Escolha uma cidade
HOME   |   CADASTRE-SE NO PORTAL   |   ÁREA PARA PARCEIROS   



Conhece Jupi?
seta piscando Deixe seu comentário!
Envie suas fotos!

Jupi

INFORMAÇÕES | FOTOS |VíDEOS | HOSPEDAGEM | RESTAURANTES | AGÊNCIA DE TURISMO | IMOBILIÁRIAS | LOCADORA DE VEÍCULOS | GUIAS DE TURISMO | OUTROS




Roteiros do Brasil

Região

 

hspace=0 HISTÓRIA DA CIDADE

Nos meados do século XVI, fora o português Antônio Vieira de Melo, desterrado de Portugal por ordem da coroa para o Brasil, tendo desembarcado na Bahia o qual chegando a Salvador foi deportado pelo governo da época para o interior do Estado.
Iniciou sua penetração nas matas, depois de vários meses foi ter em taba de índios no Estado de Alagoas, onde hoje está localizada a cidade de União dos Palmares. Em pouco tempo conseguiu a simpatia e confiança tornando-se para o planalto de Garanhuns na Capitania de Pernambuco, cujo donatário na época era Duarte Coelho Pereira. Dali embrenhou-se nas matas vindo ter ao sopé de uma serra onde havia abundante água boa e bastante caça, onde elementos da mesma tribo de origem fizeram uma aldeia nas proximidades de uma fonte por eles denominada Olho Dágua de Yu-py, as malocas desta aldeia foram feitas e cobertas com folhas das palmeiras nativas do local que os índios denominaram de Ouricury.
Deste ponto, Antônio Vieira de Melo, resolveu ir à Bahia, pedindo ao chefe da tribo dois índios de sua confiança para seus companheiros de viagem. Lá chegando, foi bem recebido pelo governador da Bahia relatando ao mesmo todos os acontecimentos, em troca, solicitou o fornecimento de ferramentas e sementes para o cultivo da terra fértil do Olho Dágua de Yu-py.
Logo ao retornar iniciou a exploração da terra. Ainda ao chegar da mesma viagem, autorizado pelo governador e de acordo com o chefe da tribo, enviou quatro índios aos campos de oeiras no Piauí, de lá foram trazidas oito cabeças de gado, sendo seis fêmeas domesticadas.
Voltando à Bahia, a fim de prestar contas ao governador do que havia feito e resultados obtidos, desviou-se da rota traçada para viagem, tomando-se prisioneiro com seus companheiros de uma tribo canibal, sendo todos amarrados, estando à fogueira acesa onde seria ele e seus companheiros assados vivos. Antônio Vieira de Melo recorreu-se à Virgem Santíssima do Rosário, prometendo que se fosse salvo com seus companheiros, buscaria a sua imagem em Portugal e com os índios erigia uma capela em sua honra na localidade Olho Dágua de Yu-py, cingindo sua fronte com uma coroa de ouro maciço.
São e salvo, Antônio Vieira de Melo, cumpriu sua promessa trazendo a imagem que ficou sendo venerada em JUPI. Por Carta Régia de 1632, foi prescrita sua deportação, voltando a Portugal, trouxe para Jupi, sua família e o direito de posse as terras que cultiva, donde desmembrou o patrimônio de Nossa Senhora do Rosário, ficando dirigindo os distinos da área por muitos anos.
Seus restos mortais foram sepultados na antiga capela de Nossa Senhora do Rosário, que fora edificado no centro da Praça atual de Nossa Senhora do Rosário, tendo em frente dos mesmos dois pés de palmeiras Ouricury, plantados pelos índios e ainda entre eles um alto cruzeiro de madeira trabalhada pelos índios sob um pedestal de pedras rústicas locais.
Nos princípios do presente século ainda existia em mãos o Tenente Eduardo José de Melo, natural de Canhotinho e bisneto de Antônio Vieira de Melo, papéis onde estava traçado a cismaria doada pelo rei de Portugal a Antônio Vieira de Melo. Os índios entre outros presentes, doaram a Antônio Vieira de Melo uma belíssima jarra que a anos passados esteve na posse de Da. Constancia Paiva de Melo descendente direta de Antônio Vieira de Melo.
Como povoado, pertenceu a cismaria administrativa do município de Brejo da Madre de Deus, na categoria de distrito passou a pertencer ao município de São Bento do Una, depois para o município de Canhotinho, a seguir para o município de Palmeirina e por último para o município de Angelim.

