Escolha uma cidade
HOME   |   CADASTRE-SE NO PORTAL   |   ÁREA PARA PARCEIROS   



Conhece Caconde?
seta piscando Deixe seu comentário!
Envie suas fotos!

Caconde

INFORMAÇÕES | FOTOS |VíDEOS | HOSPEDAGEM | RESTAURANTES | AGÊNCIA DE TURISMO | IMOBILIÁRIAS | LOCADORA DE VEÍCULOS | GUIAS DE TURISMO | OUTROS




Roteiros do Brasil

Região Estradas e Bandeiras

hspace=0 HISTÓRIA DA CIDADE

O descobrimento do Município de Caconde é atribuído ao Capitão Pedro Franco Quaresma, que em 1755 estava no então arraial de Jacuí, bem próximo à região de Caconde. Entre os anos de 1755 a 1765 Capitão Quaresma esteve junto com outros Paulistas, fazendo descobertas na região entre o rio Sapucaí, o rio Grande, o rio Pardo e o caminho de Goiases e afluíram para essa região a procura de ouro.
A primeira notícia oficial da descoberta do território do atual Município de Caconde foi dada pelo então Sargento JERÔNIMO DIAS RIBEIRO a D. Luis Alexandre de Souza Menezes, governador de Santos, em carta datada de 20 de agosto de 1765. Os registros históricos de 1765 apontam como nome NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO DAS CABECEIRAS DO RIO PARDO. Este sertanista e militar desconhecia que o governo de São Paulo havia sido restabelecido e que era seu capitão general D. Luiz Alexandre de Souza Menezes, razão pela qual a carta foi enviada ao Governo de Santos.
Com a notícia da descoberta de ouro e de que este era farto (mas na verdade os resultados não foram auspiciosos), o povoado se desenvolve às margens do Ribeirão Bom Sucesso. Os mineradores abandonaram as catas, mas os que se dedicavam à agricultura permaneceram na região e outros agricultores chegaram as terras de cultura para cultivá-las.
O dia 02 de março de 1775 é a data que deve ser considerada como fundação da primitiva Freguesia, pois o primeiro livro de batizado foi aberto e datado nesta data. Foi criada pelo Padre Francisco Bueno de Azevedo e denomina-se FREQUEZIA DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO DO BOM SUCESSO DO RIO PARDO. De acordo com o Regimento das Minas era obrigatório que cada descoberta de mina recebesse o nome do santo, ou santa de devoção do descobridor.
A Paróquia de Caconde foi desmembrada da vigária de Mogi Mirim e segundo o historiador Adriano Campanhole, o dia exato da criação da Freguesia de Caconde, no Bom Sucesso, é 02 de março de 1775, data, também, que o Padre Bueno de Azevedo deve ter chegado no arraial. O primeiro batizado que se tem notícia tem data de 11 de junho.
Outra versão permite que a Igreja adote a data de 19 de março de 1775, que vem sendo comemorada, prevalecendo a emoção e a devoção sobre a historiografia, por ter havido festividades religiosas na freguesia, em 19 de março de 1775.
A florescente povoação entrou em decadência, em razão da escassez de ouro nas catas e faisqueiras, e a população transferiu-se para o local denominado Barra do Bom Jesus, no lugar denominado Silvas, distante 3 quilômetros da cidade, onde havia sido descoberto ouro por Inácio Preto de Morais no ano de 1781.
Entre essa data e 1820, com a escassez do ouro, tanto no Bom Sucesso, quanto no Bom Jesus, os que se dedicavam à agricultura permaneceram na terra e muitos outros vieram assenhorear-se do que restava, requerendo sesmarias, ou mesmo obtendo glebas por compra e posse. No ano de 1810/1811 verificaram-se numerosas posses e pedidos de sesmarias. O ciclo da agricultura predomina.
Existiu núcleo populacional no Bom Sucesso, outro em São Mateus e no Bom Jesus, mas a Igreja Matriz sempre esteve no Bom Sucesso. Permaneceu por alguns anos sem vigário e eclesiasticamente vinculada a Paróquia de Cabo Verde, como bairro do Bom Sucesso. Data de 27 de junho de 1820 o último falecimento registrado no livro de enterramentos no Cabo Verde e no Bom Sucesso. Nessa época a Igreja do Bom Sucesso já estava em ruínas e provavelmente os moradores já haviam solicitado a restauração da Freguezia ao visitador diocesano padre Antonio Marques Henrique quando este passou em Cabo Verde em 08/08/1918.
A iniciativa da restauração da Freguezia é do alferes Manoel Alves Moreira Barbosa, que em 29 de fevereiro de 1820 enviou carta, por ele assinada, ao capitão-mor de Mogi-Mirim, José dos Santos Cruz, pedindo apoio para obtenção de licença para construção de nova capela.
