Escolha uma cidade
HOME   |   CADASTRE-SE NO PORTAL   |   ÁREA PARA PARCEIROS   



Conhece Américo Brasiliense?
seta piscando Deixe seu comentário!
Envie suas fotos!

Américo Brasiliense

INFORMAÇÕES | FOTOS |VíDEOS | HOSPEDAGEM | RESTAURANTES | AGÊNCIA DE TURISMO | IMOBILIÁRIAS | LOCADORA DE VEÍCULOS | GUIAS DE TURISMO | OUTROS




Roteiros do Brasil

Região Centro Norte Paulista

"Cidade Doçura"

hspace=0 HISTÓRIA DA CIDADE

No século XVIII, a província de São Paulo dividia-se em duas regiões. A margem esquerda do rio Piracicaba, ao sul do Estado, uma região agrícola e povoada; e com a descoberta das minas de ouro em Cuiabá, Mato Grosso, no início do mesmo século, começou a ocupação das terras na margem direita do rio, ou seja: a região norte, tida como um grande sertão.
A distância contribuiu para que esta região ficasse por um longo tempo isolada e habitada somente por índios. Mas, como ela era o caminho às minas de ouro da região central do país, despertou-na o interesse de aventureiros. Os primeiros contatos entre “brancos” e índios não foram documentados. O reconhecimento de grupos indígenas que ocuparam a região é bastante obscuro.
Existem afirmações de que o povoamento da região ocorreu de forma violenta. Segundo tese defendida pelo sociólogo, Florestan Fernandes, há três hipóteses com relação à reação do índio diante da invasão branca: primeiro, preservando a autonomia tribal por meios violentos, expulsando o branco; segundo, passivamente tornando-se “aliado” ou “escravo”; e, terceiro, em defesa da autonomia tribal o índio teria se deslocado para áreas onde o branco não pudesse exercer um domínio efetivo.
Ao que tudo indica, sendo a região muito pobre, a segunda hipótese é a mais provável devido ao tipo de economia que havia: plantações de feijão, de mandioca e de milho; utilização do mel, da cera e outros. Então, a dominação do branco imposta pela violência elimina qualquer possibilidade de uma colonização passiva.
No início da década de 60 os políticos da época lutavam pela emancipação político - administrativa do município, nomes como o de Caetano Nigro, Paulo Abi-Jaudi, Salvador Carmen Romania, secundo Della Rovere, João Alves Carneiro, João Onofre, Aroldo Bombo, Antonio Pavan, Novenio Pavan, Benedito Nicolau de Marino e demais.
Através do deputado Federal PACHECO CHAVES, foi encaminhado à Assembléia Legislativa Estadual toda documentação necessária a realização do plebiscito, que teve aprovação unanime da população, hoje ameriliense.
Em 21 de março de 1965,  foi instalado, sob a presidência do Senhor Doutor Francisco Loffredo Junior, Meritíssimo Juiz de Direito da 1ª Vara e Diretor do Forum da Comarca de Araraquara, o MUNICÍPIO DE AMÉRICO BRASILIENSE.

Significado do Nome

A cidade leva esse título devido à atividade canavieira predominar no município, sendo essa a principal fonte da economia. 

Aniversário da Cidade:

21 de Março

Gentílico:

ameriliense

População:

28.287 de habitantes  

hspace=0 CARACTERÍSTICAS:

Cidade acolhedora, bastante aconchegante, tranquila e com belos locais para passear. Passe suas férias e tenha dias agradáveis na cidade de Américo Brasiliense, serão dias inesquecíveis.

Clima:

Subtropical

Temperatura Média:

22º C 

hspace=0 COMO CHEGAR:

Localização:

Região central do Estado de São Paulo  

Limites:

Araraquara, São Carlos e Santa Lúcia.

