Codajás

Codajás-AM
banner

Bem-vindo a Codajás!

banner

Comece planejando a sua viagem para Codajás utilizando o menu no lado esquerdo para escolher uma opção de hospedagem. Temos diversas pousadas em Codajás e hotéis separados por categoria. Você também vai encontrar muitas fotos enviadas por internautas, para planejar o que fazer em Codajás.

A cidade de Codajás, localizada no estado de Amazonas (AM), foi fundada no ano de 1875. A localidade está em uma altitude de 47m em relação ao nível do mar, e possui uma população estimada em 16.016 habitantes. A área total de Codajás é de 18.988,4km², e sua densidade demográfica é de 0,84hab/km² (habitantes por km²). O CEP da região de Codajás-AM é 69450-000. Caso você possua informações atualizadas, utilize a área de comentário logo acima para nos enviar a atualização.

Informações de Codajás

Roteiros do Brasil

Terra do Açaí 

hspace=0 HISTÓRIA DA CIDADE:

Da aldeia dos índios Cudaiás, primitivos habitantes da região, originou-se a atual cidade de Codajás, fundada em 1892, por José da Rocha Turi, um dos mais famosos pioneiros do povoamento do Solimões. (“História do Amazonas” – A C. Ferreira Reis).
Em 30.06.1862, pela Lei Provincial nº 175, é criada a freguesia de Nossa Senhora das Graças de Codajás.
Em 01.05.1874, pela Lei Provincial nº 287, dá-se a elevação a vila, sendo o município instalado em 05.08.1975.
Em 10.04.1891, pelo Decreto Estadual nº 95-A, é criado o termo judiciário de Codajás, subordinado à comarca de Coari.
Posteriormente, foi o município dividido em quatro distritos: Codajás, Badajós, Anori e Anumã.
Em 27.09.1911, pela Lei Estadual nº 682, é criada a comarca de Codajás, que se instala em 25.01.1912.
Em 30.10.1913, pela Lei Estadual nº 141, é extinta a comarca.
Em 25.11.1921, pela Lei nº 1.126, ocorreu a instalação de Manacapuru, o termo de Codajás passou a subordinar-se o termo de Coari.
Em 07.02.1922, pela Lei nº 1.133, foi restaurada a comarca de Manacapuru a qual foi novamente anexado o termo de Codajás.
Em 10.03.1924, pela Lei nº 1.220, passou o termo de Codajás a subordinar-se novamente à comarca de Coari.
Em 04.01.1926, pela Lei nº 1.223, voltou mais uma vez o termo de Codajás a integrar a comarca de Manacapuru.
Em 28.11.1930, por Força do Ato Estadual nº 45, foi suprimido o município de Codajás, cujo território foi anexado ao de Coari.
Em 14.09.1931, pelo Ato Estadual nº 33, foi restaurado, ficando o termo judiciário subordinado a comarca de Manacapuru, e o município constituído de um só distrito.
Na divisão judiciária de 1937, figura Codajás como termo único de comarca do mesmo nome.
Em 30.03.1938, pela Lei Estadual nº 68, a sede municipal recebe foros de cidade.
Na divisão administrativa, fixada pelo Decreto-Lei Estadual nº 176, de 1º de Dezembro de 1938, figura o Município de Codajás com três distritos: Codajás, Anamã e Anori. Os dois últimos foram criados pelo mesmo decreto citado, com território desmembrado do distrito-sede, mantendo até 1956 a mesma composição distrital e é sede da comarca do mesmo nome. 

Significado do Nome:

Nome de tribo indígena que ocupava a região

Aniversário da Cidade:

05 de Agosto 

Gentílico:

codajaense

População:

24.067 habitantes - censo IBGE/2011 

hspace=0 CARACTERÍSTICAS:

