Escolha uma cidade
HOME   |   CADASTRE-SE NO PORTAL   |   ÁREA PARA PARCEIROS   



Conhece Cristiano Otoni?
seta piscando Deixe seu comentário!
Envie suas fotos!

Cristiano Otoni

INFORMAÇÕES | FOTOS |VíDEOS | HOSPEDAGEM | RESTAURANTES | AGÊNCIA DE TURISMO | IMOBILIÁRIAS | LOCADORA DE VEÍCULOS | GUIAS DE TURISMO | OUTROS




Roteiros do Brasil

Região Turística Coração das Gerais

Circuito Turístico Villas e Fazendas  de Minas

hspace=0 HISTÓRIA DA CIDADE

Segundo informações colhidas por Scyomara Ribeiro de Almeida, no Arquivo Público do Estado, e junto a familiares e moradores, a região começou a ser povoada aproximadamente há 300 anos, por volta de 1689, quando João José Dutra veio de Portugal, na época da Sesmaria, ganhando 1.000 alqueires de terra, formando a Fazenda Fecha Fecha, na estrada de Nossa Senhora da Glória (hoje fazenda da Pedra). Sua irmã, de nome ignorado, veio na mesma época e recebeu 1.000 alqueires, na região de Gagé, construindo a Fazenda Mau Cabelo (já extinta). Esta moça ficou grávida de um escravo da fazenda; com o auxílio das roupas da época, escondeu a gravidez, e quando a criança nasceu, colocou-a num cesto de um animal de carga, com o nome do recém-nascido: João José Dutra Sobrinho. Quando a mãe estava para morrer, mandou procurá-lo para deixar seus bens. O rapaz foi encontrado, casado, com três filhos, exercendo a profissão de sapateiro na cidade de João Ribeiro (hoje Entre Rios de Minas). Foi trazido para a fazenda da mãe logo depois de sua morte, e na Fazenda Fecha Fecha teve mais oito filhos. Desta descende grande parte das famílias de Cristiano Otoni.
A região foi desbravada pelos primeiros bandeirantes, dos quais ainda hoje podem se encontrar alguns vestígios nas ruínas do vilarejo do Distrito de São Caetano do Paraopeba, e nas construções antigas que margeiam a Estrada Real, que corta o município e também faz parte de sua história. O povoado cresceu na esteira da linha férrea da Central do Brasil. Recebeu o nome de Cristiano Otoni em homenagem ao engenheiro Christiano Benedicto Ottoni, que dirigiu os serviços de construção da ferrovia. O nome do engenheiro Cristiano Otoni foi colocado na Estação Ferroviária construída no local, e inaugurada em 1883. O Distrito de Cristiano Otoni, então pertencente a Conselheiro Lafaiete, foi criado em 1911. Em 30 de dezembro de 1962, foi publicada a emancipação do município, efetivada em 1º de março de 1963, assumindo a administração o Sr. Foad Abrahão Caram, como Intendente Municipal, até a posse dos eleitos para a primeira legislatura, que ocorreu no dia 1º de setembro de 1963. Daí em diante, o Município seguiu normalmente sua história, elegendo seus representantes de acordo com a legislação do país, até os dias de hoje.

Significado do Nome

 

Aniversário da Cidade

17 de Dezembro

Gentílico

cristianense

População

5.007 habitantes

hspace=0 CARACTERÍSTICAS

Uma cidade linda, tranquila, com belos locais para passear. Cidade tranquila e pacata, típica de interior. Venha conferir!

Clima


Temperatura Média

19,4° C

hspace=0 COMO CHEGAR

Localização

Metropolitana de Belo Horizonte

Limites

Queluzito, Casa Grande, Carandaí, Caranaíba, Santana dos Montes, Conselheiro Lafaiete

Acesso Rodoviário

BR 040

Distâncias:

Da Capital:

121 Km

Outras:


hspace=0 TURISMO

Resumo:

Nas artes culinárias, plásticas e artesanais vemos a cultura das suas raizes. O clima oferece as quatro estações bem definidas, o que atende o gosto de cada cidadão. No verão suas cachoeiras estão para servir de refresco. Na primavera o exalar de suas flores trazem um aroma suave e agradável. No outono, seus ventos ajudam a mudança da aparência da natureza, trazendo-nos uma reflexão da transição da vida e que tudo é passageiro, portanto devemos aproveitá-la porque a vida é curta.

