore, e à direita uma escada em caracol, de madeira, que conduz ao coro. Dois lustres adornam o teto da Igreja, em madeira. O piso é revestido de azulejos e há em seu interior oito bancos também em madeira. Externamente, à direita da Igreja está o campanário.
 
Igreja Nossa Senhora das Dores 
 
Horário: Diariamente das 9h às 18h
A Igreja Nossa Senhora das Dores está circundada pela Praça Francisco Lourenço Alves, pelo Barracão e por casas residenciais e comerciais de Porto Velho do Cunha. Segundo contam moradores antigos de Porto Velho do Cunha, antes da construção da Capela atual, foi erguida pelos devotos, na década de 20 ou 30 do século passado, uma pequena capela toda em madeira, no local onde hoje existe o campo de futebol do vilarejo. Na parte lateral deste campo, acha-se enterrada uma grossa peça de madeira de lei, que os antigos dizem ter sido um dos esteios da citada capela, que tinha São José como padroeiro. Anos depois, devido ao mau estado de conservação da capela, foi ela derrubada e a imagem de São José guardada. Em 13 de maio de 1849, foi dado o primeiro passo para a construção da atual Capela, com a escritura de Doação ao Povo, com a finalidade de construí-la em um terreno de nove alqueires de planta de milho, doação feita pelo Tenente-Coronel José Garcia de Matos e sua esposa D. Rita Maria de Almeida, possuidores de metade da fazenda sita Porto Velho do Cunha, denominada Bela Vista, na margem direita do Rio Paraíba, município de Cantagalo. Nada se sabe sobre os devotos que contribuíram com dinheiro, trabalho e dádivas diversas para a construção da atual Capela, que tem como padroeira Nossa Senhora das Dores, e foi inaugurada em 09 de junho de 1853. A imagem de São José, que emoldurava a primeira capela, encontra-se também na atual desconhecendo-se os motivos que levaram os devotos a trocar de padroeiros. Na parte interna da Igreja encontramos no altar-mor, em madeira, caracterizado por duas colunas em estilo romântico, a imagem centenária de Nossa Senhora das Dores com aproximadamente 1,50 m e a antiga imagem de São José, em madeira com 30 cm, antigo padroeiro da atual capela. À esquerda do mesmo, está a imagem em gesso de Nossa Senhora com 60 cm e uma pia batismal em mármore com tampo de madeira. À esquerda tem-se a imagem em gesso de Nossa Senhora de Fátima com aproximadamente 70 cm. Nas paredes laterais da nave central, à esquerda, estão depositadas as imagens em gesso do Sagrado Coração de Maria e São Geraldo, ambas com 50 cm e a imagem de Nossa Senhora das Graças com 1,20 m, aproximadamente. Também deste mesmo lado fica o púlpito, em madeira. À direita da nave central com aproximadamente 50 cm, estão também moldadas as seguintes imagens em gesso: Sagrado Coração de Jesus, Santa Luzia e Santa Bernadete, além da imagem de Nossa Senhora da Conceição com aproximadamente 1,20 m. No teto em madeira há dois lustres. O piso é em mármore onde se encontram quatorze bancos em madeira. No pórtico à direita há uma escada em caracol que conduz ao coro. No pátio externo à direita da Capela, encontra-se o campanário com dois antigos sinos de bronze de 50 cm cada um.

hspace=0 EVENTOS:

Calendário de Janeiro a Dezembro:

. Janeiro

Dias 23 e 24  Festa de São Francisco de Sales
                                                                   (Córrego da Prata).
Dia 31  Encontro Folia de Reis (Praça Getúlio Vargas).

. Fevereiro

Dias 21,22,23 e 24  Carnaval
                             (na sede e nos Distritos: Prata e Porto Velho).

. Fevereiro

Dias 21,22,23 e 24  Carnaval
                             (na sede e nos Distritos: Prata e Porto Velho).

Maio

Dias 01 02 e 03  Festa do peão Boiadeiro (Quilombo).

