Escolha uma cidade
HOME   |   CADASTRE-SE NO PORTAL   |   ÁREA PARA PARCEIROS   



Conhece Pimenta?
seta piscando Deixe seu comentário!
Envie suas fotos!

Pimenta

INFORMAÇÕES | FOTOS |VíDEOS | HOSPEDAGEM | RESTAURANTES | AGÊNCIA DE TURISMO | IMOBILIÁRIAS | LOCADORA DE VEÍCULOS | GUIAS DE TURISMO | OUTROS




Roteiros do Brasil

Região Turística Caminhos do Interior

Circuito Turístico Grutas e Mar de Minas

 

hspace=0 HISTÓRIA DA CIDADE

No século 17, com o desenvolvimento do comércio, os tropeiros chegavam de todos os lugares e efetuavam, sempre nas pequenas cidades mineiras, as trocas comerciais. Em Pimenta a história não foi diferente. Sua localização, na região do Sul de Minas era privilegiada. Alguns desses homens iam se estabelecendo nas pequenas vilas e deram crescimento ao povoado. Nessa época, Pimenta era formada apenas por uma fazenda com área de camping. O terreno que abrangia o povoado era um planalto que se estendia até Serra do Piumhí, e até então, pertencia ao município de Itapecerica.
Por volta de 1790, já com as primeiras casas construídas, foi erguida a primeira capela, respeitando os moldes da religiosidade daquela época. Pouco mais de cinquenta anos depois, o tenente-coronel Antônio Gonçalves de Melo, manda construir outra capela, agora em louvor a Nossa Senhora do Rosário da Estiva, o que anos mais tarde deu origem a uns dos nomes da cidade. A principal fazenda do local, o rancho da Pimenta, foi comprada em seguida pela família dos Rufinos, que doaram o terreno da capela e mais 180 hectares para o povoado. Assim, o arraial se formou e recebeu e se elevou a categoria de cidade com o atual nome de Pimenta. Pouco mais de meio século depois, em 1901, o município foi incorporado a Formiga. É então, nessa época que surge o padre José Espindola de Bittencourt, um personagem marcante ao município e que trouxe enorme progresso aos habitantes do arraial, se tornando até mesmo político na região. Apesar de grandes esforços, fracassou duas vezes ao tentar elevar o arraial a categoria de cidade.
Já em 1911, Pimenta foi anexada a cidade de Piumhí, e em 1942 passou a integrar o recém formado município de Pains e em 27 de novembro de 1948 conseguiu se emancipar. Dois incêndios marcaram a história do município, sendo um na paróquia (1898) e o segundo no cartório de Paz e Notas. Assim com a maior parte dos registros perdidos no incidente, a história de Pimenta é contada hoje pela memória de quem ainda habita a cidade.

Significado do Nome

A principal característica era a presença de moitas de pimenta.

Aniversário da Cidade

07 de Outubro

Gentílico

pimentense

População

8.236 habitantes

hspace=0 CARACTERÍSTICAS

Pimenta, uma cidade que encanta à primeira vista!

Clima

Tropical

Temperatura Média

20º C

hspace=0 COMO CHEGAR

Para facilitar o seu acesso a essa localidade, relacionamos os trajetos entre Belo Horizonte e as capitais dos sete Estados que fazem limite com Minas Gerais. Além disso, disponibilizamos a duração da viagem. Caso você esteja em outro Estado e queira visitar esse destino, escolha a opção mais próxima de sua origem, assim você facilita a sua chegada. Escolha e clique no Estado de sua preferência para saber os dados sobre o trajeto.