Acesso Rodoviário:

SP-310  

Distâncias:

Da Capital:

280 Km 

Outras:

Araraquara (13 km)

Ribeirão Preto (70 km) 

hspace=0 TURISMO:

Resumo:

Principais Pontos Turísticos:

Estação Ferroviária
   
Cia. Paulista de Estradas de Ferro (1892-1971)
FEPASA (1971-1998)
AMÉRICO BRASILIENSE
Município de Américo Brasiliense, SP
Linha-tronco - km 265,442 (1958) - SP-0903
Inauguração: 01.04.1892
Uso atual: seção da Prefeitura - com trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d
 
HISTÓRICO DA LINHA: A linha-tronco da Cia. Paulista foi aberta com seu primeiro trecho, Jundiaí-Campinas, em 1872. A partir daí, foi prolongada até Rio Claro, em 1876, e depois continuou com a aquisição da E. F. Rio-Clarense, em 1892. Prosseguiu por sua linha, depois de expandi-la para bitola larga, até São Carlos (1922) e Rincão (1928). Com a compra da seção leste da São Paulo-Goiaz (1927), expandiu a bitola larga por suas linhas, atravessando o rio Mogi-Guaçu até Passagem, e cruzando-o de volta até Bebedouro (1929), chegando finalmente a Colômbia, no rio Grande (1930), onde estacionou. Em 1971, a FEPASA passou a controlar a linha. Trens de passageiros trafegaram pela linha até março de 2001, nos últimos anos apenas no trecho Campinas-Araraquara.
 
A ESTAÇÃO: A estação de Américo Brasiliense foi aberta em 1892, com seu nome homenageando um dos Presidentes (hoje chamados de Governadores) do Estado de São Paulo. Assim era descrito o local em 1897, cinco anos depois da abertura da estação: "Americo Brasiliense é uma bela povoação com cerca de cinquenta casas, construídas de tijolos e gosto moderno (...)" (Anna Maria Martinez Corrêa: Araraquara, 1720-1930 - Um capítulo da história do café em S"ao Paulo, Ed. Cultura Acadêmiva, 2008)A estação já foi desativada há muitos anos, embora embarcasse e desembarcasse passageiros até 1997. 

hspace=0 EVENTOS:

Calendário de Janeiro a Dezembro:

 

hspace=0 Informações Úteis:

PREFEITURA: MUNICIPAL DE AMÉRICO BRASILIENSE

E-mail: gabinete@americobrasiliense.sp.gov.br

Telefones: (16) 3393-9600

Sites: www.americobrasiliense.sp.gov.br

SUB-PREFEITURA:

E-mail:

Telefone:

INFORMAÇÕES AO TURISTAS:

EMPRESAS DE ÔNIBUS DA REGIÃO:

Empresa Cruz Ltda.:
 
Endereço: Praça Pedro de Toledo, 24 - Centro 
Fone: (16) 3392-1324
Horário: 2ª a 6ªfeira das 6:30 às 11:00 / 14:30 às 18:00 - Sábado das 6:30 às 10:30

E-mail: empresacruz@empresacruz.com.br

Site: http://www.empresacruz.com.br

Viação Garcia:

Av Brasil, 1360 box 9 Rodoviária - Vila São Jorge
Presidente Prudente-SP - CEP: 19013-000
Telefone: (18) 3223-2793

Site: http://www.viacaogarcia.com.br

ENDEREÇO DO SITE OU PORTAL DA LOCALIDADE:

E-mail:

Telefone:

CARTÓRIOS: CIVIL, IMÓVEIS, TÍTULOS E DOCUMENTOS, OUTROS:

CARTÓRIO DO REGISTRO CIVIL E ANEXOS AMERICO BRASILIENSE:

R Manoel Borba 728 - Núcleo Residencial S Poço Guimarães
Américo Brasiliense-SP - CEP: 14820-000
Telefone: (16) 3392-1457

CARTÓRIO ELEITORAL:

E-mail:

Telefone:

OUTRAS INFORMAÇÕES DE TELEFONES E E-MAILS:

HOSPITAIS: (16) 3392-2992

CORPO DE BOMBEIROS: 193

DELEGACIA DE POLÍCIA: (16) 3392-1112

OUTROS:

E-mails e telefones:

Sites: http://www.guiamais.com.br

http://www.camaraamericobrasiliense.sp.gov.br/

PESSOAS ILUSTRES NASCIDAS NA LOCALIDADE:

 

OUTRAS INFORMAÇÕES ÚTEIS DA LOCALIDADE:



 


Conheça nossas opções de hotéis em Américo Brasiliense e pousadas em Américo Brasiliense para visitar Américo Brasiliense.

Promova a cidade de Américo Brasiliense no Férias. Envie-nos mais informações para alavancar sua cidade nesse novo contexto do turismo nacional!
Clique aqui.

 

 





 

HOME   |   CADASTRE-SE NO PORTAL   |   ÁREA PARA PARCEIROS   |   CONTATO

© Copyright 2014 - ferias.tur.br - Seu Portal de Turismo!