Escolha uma cidade
HOME   |   CADASTRE-SE NO PORTAL   |   ÁREA PARA PARCEIROS   



Conhece Itaguaí?
seta piscando Deixe seu comentário!
Envie suas fotos!

Itaguaí

INFORMAÇÕES | FOTOS |VíDEOS | HOSPEDAGEM | RESTAURANTES | AGÊNCIA DE TURISMO | IMOBILIÁRIAS | LOCADORA DE VEÍCULOS | GUIAS DE TURISMO | OUTROS




Roteiros do Brasil

Região Costa Verde

hspace=0 HISTÓRIA DA CIDADE

O desbravamento do atual território de Itaguaí foi iniciado em meados do século XVII, quando índios da Ilha de Jaguanum (na época denominada Jaguaramenon) se transferiram para a Ilha de Itacuruçá. Da ilha mais tarde atravessaram para o Continente onde se fixaram entre os rios Tinguaçu e Itaguaí. Nesse local chegaram mais tarde os missionários da Companhia de Jesus para iniciar sua catequese.
Essa aldeia foi instalada ao norte do Rio Itaguaí onde existia uma demarcação do rio Piassuguera.
Foi construída uma igreja nesse aldeamento pelos jesuítas Suas atividades, no entanto, começaram em Junho de 1688.
Não existem outras informações desse período com exceção de relatos dos viajantes que utilizavam o Caminho de São Paulo. Os jesuítas mudaram-se para a Fazenda Santa Cruz para ficarem mais próximos do oceano. Mudaram-se levando todos os habitantes do arraial.
Nesse novo local em 1718 foi iniciada a construção do novo templo dedicado a São Francisco Xavier, que foi concluído em 1729. É a mesma igreja que continua sendo a matriz de Itaguaí. 

Significado do Nome

A origem do nome de Itaguaí seria a junção de duas palavras no vocabulário Tupi: Ita = Pedra, e Guay = lago, ou seja Lago entre Pedras. Outra versão diz ainda que viria de Tagoahy, que quer dizer Tagoa = Amarela e hy = água, significando água amarela ou rio de água amarela. Significando a cor amarelada de suas águas, em razão da argila em seu leito, donde viria o nome Itaguaí. Confirmando essa última versão, temos o aldeamento dos jesuítas que chamava-se Taguay devido ao fato de os índios obterem água potável de poços abertos em lugares argilosos (Taguá = barro, Y - água).

Aniversário da Cidade

05 de Julho

Gentílico

itaguaiense

População

69 km

hspace=0 CARACTERÍSTICAS

Município-sede do Porto de Sepetiba e vizinho da maior área industrial da Capital, Santa Cruz, Itaguaí é considerado o Município de mior potencial industrial da Região Metropolitana. Terra natal de Quitino Bocaiúva, jornalista e político, e Bidu Sayão, uma das maiores cantoras líricas do País, o Município foi escolhido para sediar a ZPE do Estado, ou seja, um Distrito Industrial cercado e alfandegado, aberto às indústrias que se destinam ao mercado internacional.


Clima 

Quente e úmido

Temperatura Média

23° C

hspace=0 COMO CHEGAR

Partindo do Rio de Janeiro: BR-101

Localização

Município da Região Metropolitana do Estado do Rio e Janeiro

Limites

Serópédica, Rio de Janeiro, Nova Iguaçu, PAracambi, Mangaratiba, Piraí, Rio Claro e Baía de Sepetiba

Acesso Rodoviário

- Via Avenida Brasil 
Av. Brasil, na placa de Itaguaí, virar à direita e seguir 10 km até chegar ao centro
 
- Via Avenida Brasil/Viadulto dos cabritos 
Av. Brasil/ Viaduto dos Cabritos/ antiga RJ-SP, km 32 e seguir até a placa de Itaguaí.  

Distâncias:

Da Capital:

73 km

Outras:


hspace=0 TURISMO:

Resumo:

Principais Pontos Turísticos

Praça Barão de Teffé

Localizada no centro praça possui bancos, jardins e o busto do Barão.