• Setor Primário
- Agricultura: baseada no cultivo de produtos como mandioca de várzea e de terra firme, milho e feijão (culturas temporárias). A agricultura também se baseia nas espécies: açaí, mandioca, banana, maracujá, mamão, milho e feijão.
- Pecuária: o criatório no município consiste no desenvolvimento de espécies como: bufalinos, bovinos, caprinos, ovinos e suínos.
- Extrativismo Vegetal: a extração de madeira era uma atividade tradicional no município. As principais espécies exploradas eram Jacareúba e Louro inhamuí. No extrativismo vegetal as principais espécies exploradas são o açaí, castanha, borracha, sorva, óleo de copaíba e várias espécies de cipó. A seringueira tem ampla distribuição na área enfocada, com maior freqüência na planície aluvial, onde se concentram as atividades relacionadas à extração do látex. Onde o relevo é ondulado, ocorrem as maiores concentrações de castanheira-do-pará. Estão nas planícies aluviais a principal fonte de recursos naturais de grande expressão econômica.
- Pesca: na época da fartura de peixes, que se verifica no período de maio à setembro, ocorre uma grande abundância de pescado que é comercializado nos mercados e feiras. A pesca é feita no rio Solimões e nos grandes lagos altamente piscosos, tais como: Miuá, Badajós, Acará, Piorini, Salsa e Mureru. A fiscalização desses lagos é feita pelos próprios moradores e pescadores das áreas citadas. Principais espécies de pescado são tambaqui, jaraqui, curimatá, branquinha, pirarucu, bodó, tucunaré, matrinxã e outros.
- Avicultura: existem criatórios doméstico, voltado para o consumo alimentar das famílias.
- Hortifruticultura: atividade pouco desenvolvida, voltada somente para o consumo doméstico e explorada de forma empírica, através do cultivo de verduras e legumes, tais como: tomate, pimentão, pepino, abóbora, quiabo, feijão de vagem, pimenta-cheirosa, coentro e de frutas regionais como melancia, mamão, banana, cupuaçu, lima, tangeria, maracujá, marimari e a maçaranduba, que surgem de acordo com a respectiva época e são muito apreciados pela população local.
• Setor Secundário
- Indústrias: madeira, tijolo, gelo, mobiliário e produtos alimentares.
• Setor Terciário
- Comércio: varejista e atacadista.
- Serviços: oficina mecânica, oficina de refrigeração, cabeleireiro, costureira, protético, pintor de parede, fotógrafo, agências bancárias, hotéis, pensões, mercado municipal, matadouro e feira do produtor.

Clima:

Equatorial 

Temperatura Média:

31,5º C

hspace=0 COMO CHEGAR:

Embarcação:

Segunda-Feira Princesa Laura Lindo Amanhecer

Terça-Feira Comandante Natal Maresia Comandante Keneay

Quarta-Feira Cidade de Codajás Manoel Fernandes Maresia II

Quinta-Feira Monte Muriá Elyon Fernandes Leão de Judá

Sexta-Feira Monte Sinai II Carlos Alberto

Sábado Almirante Marreiros Rei Davi Ludome Celani Comandante Pantoja Neto Silva

 

Localização:

Região do Rio Negro – Solimões 

Limites:

Anamã, Anori, Coari, Barcelos, Novo Airão, Caapiranga, Codajás e Badajós.

Acesso:

Não existem vias de acesso ao interior do município ou a capital do estado, Manaus, que não sejam as águas dos rios, lagos, "furos", "igarapés", "paranás",etc. Assim sendo, os meios de transportes são vias fluvias; em bascos regionais, recreios, voadeiras e até canoas de motor rabeta O município é dividido pelo Rio Solimões, possuindo inúmeros lagos interiores, alguns de grande porte: Badajós, Piorini, Miuá, Onças, Jamacanã, Urucuri, Acará, Chico Paulo e outros. Todos esses lagos deságuam suas águas através dos "paranás" e "furos" no Rio Solimões e, quando da época da "cheia", ocorre à inversão desse processo.

Distâncias:

Da Capital:

240 Km  

Outras: 

 

hspace=0 TURISMO:

Resumo:

A fauna e a flora são de grande importância para o município. Na primeira se destacam pelo valor econômico as seringueiras, a castanha-do-pará. Na segunda grande variedade de animais silvestres: onças, antas, queixadas, caititus e etc, e muitas espécies de peixes: tambaqui, jaraqui, pirarucu e etc.

Principais Pontos Turísticos:

Atrativos

O município possui nos tempos da seca grandes praias ao longo do rio Solimões, que constituem belezas capazes de atrair o visitante. 

