Escolha uma cidade
HOME   |   CADASTRE-SE NO PORTAL   |   ÁREA PARA PARCEIROS   



Conhece Mutuípe?
seta piscando Deixe seu comentário!
Envie suas fotos!

Mutuípe

INFORMAÇÕES | FOTOS |VíDEOS | HOSPEDAGEM | RESTAURANTES | AGÊNCIA DE TURISMO | IMOBILIÁRIAS | LOCADORA DE VEÍCULOS | GUIAS DE TURISMO | OUTROS




Roteiros do Brasil

Região Vale do Jiquiriçá

hspace=0 HISTÓRIA DA CIDADE

Originou-se de uma aldeia de Índios Cariris, adquirida por volta de 1860 uma área por Manuel João da Rocha que passou a ser conhecida por fazenda Mutum, nome dado pela abundância dessa espécie de aves no local.
A fertilidade do solo que trouxe o desenvolvimento de culturas de fumo, café e mandioca nas proximidade do rio Jiquiriçá, assim como também a cultura da cana-de-açúcar e criação de gado para atender a demanda do Recôncavo açucareiro, aliados ao espírito acolhedor dos primeiros povoadores concorreram para o desenvolvimento inicial do arraial.
Fator decisivo para o seu desenvolvimento foi a chegada da linha férrea em 1905, através dos trilhos da Train Road de Nazaré, no seu avanço para o sudoeste baiano até Jequié. Promovendo não só o transporte de pessoas mais também o escoamento da produção cafeeira do vale e a sua integração com as outras localidades e principais centros regionais.
No dia 30 de Setembro de 1910 o Governador João Ferreira de Araújo Pinho, através da Lei Número 778 decretou a transferência da sede do Distrito de Paz do Riacho da Cruz para o povoado Mutum. Com a criação do município de Jiquiriçá, o Distrito de Mutum ficou pertencendo a este Município.
O desenvolvimento da Vila Mutum foi prejudicado por duas calamidades: a enchente do Rio Jiquiriçá em 1914 e o surto epidêmico da varíola em 1919. Após superar esses obstáculos, a Vila Mutum começou a crescer, através do desenvolvimento da lavoura e do comércio sendo elevada da categoria de Vila do povoado Mutum para a denominação Mutuípe pelo Governador Marques de Gois Calmon, na conformidade da Lei Número 1882, de 26 de julho de 1926. O Movimento autonomista foi liderado pelo Dr. Bartolomeu Antero Chaves. E sua posse jurídica ocorreu em 12 de outubro de 1926.
Nos anos 30, a queda do café no mercado externo, provocou uma forte retração na economia do vale com a transferência de capitais e a concentração de terras para a criação de gado. A proibição da exportação de café de terreiro e do fechamento da ferrovia na década de 60, houve um retrocesso econômico. Mais tarde chega a CEPLAC buscando retornar o nível de desenvolvimento anterior agora com a expressão da lavoura cacaueira na década de 70 em diante.
Considerando o período áureo do cacau, houve até um acerta prosperidade no município, mas com os vários planos de estabilidade da moeda e a queda dos preços nos últimos 20 anos, hoje encontramo-nos em situação latente de falência. Em Virtude disto, houve uma emigração acelerada e sem ordenamento da zona rural para a zona urbana, alem daqueles que saíram do município deslocando-se para os grandes centros urbanos (São Paulo e Salvador) causando o empobrecimento acelerado da população existente, atingindo mais de 80%.
Esse deslocamento desordenado da zona rural para a zona urbana, desarticulou as famílias forçando estas mais carentes com seus filhos a ficarem excluídos do engajamento social. 

Significado do Nome

 

Aniversário da Cidade:

 

Gentílico:

mutuipense

População: 

21.466 habitantes

hspace=0 CARACTERÍSTICAS:


Clima: 

 

Temperatura Média: 

 

hspace=0 COMO CHEGAR:


Localização:

Centro Sul-Baiano 

Limites:

 

Acesso Rodoviário:

 

Distâncias:

Da Capital: 

235 Km por Rodovia de Salvador e 165 Km do Ferry Boat. 

Outras: 

 

hspace=0 TURISMO:

Resumo:


Principais Pontos Turísticos:

Antiga Estação FerroviáriaAvenida Dr. Bartolomeu Chaves

 

Data de criação: Final do século XIX
Prédio cuja construção foi destinada ao embarque e desembarque de passageiros de linhas férreas. Desativado devido a extinção da ferrovia, serve atualmente de sede a uma associação de assistência social.
Mantenedor: APMI – Associação de Proteção à Maternidade e Infância.