Ouro de Barro

End: Rod. Rio-Santos, km 16 - Brisa Mar 
Horário: Diariamente das 8h às 17h
Artesanato em cerâmica.

Praça da Aclamação

Também conhecida como Praça da Matriz, possui bancos, jardins, coreto, árvores e relógio solar.
 
Praça dos Estudantes e Mestres

A praça possui bancos, jardins, árvores e flores.

Praça Prefeito Vicente Cicarino

A praça possui chafariz, bancos, ponte, árvores e jardins. 

Cachoeira do Bicão 

Cachoeira artificial, formada por represa com altura de 3m num único salto. Possui águas claras, transparentes e de temperatura fria. Encontra-se ainda uma excelente ducha natural propícia para banhos. A paisagem circundante é composta por residências, barracas rústicas e bananeiras, mangueiras, angicos além de capinzais. O nome da cachoeira é originário de um cano, conhecido como Bicão. Para se chegar a base da cachoeira, atravessa-se o rio por uma extensa rocha que serve como ponte.

Cachoeira do Itingussú 
 
A cachoeira que se avista da BR-101, fica na divisa dos municípios de Itaguaí e Mangaratiba. Possui vário saltos com altura total de 50m e suas águas são frias. Após as quedas o rio continua seu curso encachoeirado, formando diversas duchas e piscina natural, conhecida como Poço da Sereia. A paisagem circundante é constituída por árvores de médio e grande porte, como: angicos e pinheiros e árvores frutíferas como bananeiras e mangueiras. No local encontram-se também pedras e rochas e um reservatório de água denominado Barragem de Itingussú, com capacidade de 500.000 litros de água.

Cachoeira do Mazomba 
 
A cachoeira tem 15m e 3 saltos. Suas águas são claras, transparentes e de temperatura fria. As águas da cachoeira do rio Mazomba são desviadas pela CEDAE - Companhia Estadual de Águas e Esgotos, para abastecimento da Sede do Município. As águas descem atualmente por uma fenda nas pedras formando no fim da queda uma imensa piscina natural com aproximadamente 5m de profundidade, com ótimas possibilidades de banho. Nesse local no alto havia uma represa. O banho só é permitido através de autorização da CEDAE, para evitar a poluição e depredação do local. A paisagem circundante é composta por um imenso bananal, coqueiros, cana-de-açúcar, a casa sede da CEDAE e grandes rochas que ladeiam a cachoeira.
 
Cachoeira Itimirim 
 
A cachoeira pode ser vista da BR-101, e possui dois saltos com altura de 50m. Após as quedas o rio continua seu curso encachoeirado, formando diversas duchas e piscinas naturais, com possibilidade de banhos em suas águas frias. A paisagem circundante é constituída por árvores de médio e grande porte, como: angicos e pinheiros e árvores frutíferas como bananeiras e mangueiras. Grandes rochas e pedras circundam a cachoeira.

Baía de Sepetiba 

A entrada da Baía de Sepetiba está situada entre as Ilhas de Marambaia e da Guaíba. Apresenta aproximadamente 24 milhas no seu maior comprimento, e é navegável em grande extensão, pois apresenta sua maior área com profundidade acima de 5m. A Baía é rodeada por elementos de Mata Atlântica de grande beleza. Extensa área de mangues. A baía é bem protegida, pois entre ela e o alto-mar há a Restinga de Marambaia que a transforma quase numa lagoa. Banha três municípios: o da capital do Estado, de Guaratiba ao Porto de Sepetiba, o de Itaguaí, do Porto até Coroa Grande e de Mangaratiba que toma o resto da baía. Os pontos importantes existem na área pertencente a Itaguaí, são: ao norte o Terminal Portuário de Sepetiba, a Ilha do Martins e a Praia da Bica, na Ilha de Itacuruçá, onde situa-se o Hotel Pierre. Encontra-se também o Saco de Coroa Grande com pequeno cais de desembarque, que só pode ser utilizado por embarcações de pequeno calado. As possibilidades de ancorarem neste saco se restringem à área compreendida entre a parte leste da Ilha de Itacuruçá e a parte oeste da Ilha da Madeira. um canal dragado liga a Baía de Sepetiba, através do Saco de Coroa Grande, à Nuclep, que é utilizado por esta empresa para carga e descarga em suas instalações. Apresenta excelentes condições para os esportes náuticos que são praticados em suas tranqüilas águas.
   