O açaí

É o principal produtor exportador do município.Açaí é o fruto bacáceo roxo que dá em cacho na palmeira conhecida como açaizeiro, cujo nome científico é Euterpe oleracea. É uma espécie nativa das várzeas da região amazônica, especificamente dos seguintes países: Venezuela, Colômbia, Equador, Guianas, e Brasil (estados do Amazonas, Amapá, Pará, Maranhão, Rondônia e Acre), assim como em Trinidad e Tobago e nas bacías do Pacífico na Colômbia e no Ecuador.
O açaí é um alimento muito importante na dieta dos habitantes da Amazônia, onde seu consumo remonta aos tempos pré-colombianos. Hoje em dia é cultivado não só na Região Amazônica, mas em diversos outros estados brasileiros, sendo introduzido no resto do mercado nacional durante os anos oitenta e noventa.

hspace=0 EVENTOS:

Calendário de Janeiro a Dezembro:

- Festejos religiososNossa Senhora das Graças (Maio)

- São Sebastião (Janeiro)

- São Francisco (Outubro)

- Santa Lúzia (Dezembro)

 -Nossa Senhora do Pérpetuo Socorro (Julho)

- Aniversário da Cidade de Codajás - No 31 de março é comemorado o aniversário do município de Codajás. Apesar de ter sido povoada em 1875, foi apenas em 1938 que a área foi desmembrada e reconhecida como município.

- Todos os anos a cidade prepara os festejos para comemorar tal data e receber os visitantes, que v6em desfrutar as atrações culturais, musicais e gatronômicas.

- 28 à 30 - Festa do Açaí - Ocorre todos os anos no final do mês de abril, e conta como principais atrações a desgutação do fruto, atrações musicais e o desfile das candidatas à Rainha do Açaí em trajes típicos.

- Carnaçaí - Ocorre no domingo de carnaval, e sua primeira edição aconteceu em 2009. São apresentadas atrações musicais e desfile de blocos de rua.

- Marcha Cívica - Ocorre no dia 5 de setembro, quando comemora-se a elevação do Amazonas a categoria de Província. Neste evento celebramos a cidadania, onde escolas, associações e demais organizações provem uma parada (desfile) para população como maior demonstração democrática.

hspace=0 INFORMAÇÕES ÚTEIS:

PREFEITURA MUNICIPAL DE CODAJÁS

E-mail: [email protected]

Telefones: (97) 3353-1275

Sites: http://www.codajas.am.gov.br/

SUB-PREFEITURA:

E-mail:

Telefone:

INFORMAÇÕES AO TURISTA:

E-mail: [email protected]

Telefones: (97) 3353-1190

Terminal Rodoviário Engº Huascar Angelim - Manaus

Av.. Recife, s/nº
Telefone: (92) 3642-5805

ENDEREÇO DO SITE OU PORTAL DA LOCALIDADE:

E-mail:

Telefone:

CARTÓRIOS: CIVIL, IMÓVEIS, TÍTULOS E DOCUMENTOS, OUTROS:

 

 

CARTÓRIO DO JUDICIAL E ANEXOS:

E-mail: [email protected]

Telefones: (97) 3353-1747

Sites: http://portal.mj.gov.br/

CARTÓRIO ELEITORAL:

E-mail:

Telefone:

OUTRAS INFORMAÇÕES DE TELEFONES E E-MAILS:

HOSPITAIS:

CORPO DE BOMBEIROS: 193

DELEGACIA DE POLÍCIA:

OUTROS:

E-mails e telefones:

Sites: www.bv.am.gov.br

http://pt.wikipedia.org

PESSOAS ILUSTRES NASCIDAS NA LOCALIDADE:

 

OUTRAS INFORMAÇÕES ÚTEIS DA LOCALIDADE: 

 

 

Comentários de Codajás

Adoro esse municipio,afinal,morei la muitos anos e o que se tem de melhor é a festa do açaí que não deixa nada a desejar a outras festas por ai.
Por: suely

Sou filho de codajás, só que nasci em codajás e fui criado em manaus, preciso ver mais fotos, um dia se Deus quiser vou conhecer minha terra natal, eu tenho muita vontade de visitar.
Por: carlos