. Junho

Dia 20  Festa Junina no Quilombo
Dias 13 e 14  Festa Junina do Loteamento Val Paraíso
Dias 27 e 28  Festa Junina da Influencia

 Julho

Dias 13, 14, 15 e 16 Festa da Padroeira Nossa Senhora
                                                                           do Carmo
Dia 25  Festa do Córrego da Prata

. Agosto

Dias 28 e 29  Evento Dia da Bíblia (Evangélica)

. Setembro

Dias 11, 12 e 13  Festa de Porto Velho do Cunha

. Outubro

Dias 03 e 04  Festa da Barra de são Francisco
Dia 13  Festa do Aniversario da Cidade

. Dezembro

Dia 31  Réveillon

 

hspace=0 INFORMAÇÕES ÚTEIS:

PREFEITURA MUNICIPAL DE CARMO

E-mail: [email protected]

Telefones: (22) 2537-1133

Sites:

SUB-PREFEITURA:

E-mail:

Telefone:

INFORMAÇÕES AO TURISTA:

Telefones: (24) 3537-1495

Terminal Rodoviário Novo Rio:

Av. Francisco Bicalho, 01 - Santo Cristo
Telefone: (21) 3213-1800
Rio de Janeiro-RJ
Funcionamento 24 horas

ENDEREÇO DO SITE OU PORTAL DA LOCALIDADE:

E-mail:

Telefone:

CARTÓRIOS: CIVIL, IMÓVEIS, TÍTULOS E DOCUMENTOS, OUTROS:

OFÍCIO DO REGISTRO CIVIL DAS PESSOAS NATURAIS E INTERDIÇÕES E TUTELAS - 1º DISTRITO:

E-mail: [email protected]

Telefones: (22) 2537-1212

Sites: http://portal.mj.gov.br/

CARTÓRIO ELEITORAL:

E-mail:

Telefone:

OUTRAS INFORMAÇÕES DE TELEFONES E E-MAILS:

HOSPITAIS:

CORPO DE BOMBEIROS: 193

DELEGACIA DE POLÍCIA:

OUTROS:

E-mails e telefones:

Sites: http://pt.wikipedia.org/

PESSOAS ILUSTRES NASCIDAS NA LOCALIDADE:

 

OUTRAS INFORMAÇÕES ÚTEIS DA LOCALIDADE:

Comentrios de Carmo

a cidade de carmo a mais bela de todas,mais se colocasse mais foto,da semana santa,eu adoraria....obrigado..amo o carmo
Por: DAYANEE

O que falar de uma cidade linda, organizada, de pessoas maravilhosas e hospitaleira. A muito tempo que no tenho ido para esse lados mais tenho essa cidade no meu corao .Sei que continua linda pois tenho parantes ai.
Por: Denise Rebello

Claro que conheo....moro em Carmo...eh a cidademais linda do mundo....
Por: Gabriela Meneghitti

LA E MUITO BUNITO EU JOGUEI NO ESTADIO DO MONTE CARMELO A.C
Por: GLAUBER DE SOUZA

carmo e uma cidade linda limpa arbonizada e seu povo e muito acolhedor vale a pena visitar essa cidade pois em julho e festa da padroeira e tera 4 otimos shows a festa comeca no dia 16/07/09 e termina no dia 20/07/09
Por: marcelo

ADORAMOS A CIDADE, TEMOS FAMILIARES QUE MORAM AI E SEMPRE QUE PODEMOS OS VISITAMOS. TODOS OS ANOS SOMOS PRESENAS CONFIRMADAS NA FESTA !!! ESSE ANO ESTAREMOS AI DE NOVO !!! UM BEIJO A TODOS E VERNICA
Por: CLUDIA E VANIA

Gente pode confiar!Carmo uma cidade pequena mais muito bonita,com vrios pontos tursticos.Nosso povo hospitaleiro!Gente do bem! Vivo em carmo e AMO esta cidade!!!
Por: amanda

Parabns. Carmo melhorou muito,esta uma cidade bonita. continue assim
Por: Theobaldo Tavares da Costa

