Escolha uma cidade
HOME   |   CADASTRE-SE NO PORTAL   |   ÁREA PARA PARCEIROS   



Conhece Mata de São João?
seta piscando Deixe seu comentário!
Envie suas fotos!

Mata de São João

INFORMAÇÕES | FOTOS |VíDEOS | HOSPEDAGEM | RESTAURANTES | AGÊNCIA DE TURISMO | IMOBILIÁRIAS | LOCADORA DE VEÍCULOS | GUIAS DE TURISMO | OUTROS




 

 

ROTEIROS DO BRASIL

Região Costa dos Coqueiros


"SUB-SEDE DA COPA 2014"

hspace=0 HISTÓRIA DA CIDADE:

Em 1551, a região hoje conhecida como Praia do Forte estava inserida na enseada de Tatuapara e era de grande importância estratégica para a colônia que se formava a partir da cidade de São Salvador. Naquela época, Garcia DÁvila, o jovem almoxarife que veio em 1549 com Tomé de Souza, primeiro Governador Geral do Brasil, iniciou a construção da Casa da Torre (Torre Singela de São Pedro de Rates), um edifício de características arquitetônicas medievais que, entre outros objetivos, servia de posto avançado para observação dos navios que se aproximavam do recém descoberto e cobiçado Brasil, além de ser uma base para a formação e ponto de partida das entradas e bandeiras, atividades essas que acabaram por estabelecer o maior latifúndio do mundo, compreendendo 800.000 km2 (1/10 da área total do País) de fazendas para criação de gado e plantio de coco, estendendo-se da Bahia até o Maranhão. Essa construção, composta por uma casa grande com elevação em forma de torre e uma capela, ficava a 70 m acima do nível do mar, a 2,5 km da praia e a 3 km da vila de pescadores, a qual se transformou na atual Praia do Forte. Do posto de sentinela avançada surgiu, provavelmente, o primeiro serviço de comunicação das Américas, uma vez que, se avistada alguma nau de bandeira não amiga, um cavaleiro partia em rápido galope na direção da cidade de São Salvador, distante 80 km, para que providências de defesa fossem tomadas. Somente em 1624 as obras do chamado Castelo de Garcia DÁvila foram totalmente concluídas, através do seu neto Francisco Garcia DÁvila. As gerações que sucederam ao fundador da dinastia exerceram o seu poder e influência até, praticamente, os primeiros passos da República. Hoje, as ruínas que restaram do valioso patrimônio histórico e arquitetônico, estão sendo restauradas pela Fundação Garcia DÁvila e encontram-se abertas para visita, mediante aquisição de ingresso e cuja arrecadação é destinada à conservação do Sítio. Embora sem dados muito precisos, é possível que a formação da Vila tenha começado em torno de um Forte construído para proteger o porto, o qual não era avistado pela Casa da Torre de Garcia DÁvila. Além de elemento de segurança, o Forte também tinha a função de armazenar mercadorias que chegavam pelo mar e que seriam posteriormente enviadas para Salvador. Com a chegada de mudas de coco, a nova cultura atraiu muitas famílias para a região, cabendo aos homens o plantio e colheita e às mulheres e crianças o seu beneficiamento (óleo da fruta e, das palmas, chapéus e cobertura para telhados). Muitos desses homens acabaram por tornarem-se marinheiros que tinham a função de atravessar pessoas e mercadorias através do rio Pojuca e outros tantos viraram pescadores, construindo primitivas habitações próximas ao Forte, dando origem à Vila, cujas características estão longe do que se apresenta hoje, embora restem algumas raras e antigas construções que foram modernizadas ao longo do tempo, com estrutura de tijolos e telhas cerâmicas.  

Significado do Nome:

Conta-se que Mata de São João, durante muitos anos, teve o nome de São João da Mata, sendo depois denominada de Mata de São João graças a João Lopo de Mesquita, que devastou matas e abriu estradas entre 1649 e 1659.