Sou do Rio de Janeiro, trabalhei no gasoduto, e nos fins de semana ia a Codajás, cidade onde fiz muitas amizades, um povo bom e hospitaleiro e que recebe muito bem seus visitantes, hoje sinto saudades de Codajás, onde espero um dia voltar para matar as saudades.
Por: José Carlos de Oliveira

minha linda terra natal amo de paixão tudo é otimo pessoas hospitaleiras, e o açai então nem se fala uma maravilhaaa.
Por: valdete veiga

codajás, tem um banho na estrada chamado retiro que é muito bonito no meio da mata é onde o pessoal se reune para se refrescar e se divertir.
Por: salin de araujo oliveirta

terra do açâi. terra boa de se morar,porque neste lugar,cada dia vivim uma aventura.
Por: tania

terra muito boa...adoro codajás a melhor data pra se ir lá é abril festa do açaí carval e final do ano mais ontem dia 15 deagosto houve o 1 festival amazonas de dança em codajás e como atração o corpo de balé CDA como espetaculo o grito verde que ja foi apresentado ate na frança no ano do brasil na frança em 2005.
Por: joeDuarte

Vivi meus primeiros 14 anos da minha vida nessa cidade. Que saldade! Vamos divulgar Codajás. Abraços.
Por: marcelo auzier

Sem dúvida uma das melhores cidade para se viver. Codajá é um lugar maravilhoso, onde os moradores vivem em pleno contato com a natureza, terra de povo hospitaleiro e educado, um lugar de muitas belezas naturais, além do açaí é claro, uma maravilha!
Por: Kevin Peres

Eu sou completamente apaixonada por codajás mais não moro lá.acho uma cidade bastante alegre, bonita.Eu tenho fé em Deus que um dia eu vouterei a morar lá.
Por: nazaré silva

Codajás terra espetacular, as pessoas são maravilhosas, alegres, com o sorriso sempre estampado no rosto.O açaí nem se fala pra lá de gostoso muuuuuuuuuuito booooooooooom.bjsssssssssssssss
Por: [email protected]@ré [email protected]

codajas terra querida te amo e te amarei por toda vida aqui é o meu lugar aqui ei de viver vamos prosperar juntos pode crer e vamos vencer, esta é nossa terra querida terrra de gente hospitaleira mulheres guerreiras. venham visitar codajas !!!!!!!!!
Por: SIRLIANA CARVALHO

Codajás é uma cidade situada as margens do rio Solimões, seu tranporte é fluvial a região é muito rica em peixes, existe a tradicional Festa do Açai, a qual atrai turistas de varias regiões do Brasil.
Por: francisco cunha

codajas e a cidade q eu amo faz muito tempo q nao vou ai.
Por: Daniel santana Bezerra

Sou Daniel santana Bezerra, e falo pra vcs, nao deixe de ir a codajas, cidade linda, do meu coracao,ja faz 15 anos q sai de la, mas nunca me esqueci, dessa cidade linda. G12 Celulas
Por: Daniel santana bezerra

como diz uma certa musica, codajás é minha casa, codajás é o pedaço do jardim do edén que muita gente ainda não conchece.
Por: wellington adan

codajás e as pessoas delá são bastante acolhedoras.jamais esqueci desta cidade e desta gente que me acolheu como a um filho! Amo de paixão Codajás.Saudades dos amigos e amores que lá deixei!!
Por: FRANK DINIZ

codajas continua evoluindo e cada vez ficara mais linda e sera a verdadeira princesa do solimoes.
Por: esmael farias de freitas

faz dois anos que eu estou longe dessa cidade. codajas é minha vida, estou com muita saudade dessa terra de gente,querida.mas se DEUS permite etarei ai na festa do açaí.... amo codajas aguarde-me ate breve fui valeu....................
Por: ELTON DA SIVA VIEIRA

eu morava em codajás,eu agora estou em manaus.Codajás é uma cidade muito bacana de morar e muito calmo sem muita violência as pessoa são muito educado,quem nunca foi pode e conferir que é muito legal>
Por: enos dos santos abreu

trabalhei ai e morei gosto muito da cidade e tambem fiz muita amizade comlheco muita gente ai
Por: gilmar colhecido como pitbulll trabalhei na obra do amazonas gais

municipio maravilhoso de se viver cultura lazer cumidas tipicas da região e não esquecendo que tem o melhor açai do amazonas,amo minha terra sempre terei orgulho de ser codajaense thau.
Por: raimundo mario ribeiro lima

sou codajaense com muito orgulho sempre passo minhas ferias nessa cidade maravilhosa onde mora meus avos e minhas tias estou indo me aguarde
Por: caren magno