Significado do Nome

 

Aniversário da Cidade

11 de Março

Gentílico

jupiense

População

13.709 habitantes

hspace=0 CARACTERÍSTICAS:

Principal atividade econômica: Agricultura

Clima 

tropical chuvoso, com verão seco

Temperatura Média


hspace=0 COMO CHEGAR

Localização

Mesorregião do Agreste, Microrregião de Garanhuns.

Limites

Ao norte com São Bento do Una, ao sul com São João e Angelim, a leste com Calçado e a oeste com Jucati.

Acesso Rodoviário

BR-423 e BR-237 via São Caetano.

Distâncias:

Da Capital:

203 km

Outras:


hspace=0 TURISMO:

Resumo:

Principais Pontos Turísticos

O Artesanato

Os moradores ocupam o tempo em atividades em crochê, cerâmica e trançados com cipó. As peças variam entre caçuás, que são usados no dorso dos animais para transportar produtos agrícolas, até utensílios e vestuários como chapéus e bolsas.

Cachoeira da Pedra

Além disso, a cidade apresenta belas paisagens para quem quer aproveitar o verde, como a Cachoeria da Pedra. É freqüentada normalmente pelos moradores da região, principalmente nos finais de semana.

hspace=0 EVENTOS:

Calendário de Janeiro a Dezembro:

- As festas populares também movimentam a população local. As de mais destaque são o São João e São Pedro, com muito forró e comidas típicas à base de milho, e o Carnaval com apresentação de grupos folclóricos.

 Março

– Festa de Emancipação

 Maio

– Festa do Povoado Santa Rita

 Junho

– Festas Juninas

 Agosto

A Semana do Folclore em Jupi é uma das mais animadas do estado. A festa mobiliza por cinco dias maracatus, caboclinhos, cavalos marinhos entre outras manifestações. A cidade recebe grupos de várias partes do Estado, que se apresentam na praça principal de Jupi. 

 Outubro

– Festa da Padroeira Nossa Senhora Do Rosário.

hspace=0 INFORMAÇÕES ÚTEIS:

PREFEITURA:MUNICIPAL DE JUPI

E-mail: pmjgestao2009-2012@hotmail.com

Telefones: (87) 3779-1464

Sites: http://www.jupi.pe.gov.br/

SUB-PREFEITURA:

E-mail:

Telefone:

INFORMAÇÕES AO TURISTA:

Terminal Rodoviário de Recife

Rod br 232 - Coqueiral Recife
Telefone: (81) 3452-2824

ENDEREÇO DO SITE OU PORTAL DA LOCALIDADE:

E-mail:

Telefone:

CARTÓRIOS: CIVIL, IMÓVEIS, TÍTULOS E DOCUMENTOS, OUTROS:

OFÍCIO DE REGISTRO CIVIL DAS PESSOAS NATURAIS:

E-mail:

Telefones:

Sites: http://portal.mj.gov.br/data/Pages/MJF9BE4E96PTBRIE.htm

CARTÓRIO ELEITORAL:

E-mail:

Telefone:

OUTRAS INFORMAÇÕES DE TELEFONES E E-MAILS:

HOSPITAIS:

CORPO DE BOMBEIROS: 193

DELEGACIA DE POLÍCIA:

OUTROS:

E-mails e telefones:

Sites: http://pt.wikipedia.org

PESSOAS ILUSTRES NASCIDAS NA LOCALIDADE:

 

OUTRAS INFORMAÇÕES ÚTEIS DA LOCALIDADE:


Conheça nossas opções de hotéis em Jupi e pousadas em Jupi para visitar Jupi.

Promova a cidade de Jupi no Férias. Envie-nos mais informações para alavancar sua cidade nesse novo contexto do turismo nacional!
Clique aqui.

 

 





 

HOME   |   CADASTRE-SE NO PORTAL   |   ÁREA PARA PARCEIROS   |   CONTATO

© Copyright 2014 - ferias.tur.br - Seu Portal de Turismo!