Principais Pontos Turísticos

Estação Ferroviária

Prédio da antiga Estação Ferroviária da Estrada de Ferro Central do Brasil, desativada há vários anos, pelo motivo da transferência da ferrovia para outro local, sendo que o prédio atualmente pertencente ao Município e está tombado como Patrimônio Histórico e Cultural. Segundo informações dos moradores mais antigos, a Estação foi inaugurada no final do Século XIX, no ano de 1883, quando o Brasil ainda era governado pelo Imperador D. Pedro II. O nome dado à Estação foi uma homenagem ao Engenheiro Cristiano Benedicto Ottoni, que à época da construção da ferrovia aceitou o desafio de fazer a mesma subir a Serra da Mantiqueira e, após o término da construção recebeu esta homenagem com o nome da Estação. Na viagem inaugural da ferrovia, aqui esteve o Imperador D. Pedro II e toda sua Corte. Destacamos que foi a partir desta Estação que surgiu o povoado e depois o Município de Cristiano Otoni. O prédio está localizado à Praça José Abraão, esquina com Rua Manoel Domingos Baêta, no Centro da cidade.

E. F. Central do Brasil (1894-1972) 
CRISTIANO OTTONI
Município de Cristiano Otoni, MG
Linha do Centro - km 438,695 (1928)   MG-0424
Inauguração: 15.12.1883
Uso atual: fábrica de doces   sem trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d 
 
Histórico da Linha: Primeira linha a ser construída pela E. F. Dom Pedro II, que a partir de 1889 passou a se chamar E. F. Central do Brasil, era a espinha dorsal de todo o seu sistema. O primeiro trecho foi entregue em 1858, da estação Dom Pedro II até Belém (Japeri) e daí subiu a serra das Araras, alcançando Barra do Piraí em 1864. Daqui a linha seguiria para Minas Gerais, atingindo Juiz de Fora em 1875. A intenção era atingir o rio São Francisco e dali partir para Belém do Pará. Depois de passar a leste da futura Belo Horizonte, atingindo Pedro Leopoldo em 1895, os trilhos atingiram Pirapora, às margens do São Francisco, em 1910. A ponte ali constrruída foi pouco usada: a estação de Independência, aberta em 1922 do outro lado do rio, foi utilizada por pouco tempo. A própria linha do Centro acabou mudando de direção: entre 1914 e 1926, da estação de Corinto foi construído um ramal para Montes Claros que acabou se tornando o final da linha principal, fazendo com que o antigo trecho final se tornasse o ramal de Pirapora. Em 1948, a linha foi prolongada até Monte Azul, final da linha onde havia a ligação com a V. F. Leste Brasileiro que levava o trem até Salvador. Pela linha do Centro passavam os trens para São Paulo (até 1998) até Barra do Piraí, e para Belo Horizonte (até 1980) até Joaquim Murtinho, estações onde tomavam os respectivos ramais para essas cidades. Antes desta última, porém, havia mudança de bitola, de 1m60 para métrica, na estação de Conselheiro Lafayete. Na baixada fluminense andam até hoje os trens de subúrbio. Entre Japeri e Barra Mansa havia o Barrinha, até 1996, e finalmente, entre Montes Claros e Monte Azul esses trens sobreviveram até 1996, restos do antigo trem que ia para a Bahia. Em resumo, a linha inteira ainda existe... para trens cargueiros.
 
A Estação
: A estação de Cristiano Ottoni foi inaugurada em 1883. Tem o nome de Christiano Benedito Ottoni, organizador da E. F. Dom Pedro II. Está hoje (2005) em bom estado de conservação. A abertura de uma variante em 1942 deixou-a fora dos trilhos da Linha do Centro, embora a linha original tenha sido mantida até final dos anos 1960 possibilitando a passagem e parada dos trens de passageiros na estação até essa época. Em 1970, eles já não passavam mais pela estação. Os trilhos foram retirados. Cravado entre as montanhas da Serra da Mantiqueira, o município de Cristiano Otoni começou a ser povoado há cerca de 300 anos, quando chegaram ao terreno acidentado e de clima ameno os primeiros bandeirantes. Mas a cidade de 4,9 mil habitantes, a 118 quilômetros de Belo Horizonte, na região central do Estado, deve mesmo o seu desenvolvimento à Estrada de Ferro Central do Brasil. A linha de trem foi inaugurada no final do século XIX, graças ao pioneirismo do engenheiro Christiano Benedicto Ottoni, que teve que vencer desafios para levar o meio de transporte, sinônimo de progresso, ao local. Na época, a construção dos trilhos era desacreditada pelo Império, que não considerava possível fazer a locomotiva, que vinha do Rio de Janeiro, transpor a Mantiqueira e chegar ao povoado, a 890 metros de altitude. Mas o engenheiro apresentou alternativas construtivas ao imperador dom Pedro II, que deu aval para que o sonho fosse adiante.

Antigo Leito da Estrada de Ferro 

Descrição: Acesso pelo Bairro Novo Horizonte sentido Buarque de Macedo. Trilha utilizada para prática de motocroos, cavalgada, caminhada e ciclismo. Possui, na divisa de Cristiano Otoni com Conselheiro Lafaiete, um morro cortado, em cuja base há uma construção toda feita em pedra, chamada Garganta. Esta trilha corta todo o município, desde a divisa de Cristiano Otoni / Carandaí até a divisa Cristiano Otoni / Lafaiete.