Aniversário da Cidade:

15 de Abril 

Gentílico:

matense

População:

44.538 habitantes  censo IBGE/2013

hspace=0 CARACTERÍSTICAS:

A "Costa dos Coqueiros", na qual se insere a região litorânea do município, é conhecida no mundo inteiro pela beleza de suas praias, pela ocorrência de sol o ano todo e por sua natureza exuberante. A região litorânea do município começa em Praia do Forte, ao sul, e vai até Costa do Sauipe, ao norte, possuindo 28 quilômetros de litoral e reservas naturais. É uma área que une a simplicidade dos vilarejos baianos com a sofisticação de algumas das maiores redes de hotéis do mundo.

Clima:

Quente e Úmido 

Temperatura Média:

25º C  

hspace=0 COMO CHEGAR:

Localização:

Litoral Norte do Estado da Bahia   

Limites:

Entre Rios, Itanagra, Pojuca, São Sebastião, Camaçari, Dias dÁvila e Oceano Atlântico.  

Acesso Rodoviário:

BA-099   

Distâncias:

-Aracaju/SE - 267 km

-Águas de Lindóia/SP - 1.835 km

-Belo Horizonte/MG - 1.350 km

-Brasília/DF - 1.441 km

-Campinas/SP - 1.928 km

-Cotia/SP - 1.957 km

-Cuiabá/MT - 2.509 km

-Curitiba/PR - 2.329 km

-Fortaleza/CE - 1.167 km

-Foz do Iguaçu/PR - 2.771 km

-Guarujá/SP - 2.014 km

-Guarulhos/SP - 1.921 km

-Itu/SP - 1.967 km

-Maceió/AL - 525 km

-Manaus/AM - 4.810 km

-Mangaratiba/RJ - 1.696 km

-Mogi das Cruzes/SP - 1.981 km

-Natal/RN - 1.034 km

-Porto Alegre/RS - 3.056 km

-Porto Feliz/SP - 2.000 km

-Porto Seguro/BA - 708 km

-Praia do Forte/BA - 67,4 km

-Recife/PE - 751 km

-Ribeirão Preto/SP - 1.815 km

-Rio de Janeiro/RJ - 1.626 km

-Salvador/BA - 62,8 km

-Santa Cruz Cabrália/BA - 706 km

-Santos-SP - 1.998 km

-São Paulo/SP - 1.931 km

-Sete Lagoas/MG - 1.343 km

-Sorocaba/SP - 2.013 km

-Teresópolis/RJ - 1.528 km

-Vespasiano/MG - 1.367 km

-Viamão/RS - 3.046 km

-Vitória/ES - 1.164 km

hspace=0 TURISMO:

Resumo:

São mais de 12 km de de praias com várias piscinas naturais formadas por arrecifes ao longo da costa. Os coqueiros vegetação predominante nesta região fazem o visual ficar ainda melhor. Curtir as praias e as belas paisagens são um convite ao relaxamento. Uma das principais atrações da cidade é visitar a sede do Projeto Tamar organizacão voltada para preservação e estudo das tartarugas marinhas. Lá é possível conhecer de perto estes pequenos animais e descobrir inclusive que alguns deles não são tão pequenos assim e podem chegar a mais de 3 metros de comprimento. O pequeno vilarejo é formado basicamente por nativos locais pescadores artesãos e pequenos empreendedores de várias regiões do Brasil e exterior que apaixanados pela beleza da região vêm desenvolvendo o comércio e serviços locais dentre eles barzinhos e restaurantes que oferecem diversas opções principalmente a base de frutos do mar.

Principais Pontos Turísticos:

-Praia de Diogo

  -Situada a apenas 6,5km de Imbassaí, na linha verde, Diogo é uma pequena vila onde agricultores e pescadores convivem em plena harmonia com a natureza. O artesanato tem seu lugar de destaque, graças à piaçava da região e a perícia das mulheres da aldeia, que desenvolvem um trabalho realmente muito bonito. A praia apresenta as mesmas características das demais na região, com coqueiros, dunas e areias extensas.

