Escolha uma cidade
HOME   |   CADASTRE-SE NO PORTAL   |   ÁREA PARA PARCEIROS   



Conhece Candeias?
seta piscando Deixe seu comentário!
Envie suas fotos!

Candeias

INFORMAÇÕES | FOTOS |VíDEOS | HOSPEDAGEM | RESTAURANTES | AGÊNCIA DE TURISMO | IMOBILIÁRIAS | LOCADORA DE VEÍCULOS | GUIAS DE TURISMO | OUTROS




Roteiros do Brasil

Região Baía de Todos os Santos

hspace=0 HISTÓRIA DA CIDADE:

A Origem do Município de Candeias data de meados do Século XVI, A partir das terras conhecidas como Matoim, sesmaria importante naquele período, pois abrigava os Engenhos de Cabôto e freguesia, oriundos das terras dos Engenhos Pitanga e da Freguesia de Nossa Senhora de Encarnação do Passé. Essas localidades deixaram uma marca significativa de uma época na qual predominava o Ciclo da Cana-de-Açúcar, etapa fundamental na formação da Bahia, principalmente do Recôncavo, determinante na estruturação ética e cultural da população local como também de suas características sócio-econômicas. Nas proximidades do engenho freguesia, desenvolveu-se o lugarejo chamado Cabôto, cujas atividades principais eram o transporte de açúcar para a capital, pequeno comércio e a pesca. Os engenhos freguesia e Cabôto marcaram o florescimento da economia açucareira no recôncavo, funcionando em todo o período colonial, sendo inclusive considerado como exemplo na década de 1560. É também no município de Candeias, precisamente no distrito de Passé que se encontra uma das maiores e mais antigas igrejas baianas, a igreja de Nossa Senhora da Encarnação do Passé, destacando-se por representar o elo de transição entre as capelas rurais dos dois primeiros séculos e as igrejas do final do século XVII, constituindo-se em importante peça arquitetônica. Nas terras do Engenho Pitanga, que eram de propriedade dos Jesuítas, foi construída uma capela e um engenho, destruído pelos Holandeses em 1641. Em 1760, os Jesuítas foram expulsos do Brasil, e suas terras leiloadas e arrematadas pelo Coronel Jerônimo Queiroz. Nessas terras, nasceu o lugarejo próximo ao rio São Paulo, que passou a chamar-se Nossa Senhora das Candeias, nome pertencente a padroeira da pequena capela existente no local. Com a vitalidade da lavoura açucareira, aumentava o número de engenhos e de lugarejos nessas proximidades. A introdução da máquina a vapor possibilitou o aparecimento das usinas, o que colaborou com a transformação daquela realidade. Conseqüentemente, os Senhores de Engenhos, transformaram-se em menos fornecedores de cana-de-açúcar e, após essa etapa venderam ou abandonaram suas propriedades. Enquanto isso no início do século XX, na vila de Nossa Senhora das Candeias, floresceu a Usina Pitanga, que tinha como objetivo principal escoar a produção das Usinas São Paulo e Pitanga. Foi construída a linha ferroviária, ligando a vila à capital Baiana. Nesse período acontece um fato marcante, quando se propaga que uma criança cega teria se banhado nas águas da fonte próxima à colina onde se localiza a igreja de Nossa Senhora das Candeias, voltando a enxergar. A partir desse episódio o arraial de Nossa Senhora das Candeias passou a ser visitado por Romeiros oriundos de todo o Recôncavo Baiano. Esse ritual passou a se repetir anos após anos, com as visitas dos Romeiros, modificando totalmente a realidade da vila. Os Romeiros utilizavam as casas dos moradores, que se transformaram em pensões, oferecendo refeições e descanso. O comércio floresceu com a venda de refeições, lembranças religiosas e fogos. Os habitantes comercializavam até amostras do solo da cidade, pois os Romeiros acreditavam que após a benção na Igreja de Nossa Senhora das Candeias, essa lembrança adquiria efeitos curativos. Eram comercializadas garrafas de água da fonte dos milagres que os Romeiros disputavam avidamente para levarem como lembrança. de forma definitiva, a localidade consolidou-se então como centro importante no Recôncavo (Manual dos Romeiros,2003) Mas a verdadeira mudança aconteceu nos meados de 1941, quando houve a descoberta de Petróleo no Município, nas propriedades dos fazendeiros locais. O Arraial foi modificado completamente. A Vila foi então invadida por grupos de trabalhadores, qualificados ou não, de toda a parte. Os bois eram utilizados para puxarem sondas petrolíferas e foi então a partir daí que nasceu a cidade. Em 14 de Agosto de 1958 Candeias emancipou-se de Salvador. Essa data e comemorada todos os anos no Município.  