Localização

Centro Oeste do Estado de Minas Gerais

Limites

Pains, Piumhi, Guape e Formiga

Acesso Rodoviário

MG-050

Distâncias:

Da Capital:

241 km

Outras:


hspace=0 TURISMO

Resumo:

Situada as margens da represa de Furnas, na região do Sul de Minas, a cidade de Pimenta caracteriza-se por suas belezas náuticas, sua tranqüilidade, aconchego e sua população acolhedora e sorridente, oferecendo aos seus visitantes opções agradáveis e prazerosas de lazer. Além de maravilhosas cachoeiras, Pimenta conta como recursos naturais ainda não explorados, como salões no interior de algumas grutas e cavernas como a de Olhos D’água, ou mesmo os arbustos presentes na entrada escura da Gruta Oculta.

Principais Pontos Turísticos

Atrativos Naturais

Uma das atividades que exploram os recursos hidrográficos de Pimenta é a pesca. No lago do Cordeiro, por exemplo, os poços de águas turvas e corredeiras dão lugar para as espécies piau, traíra e piapara. Outro ponto de pesca é o Ribeirão dos Patos. Já o lago de Furnas encanta por sua beleza de águas límpidas e extensão, possuindo um importante braço formado pelo cânion do Rio Grande e ainda uma repleta fauna de peixes, aves com a predominância das garças.

Cachoeira da Fazenda da cachoeira

Localizado na Fazenda da Cachoeira o atrativo é composto da magia das belas cachoeiras destacando-se por irradiar surpresas e ar misterioso, através dos paredões circundantes. A cachoeira possui quatro quedas: a primeira e a segunda são de aproximadamente quatro metros e cercada por um paredão de praticamente 12 metros de altura formando um ótimo poço para banho. A terceira queda possui três metros de altura originando-se outra piscina de cinco metros de diâmetro com o paredão de cortes horizontais. Percorrendo a corredeira por volta de 12 metros, chega-se a quarta queda que desemboca no lago de Furnas. A região é composta por mata galeria em cuja vegetação destaca-se o ipê, Cravero, Jatobá, Avenca, Samambaia e Bromélias.
Endereço: Fazenda da Cachoeira 
Como Chegar: Saindo da praça principal do distrito de Santo Hilário, seguir em direção a Ilicínia, antes da ponte, virar à direita seguindo a estrada da Fazenda da Cachoeira.
 
Cachoeira do Quilombo

A Cachoeira do Quilombo possui uma altura de 70 m com uma largura aproximada de 2 metros. Há vários saltos, destacando-se 02 deles com aproximadamente 30m cada. No princípio da queda, a qualidade da água é transparente com temperatura relativamente baixa. Existe uma vegetação silvestre entre as rochas e a água, de grande beleza, e também formação de piscinas naturais e duchas, tornando o local adequado para banho. A vegetação circundante é significativa, formada por palmeiras, ipês, cedros, flores campestres, avencas, etc. Não é divulgada turisticamente; porem, é conhecida pelos moradores locais.
Endereço: Fazenda Rafael Teixeira
Como Chegar: Saindo da praça José Espíndola, pegar av. JK, depois seguir a rua João Pedro Machado, virando à direita na av. João Leite, indo em direção a MG 170(não pavimentada) e seguir 1,5 Km no sentido de Iguapé, após a ponte sobre o lago, virar à direita e seguir 6 Km, passando por uma ponte de concreto, virar à esquerda e seguir durante 6 km até o atrativo.
 
Caverna Olhos-Dágua

Pela formação rochosa do paredão e de um sumidouro onde se encontra uma das entradas da caverna, concluiu-se que a caverna olhos D’água possui vários salões que não foram explorados por falta de equipamentos adequados. Tratando-se de uma conformação geológica composta de calcário, há a presença de espeleotemas como estalactites, estalagmites, cortinas, colunas, couve-flor entre outros. A vegetação circundante é formado por violetas, bálsamo e campos de pastagens.
Endereço: Fazenda Olhos-Dágua
Como Chegar: Saindo da praça José Espíndola, pegar a Av. JK 2 quarteirões, virar à direita, pegar rua Olimpo Fonseca até o trevo, seguir a estrada de terra da Vila Costina até a Fazenda Olhos Dágua.
 