A restauração de Caconde é de 28 de junho de 1820, no local em que se encontra hoje.
A Paróquia não possuía patrimônio para construção da Igreja e Miguel da Silva Teixeira e sua mulher, Maria Antonia dos Santos doaram, 103 alqueires de terras, correspondente a um quarto de légua em quadra, a Nossa Senhora da Conceição, para construção da nova Igreja Matriz, em 28 de dezembro de 1822. Os doadores possuíam no total 1.022 alqueires de terra.
Doado o terreno, inicia-se a construção da Igreja Matriz, no local onde está hoje. Diz a tradição que a primeira missa foi celebrada em 24 de dezembro de 1824. Nesse dia, foi celebrada a missa inaugural do novo templo, apenas o altar-mor.
Entretanto, esse dado não é correto, pois essa data pode ter sido a missa de inauguração. Mas, em 19 de março de 1823, foi passada provisão ao Padre Carlos Luis de Melo, que passou a celebrar missas. A 08 de outubro, foi passada nova provisão e a provisão de funcionamento da Igreja é de maio de 1824.
Em 1828, a Igreja Matriz já obtivera provisão e benção e compunha-se, unicamente, de capela-mor.
A primitiva matriz possuía uma porta frontal e duas portas de cada lado, com degraus de pedra. Era coberta de telhas e possuía duas torres. Na parte frontal três varandas, com um cruzeiro na frente e junto dele um chafariz.
A Igreja passou por reformas no período de 1917 a 1920. Inicia-se, neste ano, a reforma das torres, desaparecendo as duas torres para construir apenas uma central, cuja obra terminou provavelmente em 1924.
Em 08 de dezembro de 1939, a Igreja já contava novamente com duas torres. Essas duas torres foram modificadas junto com a parte externa para alcançar estilo românico puro, sendo inaugurada em 19 de março de 1975, quando a paróquia festejou o segundo centenário.
Em 1828, a população do povoado era de 100 habitantes e 1600 em toda Freguezia. Pertencia a Mogi-Mirim. Após movimento para iniciar a vida política, em sessão de 06 de abril de 1828, a Câmara Municipal de Mogi-Mirim nomeou o Capitão Domiciano José de Souza para exercer o cargo de Juiz de Paz, José Barbosa Guimarães para suplente e Joaquim Alves Moreira para o cargo de escrivão. Nesse mesmo ano, a Câmara de Mogi Mirim autorizou na Freguezia de Caconde três eleitores e procedeu a qualificação dos eleitores que estariam aptos para eleger pelo voto direto o Juiz de Paz e seu suplente.
Em 08 de dezembro de 1828, na Igreja Matriz realizaram-se as primeiras eleições, presidida pelo juiz de paz Domiciano de Souza e pelo padre Carlos Luis de Melo. Foram eleitos: capitão Domiciano José de Souza, Vigilato José de Souza, Padre Carlos Luis de Melo, Flávio Antonio Martins Ferreira, José Custódio Dias, Francisco Ribeiro do Vale e Joaquim Alves Moreira.
O movimento para elevar a Freguezia de Caconde à Vila iniciou-se no ano de 1863, cujo projeto de lei foi apresentado na Assembléia pelo Deputado Casemiro Macedo e após inúmeras discussões foi aprovado em 31 de março de 1864. O presidente da província sancionou a Lei nº 6 em 5 de abril de 1864, elevando a Freguezia de Caconde à categoria de Vila.
A primeira eleição para Vereadores ocorreu em 7 de setembro de 1864, quando Caconde possuía 734 eleitores, sendo a Câmara Municipal instalada em 21 de janeiro de 1865.
Caconde pertenceu às comarcas de Jundiaí, 1775; Itu, 1811; Campinas, 1833; Franca, 1839; Mogi Mirim, 1852; Casa Branca, 1872.
Preocupada em ter uma justiça própria, em 10 de março de 1866, a Câmara Municipal iniciou o trabalho, visando à nomeação de um juiz formado para prestação da Justiça e desvinculado de Casa Branca. Este trabalho perdurou até 25 de fevereiro de 1874, quando o Deputado Antonio Pinheiro Hulha Cintra, em sessão de 25 de fevereiro de 1874, apresentou projeto de lei para destacar os termos de Caconde e São Sebastião da Boa Vista da Comarca de Casa Branca.
O projeto foi aprovado e sancionado a lei nº 10 em 24 de março de 1874, criando a comarca de Caconde.
Em 09 de março de 1883, foi sancionada a lei nº 10 de 09 de março de 1883, elevando à categoria de cidade a Vila de Caconde.
Em 05 de abril de 1966, Caconde foi constituída em Estância Climática, através da Lei Estadual nº 9.275, após aprovação de projeto de lei do Deputado Mantelli Neto.
 