Significado do Nome:

Candeias, que simboliza luz

Aniversário da Cidade:

14 de Agosto  

Gentílico:

candeiense

População:

83.077 habitantes 

hspace=0 CARACTERÍSTICAS:

Cidade pacata e acolhedora, é a principal característica desse roteiro singular.

Clima:

Tropical 

Temperatura Média:

30º C 

hspace=0 COMO CHEGAR:

Localização:

Metropolitana de Salvador 

Limites:

Salvador (S), São Francisco do Conde (N), Simões Filho, Dias d'Ávila (L) e Madre de Deus(O).  

Acesso Rodoviário:

BR 324 e se liga com a mesma pela BA-522.

Distâncias:

Da Capital:

46 km  

Outras: 

 

hspace=0 TURISMO:

Resumo:

Dentre os atrativos culturais, destaque para as construções seculares, palco de fé e religiosidade, como a Igreja Matriz de Nossa Senhora das Candeias, o Engenho Freguesia e a própria Fonte Milagrosa de Nossa Senhora das Candeias.
É também conhecida como a capital brasileira do Arrocha.

Principais Pontos Turísticos:

Fonte dos Milagres

Santuário de Nossa Senhora das Candeias

Museu Wanderley de Pinho

Igreja de Nossa Senhora da Encarnação de Passé

Engenho e capela de Nossa Senhora de Nazaré

Casa de engenho Pindobas e Capela Santo Antônio

Casa do Coronel Horácio Pinto

Casa de engenho Matoim 

Engenho da Freguesia
 
A história local está estampada no conjunto arquitetônico do século XVIII. Às margens da Baía de Todos os Santos, na enseada de Aratu, O Engenho da Freguesia ou Engenho de Fábrica evidencia os anos áureos do açúcar na região. O chamado “ouro branco” era a base da ocupação litorânea e grande propulsor da economia nacional. O Engenho era de propriedade do imponente Barão de Cotegipe – figura renomada e de grande prestígio na época - e, posteriormente, de seu neto, José Wanderley de Araújo Pinho. Nos arredores, um Museu resguarda um acervo rico de maquinários e objetos usados na lavoura. A visita pode ser incluída em um dos roteiros marítimos, pois existe um atracadouro na praia.

Igreja de Nossa Senhora das Candeias 

Datada do final do século XVIII, a Igreja Matriz de Nossa Senhora das Candeias é um reduto de fiéis e peregrinos que, durante o ano inteiro, chegam para pagar promessas, agradecer as graças alcançadas e na busca de novos milagres. A paisagem, envolvida pela áurea espiritual e mística, abre a uma vista exuberante de toda a cidade, zona rural e a deslumbrante Baía de Todos os Santos do alto mirante de Malembá, onde a igreja se debruça, na parte mais alta da cidade. 

Estação Ferroviária

E. F. Centro-Oeste da Bahia (1900-1913)
Cia. Chemins de Fer Federaux du LEst Brésilien (1913-1935)
V. F. F. Leste Brasileiro (1935-1975)
RFFSA (1975-1996) 
PASSAGEM DOS TEIXEIRAS
Município de Candeias, BA
Linha tronco - km 43,570 (1960)   BA-2566 Inauguração: 1900
Uso atual: n/d   com trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d 
 