Córrego do Cordeiro

O córrego do Cordeiro apresenta a formação de poços de águas turvas, corredeiras e locais para a prática da pesca. 0 atrativo possui uma extensão de seis quilômetros, largura média de três metros, e profundidade de 0,5 a 2 metros. Sua fauna é composta de peixes como: Piau, traíra e Piapara; e na fauna da região encontra-se juriti, inhambú, galo do mato, lobo guará, tamanduá bandeira e lontra. Parte da margem é aproveitada para a pecuária. O índice de poluição é praticamente inexistente. A vegetação circundante é formada basicamente de Ingá, Sandra-d’água e campos rasteiros.
Endereço: Fazenda Modesto de Oliveira Filho/João Rodrigo da Costa/Osmar Lourenço
Como Chegar: Saindo da praça Padre José Espíndola, pegar Av. JK por 3 quarteirões; virar à esquerda, na João Pedro Machado, 1 quarteirão; virar à direita na Jair Leite até o final, pegando a estrada Grama dos Cordeiros, percorrendo 3 Km; pegar estrada cascabule saindo no córrego. 
 
Córrego Grande

Possuindo uma extensão de aproximadamente 15 km, largura variando de 2 a 10 metros, profundidade de 0,5 a 3 metros e águas claras, o córrego grande é indicado para a pesca de espécies como piau, traíra e bagre. A vegetação circundante ao atrativo é composta basicamente de pastagens e campos rasteiros. No percurso do córrego grande pode-se encontrar uma fauna diversificada destacando-se as codornas, marrecos e juritis. Contudo, as margens do córrego grande são aproveitadas para agricultura e eventualmente, para a pesca.
Endereço: Fazenda Grotão
Como Chegar: Saindo da praça Padre José Espíndola, pegar av. J.K. três quarteirões virar a esquerda; na rua João Pedro Machado - um quarteirão virar à direita, na Jair Leite até o final pegando a MG 170,andar 1 km e meio até a estrada da vargem grande dirigindo-se à Fazenda Alfeu Alves. 
 
Estância de Furnas Náutico Clube

A Estância de Furnas é um balneário em regime de condomínio fechado. Está situada em área agradável com 749.139 m² de área total. A região é arborizada por coqueiros, flores e jardins residenciais. Ao fundo, vê-se a Serra de Pium-i formando bolas montanhas; entretanto, o principal atrativo do balneário e o lago de Furnas que forma uma prainha com 90 m de extensão de concretos submersos; a prainha é constituída por coqueiros típicos de litoral. O Lago é de beleza ilusionista, pois apresenta ao longe as belas montanhas que contrastam com os tons azulados e verdes das águas do lago. De vasta imensidão, é um convite para conhecer sua beleza natural que se reflete em suas águas mornas. um passeio de lancha possibilita visões exuberantes; como Canyon, cachoeiras, pontes. Esportes náuticos são praticados na lagoa. A estância possui casas de estilos diferentes: europeu, oriental, etc ...
Endereço: A 8 km da cidade, indo em direção à santo Hilário 
Como Chegar: Saindo da praça Padre José Espíndola praça da Matriz, pegar a av. Juscelino Kubitschek até o final da rua. Seguir a esquerda, pegar a primeira direita e seguir primeira esquerda cerca de 5 km até a placa da Estância de Furnas. 
 
