Rancharia

Rancharia-SP

Bem-vindo a Rancharia!

Aqui você vai encontrar inúmeras pousadas em Rancharia, opções de hospedagem em hotéis, campings e muito mais. Informações atualizadas e fotos enviadas por usuários do site estão disponíveis no menu lateral.

A cidade de Rancharia, localizada no estado de São Paulo (SP), foi fundada no ano de 1935. A localidade está em uma altitude de 519m em relação ao nível do mar, e possui uma população estimada em 28.928 habitantes. A área total de Rancharia é de 1.588,7km², e sua densidade demográfica é de 18,21hab/km² (habitantes por km²). O CEP da região de Rancharia-SP é 19600-000. Caso você possua informações atualizadas, utilize a área de comentário logo acima para nos enviar a atualização.

Informações de Rancharia

ROTEIROS DO BRASIL

Região Centro Oeste Paulista

hspace=0 HISTÓRIA DA CIDADE:

No início do ano de 1916, no local onde nasceu a cidade de Rancharia, a Estrada de Ferro Sorocabana, desbravadora dos Sertões do Estado de São Paulo, compreendida entre os rios Paranapanema e Peixe, foi construído um acampamento de rancho para a turma de trabalhadores que executavam as tarefas necessárias à construção da ferrovia.
Os feitores desse serviço distinguiram o acampamento pela designação de Rancharia, que difundida, tomou corpo, oficializando-se como o nome da localidade.
Logo, muitos sertanistas, entre eles José Silva de Oliveira, Francisco Isidoro, José Custódio Dias de Araújo, Antonio Figueiredo, Antonio Palácio e Julio Lucant, construíram as primeiras casas e dividiram a gleba de terra, marcando o início da povoação.
A inauguração da estação ferroviária, a 10 de setembro de 1916, é também considerada a data de fundação da povoação.
Em 30 de julho de 1929 a povoação foi elevada a Distrito Policial. Pelo decreto nº 6470, de 28 de maio de 1934 foi elevada a Distrito de Paz, pertencendo ao município de Quatá.
Em 5 de julho de 1935, pelo decreto nº 7357, o distrito foi elevado a município, constituído dos distritos de Rancharia e Iepê. A instalação se deu em 16 de agosto de 1936.
O decreto nº 14.334, de 30 de novembro de 1944, desmembrou o distrito de Iepê, e criou a Comarca de Rancharia. A instalação da Comarca se dá em 13 junho de 1945. Hoje, Rancharia possui dois distritos, Agissê e Gardênia.

Como surgiu

Rancharia no local onde está situada a antiga Estrada de Ferro Sorocabana. Ali foi erguido um acampamento de ranchos para os operários que estavam encarregados de abrir estradas (picadões), fazer cortes e aterros, aplainar o terreno, enfim, executar as tarefas necessárias à construção de uma ferrovia.
Cercado por matas bravias, tendo como única saída o rasgo da floresta, por onde, mais tarde, chegariam os trilhos, esse acampamento de ranchos vivia quase abandonado durante o dia.

Algazarras dos peões

Mas ao cair da noite era intenso o movimento, quando os trabalhadores voltavam do trabalho carregando suas ferramentas e fazendo algazarras, para se reunir torno da refeição ao final do dia e para descansar. Os feitores desse serviço distinguiam o acampamento dos demais, pela designação de Rancharia. Tal designação, tanto foi difundida que acabou sendo aceita, oficializando-se como nome da localidade.