Ilha do Martins 

A Ilha localiza-se na parte norte da Baía de Sepetiba e é rodeada pela Ilhas de Itacuruçá, da Madeira com o Terminal Portuário de Sepetiba, das Cabras, do Gado e das Ostras. A Mata Atlântica é exuberante nessa região e é entremeada por coqueiros, cuja quantidade aumenta na parte oeste, indo terminar rente à água, dando dessa forma um aspecto peculiar às ilhas da região. Os costões da ilha são bastante propícios à pesca de anzol e a submarina, sendo maior a incidência do camarão rosado e o parati. Contornando a ponta norte da ilha encontra-se uma pequena enseada formada por duas pontas que avançam para leste. Desta posição ao entrar na enseada vê-se duas partes elevadas, uma ao norte com 66m de altura e outra ao sul com 72m. Entre essas elevações a ilha se estreita e forma uma belíssima reentrância com praia de ambos os lados: a do Leste e a do Funil. Existem ainda as Praias do Braz e do Meio. Para pesca as espécies mais encontradas são parati, bagre, siri e camarão. Este último é encontrado em toda orla marítima, sendo o camarão rosado típico da região. Quanto à época de maior piscosidade, os meses indicados são agosto e setembro. A área é muito tranqüila para a prática das modalidades de pesca de linha, rede, tarrafa e submarina. A pesca é praticada junto a costa praiana.

Praia da Vila Geny 
 
Extensão: 150m As águas escuras e de temperatura fria, com areias grossas formam a estreita faixa arenosa da praia. Amendoeiras sombreiam a calçada. A paisagem circundante é caracterizada por diversas casas residenciais e pela ex-colônia de férias Vila Geny. Da praia avista-se a Baía de Sepetiba, com as Ilhas de Itacuruçá, Martins, da Madeira e dos Cabritos.
 
Praia de Fora 
 
Distância: 11 km do Centro Extensão: 500m Ao leste da Ilha da Madeira. Circundada por densa vegetação na encosta próxima e junto a faixa de areia. Trechos de vegetação de pequeno porte. Águas escuras e de temperatura fria, com areia de granulação fina e cor escura. Completando o entorno da paisagem avista-se do local as faixas arenosas, das Ilhas de Itacuruçá, Martins, Andorinhas e do Gato. Há ainda casas residenciais e comerciais, o Hotel Lili e presença de embarcações de pequeno e médio calado ao longo do atrativo.
 
Praia do Funil 
 
Distância: 1,5 milhas da Praia de Coroa Grande Extensão: 200m Situa-se do lado oposto da Praia do Leste e apresenta vegetação exuberante, destacando-se palmeiras, coqueiros, amendoeiras e banzais além de plantas rasteiras que provocam uma coloração esverdeada em suas águas transparentes e de temperatura fria. Seu ancoradouro atende exclusivamente às excursões da Saveiros Tour. O local é bastante bem cuidado. O pessoal do restaurante Saveiros recebe os visitantes com colares, direito a posar para fotos com belíssimas araras. O ambiente é descontraído e a paisagem ao redor é de rara beleza.

Praia do Leste 

Distância: 1,5 milhas de Coroa Grande Extensão: 500m Localizada junto a área particular, destaca-se pela densa vegetação em torno que, além de delimitar sua área, provoca o forte tom verde escuro de suas águas frias e transparentes. A faixa de areia é valorizada com a presença de vegetação densa e pela arquitetura rústica do Restaurante e Bar dos Saveiros. A areia é fina e de tonalidade escura. A paisagem circundante é composta por residências, o restaurante, um ancoradouro e árvores, como palmeiras, coqueiros, amendoeiras e bambuzais. Da praia avista-se a Ilha da Madeira.