HISTÓRICO DA LINHA: A linha Sul, Mapele-Monte Azul, foi formada pela união das linhas de diversas ferrovias quase todas originadas no século 19, como a E. F. Central da Bahia, a E. F. Bahia ao São Francisco, a E. F. de Santo Amaro e a E. F. Centro-Oeste da Bahia, que, quando finalmente unidas sob o nome de Viação Férrea Federal do Leste Brasileiro (VFFLB) entre 1935 e 1939, tiveram suas linhas unidas e prolongadas de forma a, em 1951, ligarem Salvador e Mapele à localidade mineira de Monte Azul, ponta dos trilhos da E. F. Central do Brasil. Trens de passageiros passaram pelos seus diversos pedaços desde cada uma de suas origens até a linha completa, desaparecendo em 1979, quando somente faziam o trecho Iaçu-Monte Azul, no sul, e até o início dos anos 1980 entre Mapele e Candeias. Hoje a linha é utilizada apenas por trens cargueiros, que sofrem para passar pelo gargalo do rio Paraguassu.
 
A ESTAÇÃO: Foi com a criação das usinas de açúcar que começou o processo de concentração da propriedade na região provocando o abandono das antigas sedes dos engenhos incorporados. As Usinas Passagem e São Carlos, que mais tarde se fundiriam, incorporaram por exemplo, os Engenhos Passagem, Velho Botelho, Subaé, Cazumba. A estação de Passagem foi aberta em 1900, então como ponta de linha, no que viria a ser o ramal de Água Comprida (hoje Simões Filho)-Buranhem (*Nota do autor: O Guia Geral de 1960 afirma que a estação foi aberta em 15.09.1905), pela então E. F. Centro Oeste da Bahia.

hspace=0 EVENTOS:

Calendário de Janeiro a Dezembro:

- A festa religiosa de Nossa Senhora das Candeias, que tem seu ponto alto no dia 2 de fevereiro, atrai milhares de fiéis e foliões todos os anos, em uma mistura de sagrado e profano, regado a muita alegria e animação. Os festejos são também famosos na micareta local, ao som dos trios elétricos. 

hspace=0 INFORMAÇÕES ÚTEIS:

PREFEITURA MUNICIPAL DE CANDEIAS

E-mail:

Telefones: (71) 3601-2721 / 2727 / 2723

Sites: http://www.candeiasbahia.com.br/

SUB-PREFEITURA:

E-mail:

Telefone:

INFORMAÇÕES AO TURISTA:

Terminal Rodoviário

Telefone: (71) 3601-3738

ENDEREÇO DO SITE OU PORTAL DA LOCALIDADE:

E-mail:

Telefone:

CARTÓRIOS: CIVIL, IMÓVEIS, TÍTULOS E DOCUMENTOS, OUTROS:

OFÍCIO DO REGISTRO CIVIL DAS PESSOAS NATURAIS:

E-mail: gideoncruzbrito@hotmail.com

Telefones: (71) 3601-1626 / 1010 

Sites: http://portal.mj.gov.br/

CARTÓRIO ELEITORAL:

E-mail:

Telefone:

OUTRAS INFORMAÇÕES DE TELEFONES E E-MAILS:

HOSPITAIS: (71) 3601-2360

CORPO DE BOMBEIROS: 193

DELEGACIA DE POLÍCIA:

CORREIO: (71) 3601-1322 / 5806

OUTROS:

E-mails e telefones:

Sites: http://pt.wikipedia.org

http://www.cnm.org.br

www.estacoesferroviarias.com.br

PESSOAS ILUSTRES NASCIDAS NA LOCALIDADE:

 

OUTRAS INFORMAÇÕES ÚTEIS DA LOCALIDADE: 

 

 

 


Conheça nossas opções de hotéis em Candeias e pousadas em Candeias para visitar Candeias.

Promova a cidade de Candeias no Férias. Envie-nos mais informações para alavancar sua cidade nesse novo contexto do turismo nacional!
Clique aqui.

 

 





 

HOME   |   CADASTRE-SE NO PORTAL   |   ÁREA PARA PARCEIROS   |   CONTATO

© Copyright 2014 - ferias.tur.br - Seu Portal de Turismo!