Cachoeira da Pedra 

Descrição: Localizada na divisa com Santana dos Montes, é cercada por matas e pastagens. Freqüentada pela população para banhos.

Cachoeira da Usina 

Descrição: Localizada no leito do Rio Paraopeba, na localidade da Usina. Com bom volume de água, já foi utilizada para abastecer a usina hidrelétrica, hoje desativada.

Cachoeira do Balneário 

Descrição: A sua volta existe toda uma estrutura com restaurante, lanchonete e piscinas, sendo uma delas natural utilizando-se da queda dágua. Próximo encontra-se a capela N.S. da Conceição.

Cachoeira dos Olhos D`Água 

Descrição: Situada na localidade de Olhos D`Água, é pouco freqüentada. Cercada por matas e pastagens, possui pouco volume de água.

Cachoeira Paraíso 

Descrição: Pequena cachoeira localizada na Fazenda Paraíso. Próximo à cachoeira existe um bar de propriedade do dono da fazenda. Em seu entorno existe pequena mata ciliar.

Capela de N.S. da Guia 

Descrição: Localizada no centro do município , margeia a BR-040.

Capela Nossa Senhora da Conceição 

Descrição: Localizada na comunidade do Engenho Velho. O que impressiona é a simplicidade da capela, sendo a mesma utilizada para as manifestações que acontecem na localidade. Às margens da estrada real.

Cruzeiro 

Descrição: Localizado no morro do cruzeiro, foi erguido em 17/03/1943, em madeira. No ano de 1956 foi reconstruído em concreto. É iluminado em toda sua estrutura.

Caixa D’Água

Localizada à Praça José Abraão, pertence ao conjunto arquitetônico compreendido entre a mesma e a antiga Estação Ferroviária, e também está tombada pelo Patrimônio Histórico e Cultural. Foi importada da Inglaterra, na época da construção da Estação e da Estrada de Ferro Central do Brasil, no final do Século XIX, e existe apenas mais um exemplar  idêntico no Brasil, no Estado do Rio de Janeiro. Era usada como reservatório de água para uso das composições férreas (máquinas a vapor) e está em perfeitas condições de uso. A captação da água é feita diretamente do córrego que nasce ao lado do Morro do Cruzeiro, passando por uma outra caixa que foi construída algum tempo depois, e chegando à caixa d’água antiga, que fica cheia constantemente. O excesso de água é escoado através de tubulação e lançado no Rio Paraopeba, próximo à ponte da Rua Joaquim Ribeiro de Castro.

Pontilhão

Sobre o Rio Paraopeba, foi construído à época da instalação da Estrada de Ferro Central do Brasil, no final do Século XIX. Sobre ele passaram muitas composições ferroviárias, e hoje o mesmo é utilizado para o tráfego de veículos e pedestres, fazendo a ligação da Rua Jair Vieira de Rezende com a Avenida Padre Humberto.

hspace=0 EVENTOS

Calendário de Janeiro a Dezembro:

 

hspace=0 INFORMAÇÕES ÚTEIS:

PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTIANO OTONI

E-mail: camaracristiano@viareal.com.br

Telefones:  (31) 3724-1151

Sites: http://cristianootoni.cam.mg.gov.br/

SUB-PREFEITURA:

E-mail:

Telefone:

INFORMAÇÕES AO TURISTA:

Rodoviaria de Belo Horizonte-MG - Terminal Israel Pinheiro

Pça. Rio Branco, 100 - Centro
Telefone : (31) 3271-8933  

ENDEREÇO DO SITE OU PORTAL DA LOCALIDADE:

E-mail:

Telefone:

CARTÓRIOS: CIVIL, IMÓVEIS, TÍTULOS E DOCUMENTOS, OUTROS:

OFÍCIO DE REGISTRO CIVIL E TABELIONATO DE NOTAS:

E-mail: cartoriovpacheco@ig.com.br

Telefones: (31) 3724-1235

Sites: http://portal.mj.gov.br/

CARTÓRIO ELEITORAL:

E-mail:

Telefone:

OUTRAS INFORMAÇÕES DE TELEFONES E E-MAILS:

HOSPITAIS:

CORPO DE BOMBEIROS: 193

DELEGACIA DE POLÍCIA:

OUTROS:

Sites: http://pt.wikipedia.org/

PESSOAS ILUSTRES NASCIDAS NA LOCALIDADE:

 

OUTRAS INFORMAÇÕES ÚTEIS DA LOCALIDADE:


Conheça nossas opções de hotéis em Cristiano Otoni e pousadas em Cristiano Otoni para visitar Cristiano Otoni.

Promova a cidade de Cristiano Otoni no Férias. Envie-nos mais informações para alavancar sua cidade nesse novo contexto do turismo nacional!
Clique aqui.

 

 





 

HOME   |   CADASTRE-SE NO PORTAL   |   ÁREA PARA PARCEIROS   |   CONTATO

© Copyright 2014 - ferias.tur.br - Seu Portal de Turismo!