Escolha uma cidade
HOME   |   CADASTRE-SE NO PORTAL   |   ÁREA PARA PARCEIROS   



Conhece Primeira Cruz?
seta piscando Deixe seu comentário!
Envie suas fotos!

Primeira Cruz

INFORMAÇÕES | FOTOS |VíDEOS | HOSPEDAGEM | RESTAURANTES | AGÊNCIA DE TURISMO | IMOBILIÁRIAS | LOCADORA DE VEÍCULOS | GUIAS DE TURISMO | OUTROS




Roteiros do Brasil

Região Lençóis Maranhenses

 

hspace=0 HISTÓRIA DA CIDADE

Tirante esse remoto evento, que antecede a fundação da cidade de São Luís (8-09-1612), quase nada se sabe da história primeira-cruzense inclusive no que se refere à própria formação do núcleo habitacional que deu origem à sede municipal. Primeira cruz foi elevada `a categoria de cidade e município em 1948, tendo seu território sido desmembrado de Humberto de Campos.

Significado do Nome

 

Segundo alguns historiadores, teria sido nesse município que os frades capuchinhos vindos com Daniel de la Touche plantaram a primeira cruz em terras do Maranhão, nome pelo qual ficou sendo conhecido o lugar em que se deu tal fato e , muito tempo depois, a cidade que ali surgiria.

Aniversário da Cidade

16 de Outubro

 CARACTERÍSTICAS 

Primeira Cruz, é um pequeno município localizado ao nordeste do litoral maranhense, porta de entrada do Parque Nacional dos Lençóis. É nessa região, que costumamos concentrar nossas pescarias em água salgada. A estrutura é basicamente de manguezais e entranças, estuários, rios e igarapés. Na ilha da Macacoeira,ao norte de Primeira Cruz, temos um rancho que é a nossa base e ponto de partida para vários pesqueiros. É também onde encontramos refúgio para o descanso da vida atribulada da cidade.

Clima 

O clima é quente, porém semi-úmido com quatro a cinco meses secos.

Temperatura Média

30º C 

 

 

hspace=0 COMO CHEGAR

Localização

Norte Maranhense 

Limites

 

Acesso Rodoviário

 

Distâncias

96 km da Capital 

hspace=0 TURISMO

Os rios Parnaíba e o Preguiças carregam grande quantidade de areia proveniente de seus leitos, e a descarregam no Oceano Atlântico. As correntes marítimas conduzem os grãos até às praias desertas de determinado trecho da costa do Maranhão. O vento incessante, que sopra mais forte entre os meses de agosto e novembro, forma dunas de até 50m de altura dando o toque final nessa obra-prima da natureza: Lençóis Maranhenses.O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses constitui o principal atrativo turístico da região, o percurso Barreirinhas-Lençóis é feito pelo rio Preguiças e dura aproximadamente quatro horas. O espetáculo da Morraria, como antes se chamava, se estende de perto da cidade até quilômetros acima da comunidade de Atins, num roteiro de mais de dez praias e dois pequenos lugarejos. Algumas praias com dunas de cinco metros de altura ocultando atraentes piscinas de água doce. Segundo a SEMA (Secretaria do Meio Ambiente) a forte ação dos ventos faz com que as dunas se movimentem cerca de 20 metros por ano ameaçando as comunidades vizinhas de soterramento.
Os ventos circulam com velocidade de até 70 Km/h, principalmente nos meses de Setembro e Outubro, e com as chuvas formam-se inúmeras piscinas de águas cristalinas, armazenadas com as chuvas do inverno.

Principais Pontos Turísticos

Ilha do Veado

Com os ranchos de pescadores e o povoado de Santaninha.

Parque Nacional dos Lençóis

Um Oásis de 155 mil hectares de areias, de uma natureza insólita, o Parque Nacional dos Lençóis é cheio de magia e beleza natural. Encravado no litoral nordeste maranhense, é tecnicamente considerado um deserto, porém diferente dos tradicionais, têm lagoas de águas cristalinas formadas entre as dunas na época das chuvas que acontece nos primeiros meses do ano, tais dunas alcançam até 20 metros. O Saara Brasileiro como é conhecido, possui ainda dois oásis localizados no meio do parque (Queimada, 6 km de extensão e 3 km de largura, composto por arbustos e frutos tropicais e o de Baixa Grande, com metade do tamanho do primeiro), que misteriosamente resistem ao deslocamento das dunas provocado pelos ventos alísios que sopram em direção ao continente. As dunas não são muito altas e se movimentam todo o tempo com o vento, dá impressão de estar estendendo um lençol gigante! As lagoas que ficam à beira do Oásis possuem águas claras e quentes. A população dos lençóis é constituída de pescadores tanto de residência fixa como pescadores chamados de pescadores de época ou, ainda que erroneamente, de nômades. Eles, nos meses chuvosos, épocas da cheia do rio, se abrigam em cabanas cobertas de palha de buriti do teto ao chão e vivem basicamente da pesca. Quando chega o verão, (época da seca) os peixes ficam escassos e as condições naturais não permitem a permanência, então eles se retiram em busca de outros meios de sobrevivência, principalmente a agricultura.