-Praia de Santo Antônio

  -A praia é paradisíaca, isolada por extensas dunas e coqueirais. Para chegar ao local, o visitante deve percorrer 5km a partir da Vila de Diogo, e depois enfrentar mais 25 minutos de caminhada em meio às dunas. Neste ponto, descortina-se um povoado bem pitoresco, que circula a Praia de Santo Antônio. Artigos confeccionados com palha de coqueiros movimentam a economia local, e podem ser encontrados para a venda.

-Cachoeira de Dona Zilda

  -Na Fazenda Santo Antônio, as águas cristalinas do Rio Imbassaí Pequeno formam um conjunto de corredeiras e pequena queda d'água, proporcionando banhos deliciosos em meio a uma vegetação de coqueiros, cajueiros, árvores nativas da restinga e áreas de pastagem. O local dispõe de estacionamento para veículos. É cobrada uma pequena taxa para manutenção e limpeza. Dicas: caso o acesso esteja fechado, entrar em contato com os donos que moram em frente à entrada da propriedade. Como chegar: fica no km 10 da rodovia BA-099, sentido norte. A entrada, à esquerda, é bem em frente ao acesso para Imbassaí. A estrada, de terra e em boas condições, leva ao povoado de Barro Branco. A entrada para a cachoeira fica a 800 m do asfalto.

-Cachoeira do Rio Pojuca

  -Por entre a vegetação de transição entre a restinga e a Mata Atlântica, dentro da Reserva Florestal da Sapiranga, as corredeiras do Rio Pojuca garantem um banho inesquecível em meio a uma das maiores biodiversidades do planeta; um verdadeiro paraíso ecológico. O visitante pode optar por algo mais radical, como o "bóia-cross" nas corredeiras, ou simplesmente desfrutar de uma hidromassagem natural. Dica: em meio à bela paisagem, também se destacam os "jiquis", armadilhas sustentadas por pequeninas pontes de madeira que atravessam as corredeiras; resquícios da técnica herdada dos indígenas para a pesca de tainhas e robalos.

-Lagoa e Ilha Timeantube

  -Para os amantes da natureza, a Lagoa de Timeantube é um passeio imperdível na Praia do Forte. As águas calmas do rio Iaçu se espalham na várzea e são um convite para um gostoso passeio de caiaque ou de barco, curtindo a natureza ao redor. Aves das mais variadas espécies contemplam o visitante enquanto recortam o belo céu de um azul sem fim. Pica-paus, jaçanãs, beija-flores e papagaios do mangue são presença constante entre as mais de 245 aves já catalogadas na região. Saia munido de máquina fotográfica e binóculos para melhor observação dos pássaros em seus bailes aéreos na Ilha de Timeantube. Aproveite também para aportar na ilha e desvendar suas trilhas e mistérios.
As excursões são organizadas uma vez por semana, em grupos de, no máximo, quatro pessoas.

-Lagoa Jauara

  -Protegida por um cordão de dunas, entre Imbassaí e Praia do Forte, a lagoa encanta os visitantes não só pela paisagem de seus arredores, mas também pelas suas águas de tom ferruginoso.
Como chegar: O caminho até ela pode ser feito a pé e a cavalo, são 2 km até Imbassaí, e 8 km a partir da Praia do Forte.

-Rio Imbassaí e Rio Barroso

  -Principal rio local, o Imbassaí é responsável pela maioria dos passeios e aventuras na região. Ao longo do seu curso, corredeiras cercadas por dunas e por um extenso coqueiral desenham uma bela paisagem e são ideais para banho e pesca. Adiante, o rio forma a Praia de Areinha, com um poço raso e calmo, ideal para banho. A praia fluvial fica dentro da Vila de Areal e oferece razoável infra-estrutura, com bar, restaurante e camping. Em sua foz, próxima à vila turística de Imbassaí, existe um razoável número de bares e barracas. Algumas, inclusive, oferecem caiaques para aluguel, proporcionando passeios divertidos no curso do rio. Como há muitas dunas nos arredores, o sandboard é uma boa pedida para quem gosta de aventura.
A região ainda dispõe do Rio Barroso, que corre paralelo ao mar e possui inúmeras barracas de praia ao longo do seu curso, especializadas em pratos típicos como o bolinho de peixe e a lambreta acebolada.
Mais ao interior, o Rio Imbassaí Pequeno e Cachoeira de Dona Zilda são ideais para um delicioso banho em família.

