Escolha uma cidade
HOME   |   CADASTRE-SE NO PORTAL   |   ÁREA PARA PARCEIROS   



Conhece Tucuruí?
seta piscando Deixe seu comentário!
Envie suas fotos!

Tucuruí

INFORMAÇÕES | FOTOS |VíDEOS | HOSPEDAGEM | RESTAURANTES | AGÊNCIA DE TURISMO | IMOBILIÁRIAS | LOCADORA DE VEÍCULOS | GUIAS DE TURISMO | OUTROS




Roteiros do Brasil

Região Pólo Araguaia - Tocantins

 

 

hspace=0 HISTÓRIA DA CIDADE:

Em quase 70 anos de existência, Tucuruí tem sua história transformada pela construção da Usina Hidrelétrica. Nesses dois momentos distintos, antes e depois do funcionamento da usina, não foi apenas a configuração geográfica do município que mudou. A base econômica, a formação da população e as perspectivas acompanharam essa transformação radical, fazendo de Tucuruí, hoje, um pólo de geração de energia com capacidade para explorar, de forma racional, as belezas naturais enriquecidas pelo lago artificial.
Quem chegasse a Tucuruí em 1947, recém elevado à condição de município, encontraria um lugar aprazível à margem do rio Tocantins, na época um movimentado entreposto comercial da região formada pelos rios Tocantins e Araguaia.
Em 1950, segundo o Recenseamento Geral, Tucuruí tinha 2448 habitantes. A população se concentrava na cidade de Tucuruí e na vila de Remansão. Existiam ainda os povoados de Nazaré dos Patos e Muru, mas ambos com menos de 100 habitantes.
Naquela época, a base da economia de Tucuruí era a extração da castanha-do-pará, chegando o município a exportar, em 1956, mais de 3 mil hectolitros do produto. O comércio de madeira era a outra atividade econômica digna de destaque. O município importava quase tudo o que consumia, uma característica que permanece até hoje, à exceção dos gêneros alimentícios.
Cinco décadas depois, sob as bênçãos de São José, o padroeiro do município, a população teve um crescimento extraordinário, saltando para quase 90.000 habitantes.
A geração de energia é sua principal fonte de arrecadação. Mas o município também investe em outros setores econômicos, como a produção agrícola, a pecuária, a exploração de madeiras e a atividade pesqueira.
Tucuruí tem mais de 60 anos de emancipação política. Mas sua história começa a ser escrita ainda no século XVII, quando em 1625 o frei Cristovão de Lisboa chegou à região pretendendo fazer contato com os índios. Em 1781, o governador José Napoles Telles de Menezes fundou o lugarejo de São Bernardo de Pederneiras e, no ano seguinte, criou o Registro de Alcobaça.
Já no século XIX, a região do Tocantins-Araguaia passou a ser ocupada por aqueles que chegavam em busca de suas riquezas naturais, e também interessados na proximidade com as terra que hoje formam os estados de Goiás e Tocantins. O núcleo populacional formado às margens do rio Tocantins, no lugar conhecido como Pederneiras, município de Baião, passou a ser a freguesia de São Pedro de Alcântara em 31 de outubro de 1870, através da Lei nº661.
Nova denominação foi dada em 19 de Abril de 1875, pela Lei nº839. O local foi chamado de São Pedro de Alcobaça até 30 de dezembro de 1943, quando passou a denominar-se Tucuruí, por força do Decreto-Lei nº 4.515. O novo nome, cuja origem indígena significa rio dos gafanhotos ou rio das formigas, permanece até hoje, identificando o local que, quatro anos depois, seria desmembrado de Baião para se tornar o município de Tucuruí, através da Lei nº062, artigo 36, de 31 de dezembro de 1947. Em 13 de maio do ano seguinte foram realizadas as primeiras eleições municipais. A Câmara foi instalada no dia 29 do mesmo mês.
Tucuruí sempre esteve destinado a construção de grandes projetos. Primeiro foi a construção de uma estrada de ferro, objetivando transpor as cachoeiras do Tocantins, entre Tucuruí e Marabá, e ligar Belém a Goiás. Com 391 km, a ferrovia iria de Alcobaça a Boa Vista do Tocantins. Foi criada então a Companhia de Viação Férrea e Fluvial do Tocantins, que depois de 1905 passou a chamar-se Companhia de Estradas de Ferro do Norte do Brasil. Em 1908, foram inaugurados 43 km da ferrovia, que chegou a 84 km, com as seguintes estações em seu percursoArumateua (Km-25), Breu Branco (Km-43), Independência (Km-53), Tucuruí (Km-68), e Região (Km-97). A Companhia encerrou as atividades e o acervo da ferrovia foi adquirido pelo Governo Federal. Hoje, porém, não mais existe, já que a estrada de ferro foi extinta em 1974. Depois foi a construção da Usina Hidrelétrica de Tucuruí, que viria a ser a maior Usina Hidrelétrica genuinamente nacional e a maior obra em concreto já realizada no Brasil.
Situada na Região Sudeste do Pará, à margem do rio Tocantins, Tucuruí cresce nessas cinco décadas de emancipação e, com a construção da hidrelétrica, tornou-se o maior centro gerador de energia do país. Em 22 de novembro de 1984, o então presidente, João Batista Figueiredo, inaugurou não apenas a Hidrelétrica de Tucuruí, mas um novo tempo na história do município e do próprio Estado do Pará.