Significado do Nome

 

Aniversário da Cidade:

cacondense  

Gentílico:

cacondense

População:

18.536 habitantes  

hspace=0 CARACTERÍSTICAS:

Caconde é uma cidade privilegiada pela natureza. Na área do Município encontram-se as mais belas cachoeiras, montanhas, rios, lagos e matas da região, fatores determinantes para o desenvolvimento do ecoturismo. Com 860m de altitude, ocupa uma posição privilegiada na serra da Mantiqueira. Com sua natureza exuberante, oferece um cenário de rara beleza, com centenas de espécies animais e vegetais da Mata Atlântica, que podem ser observadas em seu habitat natural.

Clima:

Ameno 

Temperatura Média:

20° C 

hspace=0 COMO CHEGAR:


Localização:

São João da Boa Vista   

Limites:

Ao Norte e Nordeste confronta com os municípios de Tapiratiba-SP e Muzambinho-MG.
A Leste confronta com Muzambinho-MG e Botelhos-MG.
A Sudeste confronta com Botelhos-MG e Poços de Caldas.
Ao Sul confronta com Poços de Caldas-MG e Divinolândia-SP.
A Oeste confronta com São José do Rio Pardo-SP. 

Acesso Rodoviário:

SP-348 (Rodovia dos Bandeirantes) / SP-330 (Rodovia Anhanguera) / SP-083 / SP-065 (Rodovia Dom Pedro I) / SP-340 (Rodovia Governador Ademar Pereira de Barros, Rodovia Deputado Mario Beni e Rodovia Professor Boanerges Nogueira de Lima) / SP-350 (Rodovia Eduardo Vicente Nasser) / SP-253 (Rodovia Deputado João Bravo Caldeira).

Distâncias:

Da Capital:

296 km

Outras:

 

 

hspace=0 TURISMO:

Resumo:


Principais Pontos Turísticos:

Parque Prainha

Parque Prainha: atendimento diário, passeio, 3000 pessoas, camping 150 barracas. Estrada Caconde - Divinolândia Km 6, estrada para os ranchos. Área mata nativa com praia fluvial e estrutura básica de lazer e segurança. Principal uso e movimentação: primavera e verão nos finais de semana e feriados, alcançando seu principal público.
 
Praça do Mirante

Local de atrativo panorâmico, esotérico, esportes como paraglinder e instalações e localização de cunho ecológico; capacidade de atendimento diário de 1.000 pessoas, com estrutura de banheiros e guarda.
 
Lago Usina Caconde

Esportes náuticos, clubes e ranchos para veraneio, além de propiciar a pesca como fonte de lazer, muito utilizado pela população regional em raio de 70 Km.
 
Usina Velha

Leito seco do Rio Pardo, ruínas da antiga casa das máquinas de uma hidroelétrica, lagos e cercada por matas nativa.
 
Cachoeira Santa Quitéria

Utilizada para banhos e pratica de esportes radicais, cercada por muito verde e mata nativa, com mais de 50 metros de queda.
 
Cachoeira Mumbuca

Cercada de muito verde e mata nativa, com 50 metros de queda, ficando bem próxima do Lago da Represa. 
 
Corredeiras do Rio Pardo

Beleza propícia para a prática de esportes radicais ligados à natureza como: canoagem, rafting e boiacross, oferecendo todos os níveis de dificuldade que atendem do calouro ao especialista.
 