-Rio Pojuca

  -Rodeado por reservas de manguezais, entre resquícios de mata ciliar, o Rio Pojuca é uma das divisórias naturais da Praia do Forte. Suas águas, ora calmas, ora de fortes corredeiras, são propícias para banhos relaxantes e para a prática do rafting. Reservatório natural de peixes, o Pojuca é indicado para a pesca de bagre, xaréu, peixe espada, robalo e caranha, além de camarões e pitus. Ainda hoje, os pescadores locais utilizam técnicas tradicionais, como os "jiquis" - artefatos de cipó - especialmente em Sete Pontes, onde as pontes de madeiras são o ponto preferido dos nativos para a coleta do pescado nos "jiquis". Deste ponto é possível contemplar, também, as corredeiras selvagens do rio.
Os passeios de barco partem da foz do Pojuca, e seguem rio acima até às famosas corredeiras. É imprescindível o uso de coletes salva-vidas. Se preferir, pode seguir a pé por trilhas em meio à mata.

-Aruá

  -Aruá é um pedacinho do céu em Mata de São João.
Um lugar ideal para relaxar, esquecer o mundo e aproveitar o máximo as suas belezas naturais.
Os turistas se encantam com sua beleza rústica, o ar saudável e o verde por todos os lados.
Mergulhos e banhos de sol junto à lagoa fazem a alegria dos visitantes.
A infra-estrutura do local é rústica, mas confortável. A culinária à base de peixes e mariscos tem um sabor todo especial, com pitadas baianas de dendê e pimenta.
A vista da lagoa de Aruá é um espetáculo à parte, principalmente no pôr do sol. Você também vai se encantar.
É um privilégio: aqui você preserva sua paz, preserva sua tranqüilidade. Junto à lagoa de Aruá você vai viver e não ter a vergonha de ser feliz.

-Baleias Jubarte

  -Todos os anos, entre os meses de julho e novembro, o extremo sul da Bahia recebe ilustres visitantes em seu litoral. As gigantes baleias Jubarte, que podem chegar até 16 metros de comprimento e 40 toneladas, percorrem uma longa jornada de cerca de 5000 km, em busca das águas quentes e cristalinas da região, ideais para a reprodução e para as primeiras aventuras de seus filhotes.
Lazer predileto de muitos turistas que buscam Abrolhos nesta época, a "baleada", nome dado ao ato de observar as baleias, é um programa inesquecível. As Jubarte, também chamadas de "baleias cantoras" ou "baleias acrobatas", encantam pela docilidade demonstrada ao se aproximarem das embarcações, fazendo belos movimentos e emitindo sons, que pressupõem o momento de seu acasalamento.
Fugindo das águas gélidas da Antártida, as jubarte aqui, ficam bem longe de seus implacáveis predadores naturais, as Orcas e os grandes tubarões, que não se dão bem com o regime de corais.
A cada ano, o Instituto Baleia Jubarte (organização não governamental com sede em Caravelas) realiza um monitoramento e estudo da população das baleias, que na última medição ultrapassou a expressiva marca de 1000 animais.
No entanto, ao longo da história, esses mamíferos foram quase extintos na costa brasileira, fato somente evitado pela lei 7.643, de 1987, que proibiu a caça, a captura e qualquer outra forma de agressão aos animais nas águas do Brasil. Mais tarde, o mundo aderiu à iniciativa por força da Comissão Baleeira Internacional, órgão empenhado na perpetuação das muitas espécies de baleias.