Há, terra querida que hoje tenho saudades,saudades de minha infancia, saudade de minha adolescencia, pssos dados mãos que brincaram com a terra que hj tenho saudades,pra mim foi td de bom.Sou Codajaense e não nego, adorooooooo
Por: Rilcia Magno

Olá! gostei muito deste municipio, apesar de nunca ter ido até aí. Conheci pessoas marcante no 5 Confest da PJ em Anamã, e acabei me apaixonando por uma garota que mora aí em Codajas. Wlew..
Por: Emerson Santos

estive em codajas no ultimo fim de semana e foi fantastico pois ja esperava por isso a muito tempo, nao vejo a hora de pode voltar.
Por: FRAN

oi gente?bom pra quem não conhece o município de codajás ,é um lugar muito bom para quem não gosta muito de barulho e gosta de um lugar calmo...então ta aí um otimo lugar pra morar...'espero ter ajudado um pouquinho'bjs...xau
Por: marcia cristynah

meu pais morram ai eu fui passa o natal ai adorei vir que a cidade se mordenizou esta otima com certeza vai ficar melhor minha filha gostou muito e fala que nas ferias vamos de novo
Por: geane ramos lopes

faz mais de 25 anos q eu não vou ai vejos a cidade do alto quando eu vou para urucu onde eu trbalho na perfuração de petroleo na enpreza queiroz galvao quero fotos da cidade mande para mim
Por: manoel messias carlos de souza

amo codajá a terra do açaí.moro em codajás e amo minha cidade.
Por: marlucia

apesas de não ser codajaense nata..mas me considero pois moro nessa cidade a 20 anos..vim do pará-santarém e aqui estou até hoje...tenho meus filhos que nasceram aqui e assim fui ficando..trabalho- faço faculdade e tenho um carinho muito especial por essa cidade que ja me sinto codajaense....codajás é hospitaleira e muita bonita...apesar dos pesares que codajas vem sofrendo...ainda sim é uma cidade bonota e calma...EU AMO CODAJÁS!
Por: ana neri

SOU FILHA DESSA CIDADE Q NAO SAI DO MEU CORAÇAO E NEM DA MINHA CABEÇA QUANDO FECHO OS OLHOS IMAGINO ESTAR NA PRAÇA OBSERVANDO AS PESSOA LINDAS E HOSPITALEIRA DE NATUREZA UMILDE MAIS ALEGRE!!!
Por: VANUZA DOS SANTOS

O QUE TEM DE MELHOR NESSA TERRA ALEM DO AÇAI QUE E O SEU CARTAO POSTAL SEM DUVIDAS SAO AS SEUS HOTEIS E SEU RIO MARAVILHOSO COM SEUS PEIXEIS DELICIOSOS!!!
Por: VANUZASOUZA DOS SANTOS

Muito bom mesmo codajás não tenho o que falar , familia de meu amigos são todos de codajás ,festa do açaí.fis bastante amigos e todos ano eu vou duas vezes no ano na festa e final de Ano.Tirando o acaí que não tem outro melhor. Me aguardem no Final de Ano 2011. Ass:Danilson
Por: Danilson

Codajas com certeza é a melhor em relação ao bom açai que só tem lá.E não tem coisa melhor do a ótima festa do açai,que a todo ano vem inovando para melhorar ainda mais.
Por: ezequias

0
hotéis, pousadas e serviços encontrados em Codajás
Fundação:
1875
Altitude:
47m
População:
16.016 habitantes
Área:
18.988,4km²
Densidade Demográfica:
0,84hab/km²
CEP:
69450-000

Envie seu comentário sobre Codajás

banner