Escarpas do Rossetto

Datadas da era pré-cambriana, com lendas e muitas histórias. Hoje apreciadas pela beleza utilizadas para a prática de escaladas e descidas no estilo Rappell.
 
Represa Caconde

São 30 Km² de lago artificial que se estende para além das fronteiras do município, até as proximidades da cidade mineira de Poços de Caldas, nas cabeceiras dos afluentes do Rio Pardo. A Represa sustenta a Usina de Caconde, que gera 80.400 KW. Faz-se necessário ressaltar que a Usina Caconde é considerada a 1º do Brasil a experimentar um escoadouro tipo funil e a Segunda do mundo em sistema de operação subterrânea.

Trilha e Capela do Pontal

Belíssimas paisagens silvestres. Local ideal para a realização de caminhadas por cachoeiras e pitoresca vegetação ribeirinha, acesso por trilhas. No topo encontramos a Capela, local histórico, antigo quilombo, vista panorâmica do Vale do Rio Pardo.

Trilha do Fuga

Trilha ecológica de rara beleza, antigo leito, hoje desviado do Rio Pardo. Excelente opção como atividade educativa com grande riqueza para estudos dos reinos animal, vegetal e mineral.
 
Morro Redentor

Um dos pontos mais altos da cidade, lá se encontra a estátua do Cristo Redentor. Mirante ideal para fotos panorâmicas, de onde se tem visão global da cidade.
 
Igreja Matriz

Construída em estilo romântico puro no ano de 1955. Possui três telas a óleo em estilo clássico do pintor cacondense Edmundo Migliaccio: Nossa Senhora da Glória, Imaculada Conceição e Jesus Crucificado datadas em 1961.  

hspace=0 EVENTOS:

Calendário de Janeiro a Dezembro:


 

hspace=0 Informações Úteis:

PREFEITURA MUNICIPAL DE CACONDE

E-mail: turismo@pmcaconde.sp.gov.br

Telefones: (PABX) (11) 3662-7199

Sites: http://www.cacondesp.com.br

SUB-PREFEITURA:

E-mail:

Telefone:

INFORMAÇÕES AO TURISTAS:

Santa Cruz TransportesS/A.

SAC: 0800-888-0809

Atendimento para
deficientes auditivos
SAC: 0800-880-0144

Site: http://www.viacaosantacruz.com.br

ENDEREÇO DO SITE OU PORTAL DA LOCALIDADE:

E-mail:

Telefone:


CARTÓRIOS: CIVIL, IMÓVEIS, TÍTULOS E DOCUMENTOS, OUTROS:

CARTÓRIO DE REGISTRO CIVIL DAS PESSOAS NATURAIS INTERDIÇÕES:

R Tiradentes 2 - Centro
Caconde, SP | CEP: 13770-000
Telefone: (19) 3662-2468

CARTÓRIO DE REGISTRO IMOVEIS TITULOS DOCUMENTOS CIVIL:

R Artur Jorge 84 - Centro
Caconde, SP | CEP: 13770-000
Telefone: (19) 3662-1777

TABELIÃO DE NOTAS E DE PROTESTO DE LETRAS E TITULOS:
 
R Washington Luiz 268 - Centro
Caconde, SP | CEP: 13770-000
Telefone: (19) 3662-1623 

CARTÓRIO ELEITORAL:

E-mail:

Telefone:

OUTRAS INFORMAÇÕES DE TELEFONES E E-MAILS:

HOSPITAIS: (11) 3662-1711 

CORPO DE BOMBEIROS: 193

DELEGACIA DE POLÍCIA:

OUTROS:

E-mails e telefones:

Sites: http://www.guiamais.com.br

PESSOAS ILUSTRES NASCIDAS NA LOCALIDADE:

 

OUTRAS INFORMAÇÕES ÚTEIS DA LOCALIDADE:


 


Conheça nossas opções de hotéis em Caconde e pousadas em Caconde para visitar Caconde.

Promova a cidade de Caconde no Férias. Envie-nos mais informações para alavancar sua cidade nesse novo contexto do turismo nacional!
Clique aqui.

 

 





 

HOME   |   CADASTRE-SE NO PORTAL   |   ÁREA PARA PARCEIROS   |   CONTATO

© Copyright 2014 - ferias.tur.br - Seu Portal de Turismo!