hspace=0 EVENTOS:

Calendário de Janeiro a Dezembro:

 Janeiro

- Festa do Senhor do Bonfim

- Festa de Nossa Senhora da Purificação

 Fevereiro

- Lavagem da Praia do Forte - Apresentação de blocos e batucadas

 Março

- Procissão do Encontro (2º Domingo da Quaresma)

 Abril

- Micaretas - Réplica do Carnaval

- Procissão do Senhor Morto

15 - Festa da Emancipação do Município

 Junho

- Festa do Sagrado Coração de Jesus

23 e 24 - Festa de São João

28 e 29 - Festa de São Pedro e São Paulo

 Julho

2 a 6 - Festa da Independência da Bahia

 Outubro

- Festa de São Francisco de Assis (2º Domingo de Outubro).

hspace=0 INFORMAÇÕES:

      COPA DO MUNDO DE 2014

      -De 12 de Junho à 13 de Julho de 2014 em 12 Capitais brasileiras.

      -26 Cidades do Brasil serão subsede e irão hospedar seleções na copa Mata de São João, mais precisamente a Praia do Forte,  é uma delas.

       -A seleção da Croácia escolheu a Praia do Forte como base durante a Copa do Mundo de 2014.

       -A seleção ficará hospedada no Tívoli Eco Resort, e treinará no Campo do próprio Resort.

hspace=0 INFORMAÇÕES ÚTEIS:

PREFEITURA MUNICIPAL DE MATA DE SÃO JOÃO

E-mail: jcarvalho@abrasp.com.br

Telefones: (71) 3676-1269

Sites: http://www.matadesaojoao.ba.gov.br/

SUB-PREFEITURA:

E-mail:

Telefone:

INFORMAÇÕES AO TURISTA:

Terminal Rodoviário

Telefone: (71) 835-1017

ENDEREÇO DO SITE OU PORTAL DA LOCALIDADE:

E-mail:

Telefone:

CARTÓRIOS: CIVIL, IMÓVEIS, TÍTULOS E DOCUMENTOS, OUTROS:

OFÍCIO DO REGISTRO CIVIL DAS PESSOAS NATURAIS:

E-mail:

Telefones: (71) 3635-1303

Sites: http://portal.mj.gov.br/

CARTÓRIO ELEITORAL:

E-mail:

Telefone:

OUTRAS INFORMAÇÕES DE TELEFONES E E-MAILS:

HOSPITAIS: (71) 3835-1318

CORPO DE BOMBEIROS: 193

DELEGACIA DE POLÍCIA:

OUTROS:

E-mails e telefones:

Sites de Fotos e Informações: 

-www.cnm.org.br

-www.costadoscoqueiros.com

-http://pt.wikipedia.org

-http://www.mg.superesportes.com.br

-http://www.panoramio.com

-http://br.distanciacidades.com

PESSOAS ILUSTRES NASCIDAS NA LOCALIDADE:

 

OUTRAS INFORMAÇÕES ÚTEIS DA LOCALIDADE: 

-Contam que a cidade é marcada por algumas curiosidades. Foi em Mata de São João por exemplo que foi plantado no séc. XVI um dos cinco primeiros pés de coco-da-baía do Brasil. Além disso, Mata já teve a honra de receber Dom Pedro II e a família real, que veio pela estrada férrea Leste Brasileiro. E foi lá que aconteceu, em 1845, uma das primeiras manifestações do espiritismo no mundo.

 


Conheça nossas opções de hotéis em Mata de São João e pousadas em Mata de São João para visitar Mata de São João.

Promova a cidade de Mata de São João no Férias. Envie-nos mais informações para alavancar sua cidade nesse novo contexto do turismo nacional!
Clique aqui.

 

 





 

HOME   |   CADASTRE-SE NO PORTAL   |   ÁREA PARA PARCEIROS   |   CONTATO

© Copyright 2014 - ferias.tur.br - Seu Portal de Turismo!