Carmo uma das cidades mais belas do Estado do Rio de Janeiro, onde a beleza e a tranquilidade suprera quaquer outro cidade, amo esta cidade. Carlos Ruy Espirito Santo
Por: Carlos Ruy

cidadezinha historica com pontos turistico lindos e muita beleza em suas construoes. alem de ter o AR mais puro na regiao serrana. suas noite tao calorosas com bares lanchonetes e tudo mais a ofamiliar q agrada a todos. podem ir com toda confiana. vcs a amar!
Por: henrique

Boa noite, sou uma brasileira, q na minha infancia, morei uns anos nesa cidade linda, la tinha uma irman : meu tio MANOEL FERREIRA, ainda mora ai, ja fas muitos q ao vou p la, mas irei algun dia, moro na europa, abraos .
Por: lourdes

Essa cidade realmente Bela e encantadora! A freqento desde criana, pois tenho familiares no local e a cada visita me encanto mais. vale apena conhecer!
Por: Mariana Vieira

adoro est cidade, j faz muito tempo que estive por ai.mas o clima desta me faz sper bem. carmo cidade bela,parabns a todos os carmenses
Por: cristiane monteiro do carmo

tive o prazer de ter cido criada,nest cidade maravilhosa.bjs em todos
Por: eloisa monteiro

conheco e gosto muito estou sempre enviando ou endicando a alguem a passar a lua de mel ai por ser um lugar bonito e calmo
Por: claudiana

Eu conheci a Cidade em 2007. Eu Amei a tranquilidade do lugar, a simplicidade do Povo da Cidade, o ar puro!! Gostei tambm da Regio como um todo. Parabns!! Preservem a Cidade, sempre bella como ela ok. Beijos para todos, e, visitem a cidade de Carmo. Amaury Oliveira, Santos/SP. Obs: Carmo, a Cidade Natal de minha "falecida" me. Beijos para todos.
Por: Amaury Oliveira

ja tive o prazer de morar la, nesse tempo fiz muitos amigos, sempre que posso vou visita-la, aproveito para rever os parentes e amigos,rsrs nao posso deixa de mencionar o fato de que meu filho realizou o meu sonho que era de ter nascido em Carmo, a cidade realmente faz juz ao titulo que tem de Carmo cidade bela, adoro demais essa cidade so faz 24 horas que eu cheguei de la, e ja estou fazendo planos de voltar. abraos a todos . araquen
Por: Luis araquen ribeiro

OLA , eu morei no Carmo , estudei no colegio Francisco Varela e no ginasio, tambem fiz a minha primeira comunhao, agora moro na Espanha pois eu naci aqui, minhas amigas Sanger,Itala ,Rita Claugian,Nica .Claudia minha madrinha da confirmaao Elena, minha professora dona Marta , meu dentista DR. Matos e muitas pessoas queridas , Cristina, Arelina, Regina, Sonia , Ze Maria, Waguiner , tenho muita saudade daquele tempo tao bom
Por: mercedes ferro

eu sou filha do caica trocado de passarinho eu morei no carmo a 4 anos eu conheco a cidade todinha eu adoro paca as ferias ai eu moro em cordeiro e meo pai mora ai eu adoro essa cidade eu tenho varias amigas ai eu sou neta da dona penha mora porcima da casa do carlin do taxi adorei mada a mensagen e ve as fotos re lenbra da cidade esquecida tchau
Por: stefhany chaves da silva

a cidade do carmo e tudo de bom visite eu recomendo
Por: andre correa

eu adorei o bar casarao dochopp na pra;a principal e as pessoas fui muito bem recebida na cidade as pessoaas sao muito calorosas beijos principalmente meu marido david sebastiao duarte junior
Por: ana lucia da silva

Nessa cidade passei bons momentos, minha av moru no Carmo, o nome dela Dejanira, depois q ela faleceu tive na cidade por mais 3 ou 4 vezes. Vendo a foto da praa todas as minhas lembranas da infncia voltaram, hoje moro em Mato Grosso do Sul, mais guardo o Carmo no meu corao, com a certeza de um dia poder retornar.
Por: fabiula regina