Igreja Nossa Senhora do Rosário

A Igreja está situada na praça principal da cidade possui adro gramado com bancos ao redor. Na fachada, porta central em versa ogival, encimado por três janelas no mesmo estilo. Toda a fachada da Igreja é cortada por uma cimalha. Acima, um frontão com duas pinhas piramidais e uma cruz central. Nas extremidades, duas torres com três janelas cada e terminação do telhado em pirâmide, com pinhas. Nas laterais, uma porta em cada, seis janelas no 1º pavimento e onze no 2º, todas com vitrais coloridos. No seu interior, corpo único com nave principal, e nas laterais, pilastras em arcos com pinturas e quadros da Via-Crucis. Ao fundo, altar-mor lajeado e sacristia. Na entrada, acesso ao coro; e, à direita, túmulo com restos mortais do padre José Espíndola Bittencourt, 1º pároco da cidade. A antiga igreja foi demolida e a sua construção se deu em 8 de Janeiro de 1990 e foi até 15 de agosto de 1992.
Endereço: Praça Principal
Horário de Funcionamento: Todos os dias de 7:00 a 17:00 horas.
Como Chegar: Praça principal da cidade.
 
Igreja Santo Antônio

A Igreja está localizada numa rua típica da cidade com pouco movimento. Não possui adro. Apresenta fachada com porta central de vergas e sobrevergas ogivais em tijolinhos. Acima, um óculo arredondado e anelado com vitral em forma de flor. Nas extremidades, duas janelas com vergas e sobrevergas ogivais. Acima, um relógio do mesmo estile do óculo. Torre única central com telhado de formato piramidal encimado com uma cruz. Nas extremidades, ornamentos simples encimado por uma cimalha e, acima, uma platibanda. No interior da Igreja, nave única, altar-mor simples, teto de madeira sem nenhuma ornamentação. Possui coro, quadros da via sacra e sacristia ao fundo.
Endereço: Rua Olinto Fonseca
Como Chegar: Saindo da praça principal, seguir a rua Olinto Fonseca.
 
Praça José Espíndola

Bairro: Centro
Como Chegar: Igreja Matriz

hspace=0 EVENTOS

Calendário de Janeiro a Dezembro:

- Algumas festas religiosas também são tradicionais no município, como a de Nossa Senhora do Rosário e a de São Sebastião.

 Outubro 

07 - Padroeira Nossa Senhora do Rosário

hspace=0 INFORMAÇÕES ÚTEIS:

PREFEITURA MUNICIPAL DE PIMENTA

E-mail:

Telefones: (37) 3324-1057 / 1200

Sites:

SUB-PREFEITURA:

E-mail:

Telefone:

INFORMAÇÕES AO TURISTA:

Terminal Rodoviário de Pimenta-MG

Telefone: (37) 3324-1904

Rodoviária de Belo Horizonte-MG - Terminal Israel Pinheiro

Pça. Rio Branco, 100 - Centro
Telefone : (31) 3271-8933 / 3000

ENDEREÇO DO SITE OU PORTAL DA LOCALIDADE:

E-mail:

Telefone:

CARTÓRIOS: CIVIL, IMÓVEIS, TÍTULOS E DOCUMENTOS, OUTROS:

OFÍCIO DE REGISTRO CIVIL E TABELIONATO DE NOTAS:

E-mail: cartorio.pimenta@gmail.com

Telefones: (37) 3324-1561

Sites: http://portal.mj.gov.br/

CARTÓRIO ELEITORAL:

E-mail:

Telefone:

OUTRAS INFORMAÇÕES DE TELEFONES E E-MAILS:

HOSPITAIS:

CORPO DE BOMBEIROS: 193

DELEGACIA DE POLÍCIA:

OUTROS:

E-mails e telefones:

Sites: www.descubraminas.com.br

www.desvendar.com

PESSOAS ILUSTRES NASCIDAS NA LOCALIDADE:

 

OUTRAS INFORMAÇÕES ÚTEIS DA LOCALIDADE:


Conheça nossas opções de hotéis em Pimenta e pousadas em Pimenta para visitar Pimenta.

Promova a cidade de Pimenta no Férias. Envie-nos mais informações para alavancar sua cidade nesse novo contexto do turismo nacional!
Clique aqui.

 

 





 

HOME   |   CADASTRE-SE NO PORTAL   |   ÁREA PARA PARCEIROS   |   CONTATO

© Copyright 2014 - ferias.tur.br - Seu Portal de Turismo!