Significado do Nome:


Aniversário da Cidade:

31 de Dezembro

Gentílico:

tucuruiense

População:

97.109 habitantes

hspace=0 CARACTERÍSTICAS:

Desde o início de 2005, a Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca de Tucuruí busca garantir a geração de emprego e renda para os trabalhadores rurais e ribeirinhos da região das ilhas.
Através do Projeto Viveiro Comunitário, a Secretaria produz mudas de espécies frutíferas e essências florestais para a distribuição nas áreas rurais do município e espécies ornamentais para utilização em praças e outros logradouros de Tucuruí.
A Secretaria também realiza a doação de sementes de feijão caupi aos produtores rurais dos assentamentos do município, como incentivo à introdução dessa cultura na região, proporcionando, além de uma alimentação de boa qualidade, o aumento da renda dessas famílias.
Em parceria com a CEPLAC, a Prefeitura de Tucuruí através da Secretaria de Agricultura pretende introduzir ainda a cultura cacaueira na área rural.
Também são elaborados projetos rurais produtivos e a Secretaria presta assistência técnica aos produtores municipais.
Através de convênios com a Secretaria Executiva de Agricultura do Estado, foi implantado em Tucuruí o Projeto Avicultura Familiar, que consiste na distribuição de 12 mil pintos com idade de quarenta dias para os produtores rurais do município.

Clima:

Quente e úmido

Temperatura Média:

28°C

hspace=0 COMO CHEGAR:

Partindo de Belém: PA-152 e PA-263, por via fluvial (25h) e aérea

Localização:

Município do Sudeste do Estado do Pará

Limites:

Baião, Novo Repartimento, Breu Branco e Pacajá

Acesso Rodoviário:

PA-152 e PA-263

Distâncias:

Da Capital:

287 km

Outras:

 

hspace=0 TURISMO:

O Setor de Turismo de Tucuruí encontra-se em perfeita consonância de trabalho com o Paratur e a Embratur, buscando desenhar e executar ao longo do nosso mandato, programas que realmente atraíam turistas a nível nacional e internacional, principalmente na área do eco-turismo, do turismo de pesca e do turismo técnico, buscando a parceria com a Eletronorte para visitações a Usina Hidrelétrica de Tucuruí nos mesmos moldes que ocorrem em Itaituba.

Resumo:

Principais Pontos Turísticos:

O Lago

No lago formado pela represa de Tucuruí- 10 vezes maior que a baia de Guanabara, com uma profundidade média de 73 metros - um dos bons pesqueiros é também de uma beleza indescritível. Neste local,  onde o Rio Tocantins inundou a cidade de  Jacundá, a caixa dágua permaneceu incólume, como testemunha ocular da pujança dessa represa e marco da memória de toda a história da cidade submersa. O grande lago, formado pelo Rio Tocantins, começa a juzante da cidade de Marabá e tem seus vertedouros na cidade de Tucuruí, onde aciona as turbinas de uma das maiores hidrelétricas do mundo.

Acesso

Pode-se chegar ao lago por vários municípios que ficam a sua margem, sendo os mais importantes os de Marabá e Tucuruí, com linhas aéreas e terrestres em conexão com qualquer capital do Brasil.

Peixes

Embora a espécie mais procurada seja o Tucunaré, habitam as águas da represa a Piranha Preta, Jacundá, Apaiarí e Aruanã e mais os peixes de couro como Barbado, Paraíba, Pirarara e Surubim.

Praia do Meio

Praia primitiva do Rio Tocantins

Praia da Matinha

Praia do Lago de Tuciruí, que aparece de junho a novembro

Praia do Porto da Balsa

Praia do Lago de Tucuruí

Cachoeiras

Cachoeira de Goiaba

Cachoeira do Mergulhões

Cachoeira da Volta da Unha

hspace=0 EVENTOS:

Calendário de Janeiro a Dezembro:

 

hspace=0 INFORMAÇÕES ÚTEIS:

PREFEITURA MUNICIPAL DE TUCURUÍ

E-mail: capway1@hotmail.com

Telefones: (94)3787-1412

Sites:

SUB-PREFEITURA:

E-mail:

Telefone:

INFORMAÇÕES AO TURISTA:

Rodoviária de Tucuruí:

Localização: Rua Lauro Sodré e Vila Permanente- Tel: (94) 3778-1363

ENDEREÇO DO SITE OU PORTAL DA LOCALIDADE:

E-mail:

Telefone:

CARTÓRIOS: CIVIL, IMÓVEIS, TÍTULOS E DOCUMENTOS, OUTROS:

1º TABELIONATO DE NOTAS E REGISTRO DE IMÓVEL, TÍTULOS E DOCUMENTOS E PESSOAS JURÍDICAS

E-mail: cartorio1oficio@hotmail.com

Telefones: (94)3787-1692

Sites: http://portal.mj.gov.br/

CARTÓRIO ELEITORAL:

E-mail:

Telefone:

OUTRAS INFORMAÇÕES DE TELEFONES E E-MAILS:

HOSPITAIS:

CORPO DE BOMBEIROS: 193

DELEGACIA DE POLÍCIA:

OUTROS:

E-mails e telefones:

Sites: www.cnm.org.br

www.pmt.pa.gov.br

www.balaio.com.br

PESSOAS ILUSTRES NASCIDAS NA LOCALIDADE:

 

OUTRAS INFORMAÇÕES ÚTEIS DA LOCALIDADE:


 


Conheça nossas opções de hotéis em Tucuruí e pousadas em Tucuruí para visitar Tucuruí.

Promova a cidade de Tucuruí no Férias. Envie-nos mais informações para alavancar sua cidade nesse novo contexto do turismo nacional!
Clique aqui.

 

 





 

HOME   |   CADASTRE-SE NO PORTAL   |   ÁREA PARA PARCEIROS   |   CONTATO

© Copyright 2014 - ferias.tur.br - Seu Portal de Turismo!