Conheo, e sempre que posso estou sempre ai. Ano passado estive na festa da cidade muito bom, passei varios carnavais tambm. Meu irmo mora ai, carmo tudo de bom!!!
Por: Claudia

Carmo uma cidade maravilhosa no tem como fica sem vim aqui. Carmo eu amo essa cidade.. Beijos Carmo.
Por: william

Ol, eu sou da cidade de Carmo, eu amo morar aqui, uma cidade calma, tranquila, com boas pessoas .. E N.S do Carmo que nos proteja hoje e sempre, nossa amada Patroeira.
Por: Juliana Macuco

Adoro a cidade do CARMO, toda minha infancia foi vivida nesta cidade maravilhosa . Tenho parentes e muitos amigos na cidade . Tenho muitas saudades dos bons tempos. Vale apenas conhecer a cidade.
Por: JORGE LOPES

na conheoa cidademais me apaixonei s vendo as fotos, conheoo Luiz CladioClaves da Silva que mora ai com a familia,mais na o vejo a algum tempo,quero muito conheer esta linda cidade . eu sou de Terespolis.
Por: simoni Carvalho Froes

Minha Familia Oriunda do Carmo / RJ Dos meus tios (9 deles -entre 1911 e 1938) Nasceram a. Minha me t com 90 anos e relembra Carmo com Saudade. Um abrao a todos da. em breve vou conhece - la.
Por: Wagner Rodrigues Sargento

Bela Cidade que ainda preserva casario da poca da sua fundao final dos anos de 1800. Povo hospitaleiro onde os amigos rapidinho se transformam em irmos. Boa comida tem em todo lugar... Estou escrevendo e morrendo de saudades. Beijo grande no Sr.Antnio da Farmcia, Enfermeira Duarte e demais funcionrios do Hospital N.Sra.do Carmo e a todos os amigos irmos que por a deixei.
Por: Joo Henrique

NASCI NESTA CIDADE H 48 ANOS.TENHO MUITA VONTADE DE VOLTAR ATE AI.UM GRANDE ABRACO .RITA
Por: RITA CRISTINA

Carmo me lembra infncia,familia, uma cidade muito agradavel
Por: angelafernandesrebellolopes

um lugar super abenoado por deus.tenho parentes que morar na cidade Jorge peres e Zenilda peres.sinto saudades est cidade
Por: Marcelo Veloso Gonalves

CONHEO MUITO BEM ,POIS DE VEZ EM QUANDO EU VOU L.ADORO ESSA CIDADE.
Por: QUELI CRISTINA MACEDO GONALVES DO COUTO

eu amei esta cidade minha mae hoje morra ai mas minhas ferrias sertante vou ai denovo
Por: claudia Aparecida Gomes

nem sei o que falar do carmo! uma cidade maravilhosa,local ideal para quem gosta de paz e tranquilidade.vim morar no carmo quando tinha 12 anos e nunca mais quis ir para outro lugar,hoje com 16 anos penso a mesma coisa quando vim para c"nao tem lugar melhor como aqui!
Por: marcelle ghetti

muitas vzs e posso dizer que o Rio de Janeiro ,mais uma cidade maravilhosa!!!! amo muito tudo isso e em julho estamos ai.
Por: marcia pereira de souza

Lugar bonito, calmo, seguro, de gente afvel. Cidadezinha pequena, do interior, muito rica em artes, mas um pouco fraca de entretenimento. Pra quem gosta de serra e sossego muito bom.
Por: Valter Aguiar

mnro em Alm Paraba, mas amo o Carmo,sempre passeio em sua praa principal,campos de futebol,pizzarias variadas,clima excelente,e pessoas muito simpticas.
Por: VENIMAR

Cidade do Carmo, muito linda eu passei quase todas as mihas fria qnd criana a,na cidade e adora ainda mais na poca de festa em julho. tudo de bom!!!!
Por: Jacqueline

0
hotis, pousadas e servios encontrados em Carmo
Fundao:
1881
Altitude:
347m
Populao:
15.553 habitantes
rea:
354,7km
Densidade Demogrfica:
43,85hab/km
CEP:
28640-000

Envie seu comentrio sobre Carmo

banner