Igreja Matriz de São Francisco Xavier 
 
A Igreja situa-se no alto de uma colina, fazendo parte do seu entorno diversas casas residenciais, o Patronato São José, o Cemitério, um pequeno coreto e o Cruzeiro. Fundada pelos Jesuítas em 1718, teve suas obras concluídas no dia 3 de dezembro de 1729 e sofreu diversas reformas. Os Jesuítas depois de terem criado a Aldeia nas terras de Itinga, levantaram ali um pequeno templo. Com o crescimento da população, foi necessária a transferência para um local mais seguro. Construção em pedra e cal, com grossas paredes. A Igreja é de pequeno porte, com linhas e características coloniais. A fachada principal apresenta porta original em folha dupla de madeira almofadada. Na altura do coro há duas janelas. Acima, frontão triangular com óculo central, encimado por cruz de madeira. Na lateral esquerda, torre sineira, com cúpula prateada e dois sinos, sendo um com o símbolo eucarístico e outro com o símbolo da cruz latina. Na parte interna, acima da porta, havia um coro, o qual foi retirado devido a sua má conservação. Do lado direito da entrada, nicho com pintura em tela, representando o batismo de Nosso Senhor, assinado Pinto em 10/05/1961. Do lado esquerdo da nave, púlpito, com insígnia em alto relevo. Separando a nave, grande arco em pedra, tendo nas laterais dois altares diagonais em madeira pintada, com a imagem de Nossa Senhora do Rosário em madeira. O acesso ao altar-mor é feito por escada de três degraus em pedra. Do lado esquerdo, pia batismal também em pedra feita pelos escravos. O altar-mor em madeira pintada com 4 colunas, tem o sacrário dourado simbolizando a comunhão. Possui três imagens em gesso: São José, São Sebastião e São Francisco Xavier. Do lado direito do altar-mor encontra-se a sacristia, que possui móvel antigo, original, para guardo de vestimentas eclesiásticas. Pertence também à Igreja o Patronato São José e o Cemitério secular, com ricos e antigos mausoléus de mármore e figuras simbólicas. Um deles pertence ao Conde de Itaguaí e seus descendentes; em outros, membros da Família Sá Freire.
 
Porto de Sepetíba 
 
O atrativo situa-se na Estrada que liga à Ilha da Madeira tendo ao seu redor a NUCLEP e a Baía de Sepetiba. O Porto teve sua construção iniciada em 1977 e foi inaugurado em 1982. Além de ser o Porto do Rio de Janeiro, é o único a movimentar carvão no estado. Projetado para atender às necessidades do Programa Siderúrgico Nacional, está capacitado para a demanda de carvão siderúrgico, vapor e energético, além de Alumina, que se destina à Valesul. Com 540m de comprimento e 39,25 de largura, o pier de atracação tem sua estrutura constituída de 272 tubulações de concreto armado e permite, na face sul, a atracação de dois navios de 65.000 TDW ou um de 90.000 TDW e outro de 50.000 TDW, e na face norte dois navios de 45.000 TDW. Sua área de atuação prioritária é formada pelos Estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais, devendo futuramente atender à exportação, via ferrovia do aço, da produção de grãos provenientes do cerrado. O carvão, neste Porto, é descarregado dos porões dos navios por meio de equipamentos pórticos, diretamente para as correias transportadoras; que conduzirão sobre a ponte de acesso até o pátio de estocagem ou diretamente para o silo de carregamento de vagões. Para isto esta unidade portuária está equipada com dois descarregadores com capacidade de 1.500 toneladas por hora. Para a Alumina existe um sugador de 300 toneladas por hora. As correias possuem cerca de 14 km de extensão total. O silo de carregamento de trens é composto de duas células de 680m3 cada. Concebidas em bases altamente avançadas, com ênfase na automação. Esta estrutura opera o carregamento dos trens e uma produção de 2.000 toneladas por hora. Seu moderno sistema de descarga de carvão possibilita, na sua primeira fase, um movimento de carga da ordem de 5,8 milhões de toneladas por ano. A área total do porto atualmente é de 10,4 milhões de m2.
 