A Fauna

A fauna do parque é constituída de aves marinhas, de pássaros como: tetéu, garça, marrecas-de-asa-azul, paturi, gaivota etc. A vegetação é também influenciada pela ação dos ventos e das correntes marinhas. Por isso dentre as espécies vegetais ali encontradas estão os mangues que ainda são bem preservados, o carrapicho de roseta, buritizeiros, juçarais, entre outros que dependem das vazantes dos pequenos lagos para se proliferarem.
Responsável pela preservação de um ecossistema único de dunas, mangues e restingas, o Parque Nacional dos Lençóis está dividido pela embocadura do rio Piriá, onde ocorre a transição de duas áreas distintas: a oeste predominam as rias e, a leste, as formações arenosas que formam os chamados lençóis do litoral maranhense.
As rias são costas de recortes profundos, onde o mar é raso e as praias lodosas, com manguezais, dunas, restingas e pequenas falésias, enquanto os lençóis correspondente a uma série de dunas que se prolongam desde o Golfão Maranhense até a foz do Rio Parnaíba.

O Solo

o solo do parque é formado por depósitos aluvionares recentes, constituídos de cascalhos, areias e argilas. As dunas, fixas ou móveis, que ocorrem no litoral, avançam em direção ao continente até uma distância de 50 Km da costa. Devido ao represamento dos rios pelas marés, toda área é mal drenada e com alto teor de sais.
Na ponta noroeste do parque, onde estão os manguezais, a vegetação é formada pelo mangue vermelho(Rhizophora mangle), que pode alcançar até doze metros de altura, mangue-branco (Laguncularia racemosa) e mangues-siriuba (Avicenia tomentosa, Avicenua nitida).

Nas praias e dunas

Sob o efeito contínuo da água e dos ventos marinhos, a vegetação tem aspecto peculiar, destacando-se entre as espécies o campim-da-areia (remiria maritima),carrapicho-da-praia ou espinho-de-roseta (Acicarpha spathulata) e pimenteira (Cordia curassavica).
Já nas restinga ocorrem espécies não diretamente sujeitas ás marés, mas ainda sob influência do solo arenoso e da proximidade do oceano. São encontrados aí o cipó-de-leite (Oxypetalum sp), orquídea-da-restinga (Epidendrum ellipticum), erva-de-cascavel (Crotallaria striata), sumaré-da-areia (Cyrtopodium sp), araticum (Annona coriacea), janaúba (Plumieria sp), cebola-da-restinga (Clusia lanceolata) e mangabeira (Hancornia speciosa).
Nos mangues, além de inúmeras espécies de peixes, crustáceos e moluscos, pode-se observar as jacaretingas (Caiman crocodilus), que se alimentam preferencialmente de peixes. E, entre os mamíferos, há exemplares de veado-mateiro (mazama americana) e paca (Agouti paca).

 

hspace=0 EVENTOS

 

hspace=0 Informações Úteis

 

 

Prefeitura Municipal de Primeira Cruz.

 

hspace=0 

hspace=0 (98) 3368-1303 / 1123

hspace=0

hspace=0 

 

 

 

 

hspace=0

hspace=0 

 

hspace=0 

 

 

 

Créditos

Informações e fotos

Sites: www.famem.org.br

         www.cnm.org.br

         www.tarpon.br.tripod.com

         www.flickr.com.br


Conheça nossas opções de hotéis em Primeira Cruz e pousadas em Primeira Cruz para visitar Primeira Cruz.

Promova a cidade de Primeira Cruz no Férias. Envie-nos mais informações para alavancar sua cidade nesse novo contexto do turismo nacional!
Clique aqui.

 

 





 

HOME   |   CADASTRE-SE NO PORTAL   |   ÁREA PARA PARCEIROS   |   CONTATO

© Copyright 2014 - ferias.tur.br - Seu Portal de Turismo!