Escola de 1º Grau Rui BarbosaAvenida Bartolomeu Chaves

Data de criação: Meados do século XX
Monumento arquitetônico em estilo popular, cuja importância maior deve-se à formação dada a estudantes que se tornaram pessoas ilustres na comunidade.
Mantenedor: Governo do Estado da Bahia.

Obelisco

Praça Góes Calmon
Data de criação: Início do século XX
Monumento de desenho piramidal, apontado para o céu, simbolizando a grandeza de Mutuípe. Constitui-se em importante marco da emancipação política do município.
Mantenedor: Prefeitura Municipal de Mutuípe

Ponte do Arco

Praças Góes Calmon e da Bandeira
Data de criação: Início do século XX
Ponte sobre o rio Jiquiriçá construída para o acesso de pedestres e carros-de-boi.
Mantenedor: Prefeitura Municipal de Mutuípe

Palmeiras Coloniais

Praça da Bandeira e avenida Dr. Bartolomeu Chaves
Data de criação-. Início do século XX
Mantenedor: Prefeitura Municipal de Mutuípe.

Rio Jiquiriçá

Marco principal do município, que passa por momentos difíceis, devido ao excesso de esgotos que nele são lançados. Há atualmente dois grandes projetos visando o resgate do rio: Projeto Verde Vale e Consórcio.  

 

hspace=0 EVENTOS:

Calendário de Janeiro a Dezembro:

 Junho

24 - São João – Esta festa junina aos longos dos anos, foi perdendo tradição da festa popular. Atualmente a Comunidade e a Prefeitura reconhecem a necessidade de manter a tradição, resgatando a manifestação na rua, com troca de comidas, barracas, fogueiras e todos os atrativos juninos típicos do interior.

 Agosto

16 - Festa de São Roque - Padroeiro da cidade, feriado Municipal com quermesses e missas durante o dia.

 Setembro

07 - Cavalgada de Mutuípe - Está se firmando no calendário da cidade onde os participantes cavalgam até outros povoados.

31 - Dia do Evangélico – A ocasião fortalece o sentimento de solidariedade ao próximo e a fé no criador. Ocorre o encontro de várias denominações da igreja evangélica, com shows, cultos, orações etc.

 Outubro

12 - Aniversário da Cidade – É realizada a Micareta da cidade com a presença de bandas da capital. 

hspace=0 INFORMAÇÕES ÚTEIS:

PREFEITURA MUNICIPAL DE MUTUÍPE

E-mail:

Telefones: (75) 3635-1416

Sites: http://www.mutuipe.com/2010/

SUB-PREFEITURA:

E-mail:

Telefone:

INFORMAÇÕES AO TURISTA:

Terminal Rodoviário de Salvador

 

Telefone: (71) 3460-8300 

 

ENDEREÇO DO SITE OU PORTAL DA LOCALIDADE:

E-mail:

Telefone:

CARTÓRIOS: CIVIL, IMÓVEIS, TÍTULOS E DOCUMENTOS, OUTROS:

OFÍCIO DO REGISTRO CIVIL DAS PESSOAS NATURAIS:

E-mail:

Telefones:  (75) 3635-2273 / 3635-2286

Sites: http://portal.mj.gov.br/

CARTÓRIO ELEITORAL:

E-mail:

Telefone:

OUTRAS INFORMAÇÕES DE TELEFONES E E-MAILS:

HOSPITAIS:

CORPO DE BOMBEIROS: 193

DELEGACIA DE POLÍCIA:

OUTROS:

E-mails e telefones:

Sites: http://pt.wikipedia.org

PESSOAS ILUSTRES NASCIDAS NA LOCALIDADE:

 

OUTRAS INFORMAÇÕES ÚTEIS DA LOCALIDADE: 

 


Conheça nossas opções de hotéis em Mutuípe e pousadas em Mutuípe para visitar Mutuípe.

Promova a cidade de Mutuípe no Férias. Envie-nos mais informações para alavancar sua cidade nesse novo contexto do turismo nacional!
Clique aqui.

 

 





 

HOME   |   CADASTRE-SE NO PORTAL   |   ÁREA PARA PARCEIROS   |   CONTATO

© Copyright 2014 - ferias.tur.br - Seu Portal de Turismo!