Relógio Solar 

O relógio pode ser visto em frente ao Cemitério São Francisco Xavier, construído em 1967 por um andarilho paraguaio chamado Gutierrez. Para se ver a hora basta fixar a vista na sombra da espátula que fica ao centro. O relógio é todo coberto por flores, no extenso gramado da entrada do Cemitério.

Estação Ferroviária 

A estação localiza-se no centro da cidade, onde há nove anos encontra-se desativada. Inaugurada em meados de 1926. O atual Prefeito José Sagário Filho, em acordo feito com a Rede Ferroviária Federal, recuperou e restaurou o prédio, onde a partir deste ano passa a existir o Centro Cultural de Itaguaí.

Chafariz 
 
O chafariz encontra-se na antiga Estrada Geral, que fazia parte do caminho para São Paulo. Este foi inaugurado pela Câmara Municipal, no ano de 1847, a fim de abastecer de água a população. Foi ponto de parada do Imperador D. Pedro I e sua tropa. O Chafariz, semelhante a pequena casa, apresenta corpo retangular encimado por elemento piramidal (cobertura), tendo na fachada principal vão fechado em pedra, com suas saídas de água, verga em arco pleno e bandeira fixa de ferro. As águas caem num tanque retangular, também em pedra, acoplado a este corpo. Nas fachadas laterais, vãos abertos sendo que na fachada lateral direita presença de porta em folha dupla de ferro trabalhado. No interior, poço artesiano desativado.

hspace=0 EVENTOS:

Calendário de Janeiro a Dezembro:

Blocos Carnavalescos

- Durante o Carnaval os seguintes blocos desfilam pelas ruas da cidade: Unidos de Viracopos (os labaredas), Raízes da Ilha da Madeira, Gavião e União da Força. 

hspace=0 INFORMAÇÕES ÚTEIS:

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAGUAÍ

E-mail:

Telefones: (21) 2688-1710

Sites: http://www.itaguai.rj.gov.br/

SUB-PREFEITURA:

E-mail:

Telefone:

INFORMAÇÕES AO TURISTA:

Terminal Rodoviário Novo Rio:

Av. Francisco Bicalho, 01 - Santo Cristo
Telefone: (21) 3213-1800
Rio de Janeiro-RJ
Funcionamento 24 horas

ENDEREÇO DO SITE OU PORTAL DA LOCALIDADE:

E-mail:

Telefone:

CARTÓRIOS: CIVIL, IMÓVEIS, TÍTULOS E DOCUMENTOS, OUTROS:

E-mail:

Telefones: (21) 2688-1024

Sites: 

CARTÓRIO ELEITORAL:

E-mail:

Telefone:

OUTRAS INFORMAÇÕES DE TELEFONES E E-MAILS:

HOSPITAIS:

CORPO DE BOMBEIROS: 193

DELEGACIA DE POLÍCIA:

OUTROS:

E-mails e telefones:

Sites: http://pt.wikipedia.org

PESSOAS ILUSTRES NASCIDAS NA LOCALIDADE:

 

OUTRAS INFORMAÇÕES ÚTEIS DA LOCALIDADE:


Conheça nossas opções de hotéis em Itaguaí e pousadas em Itaguaí para visitar Itaguaí.

Promova a cidade de Itaguaí no Férias. Envie-nos mais informações para alavancar sua cidade nesse novo contexto do turismo nacional!
Clique aqui.

 

 





 

HOME   |   CADASTRE-SE NO PORTAL   |   ÁREA PARA PARCEIROS   |   CONTATO

© Copyright 2014 - ferias.tur.br - Seu Portal de Turismo!