Como ela era

Conforme documentos históricos, em 1931 Racharia se traduzia apenas em um distrito policial. Nas proximidades da estação havia um aglomerado de casas de madeira, em torno de 10 a 12, além de um hotel, que era de tijolos. O hotel era muito bem construído e era dirigido por um japonês chamado Zuricki.
Uma rua larga descia da estação até a vila. Esta rua, que hoje é a principal avenida, era apenas demarcada até nas proximidades da farmácia do senhor José Borges de Morais, mais conhecido por Borginho, onde atualmente localiza-se o prédio da Rádio Difusora. Reza a história que até esse ponto não havia casas, era uma espécie de estrada larga com mato em ambos os lados.
A partir deste ponto tinha início o povoado, que agrupava de 80 a 100 casas de madeira e algumas de alvenaria. A rua principal era a atual avenida Dom Pedro II e terminava um pouco além da capela. Existiam ainda mais duas ruas paralelas a ela e de cinco a seis transversais, que apesar de demarcadas continham poucas casas.
Ao contrário de hoje, a praça da capela emanava desolação e tristeza. A capelinha de madeira ficava no meio de um capinzal, com a frente voltada para a avenida. As ruas, sem pavimentação, eram de terra batida, lamacentas quando o tempo ficava chuvoso e poeirentas em tempo de seca. Também não havia água encanada e nem luz elétrica, muito menos rede de esgotos. Raríssimas residências se davam ao luxo de ostentar calçadas em suas frentes.

Duas farmácias, um cinema

Moradores da vila se dispunham apenas de um médico - o doutor Benedito Martins Barbosa - e de duas pequenas farmácias, além de um cinema, o Progresso, que pertencia ao senhor Luiz Bacco. A vila tinha ainda uma pequena banda musical, que era regida pelo mesmo Luiz Bacco.
O engenheiro Júlio Lucant foi quem fez a demarcação dos quarteirões da vila e da praça em gleba de terra de sua propriedade, o que lhe rendeu o título de fundador da cidade.

Atração para sertanistas e sitiantes

A exuberância das terras e a aglomeração de pessoas foram um ímã para sitiantes, sertanistas e pequenos comerciantes. Conseqüentemente surgiu o povoado.
Assim, a estrada de ferro foi inaugurada em 10 de setembro de 1916, a mesma data escolhida para fundação da cidade.
Por volta de 1933, alguns moradores se rebelaram contra o nome Rancharia, por considerá-la progressista. Com isso iniciaram um movimento com o objetivo de mudar o nome para Tabauna, mas idéia não encontrou eco e teve de ser abortada.
Os tempos vão passando e no dia 26 de agosto de 1935 é criada a paróquia da cidade. Um ano depois, no dia 15 de dezembro, é instalada a Coletora Estadual. A telefonia chega em 1939 e neste mesmo ano é construído o Aeroporto Gaspar Ricardo, que foi inaugurado em 23 de abril pela Revoada à Sorocabana. O progresso continua em 1940, com a criação pelo decreto federal 2288 de 7 de junho da Coletoria Federal. Também é oficializado o Tiro de Guerra do município e no dia 7 de setembro a primeira turma de reservistas presta juramento à bandeira.
Aos 14 de setembro o interventor federal do estado de São Paulo, Adhemar Pereira de Barros, visita Rancharia. Em 30 de novembro de 1944 é criada a Comarca de Rancharia, constituída pelos municípios de Rancharia e Iepê. Época em que a cidade ficava a 700 quilômetros de São Paulo, pelos trens da Ferrovia Paulista, cuja viagem durava 22 horas.
No ano de 1940 havia 3.353 habitantes em Rancharia, e 744 residências, conforme recenseamento. A primeira agência bancária se instalou no município em 1939, denominada de Casa Bancária Almeida, que depois se transformou no Banco Brasileiro de Descontos (Bradesco).
Em 1982 a população urbana ranchariense chega a 17.216 habitantes e 6.121 rural, totalizando 23.337. Um dos últimos censos realizados no município revelou uma população total de 28.766 habitantes, sendo 14.268 homens (49,60%) e 14.498 mulheres (50,40%). Já a população urbana, conforme este censo, chegou a 24.985 (86,86%) e a população rural a 3.781 (13,14%).

Significado do Nome:

Antigos moradores relatam que Rancharia começou a surgir por volta de 1915. Mas a origem do nome do lugar tem duas versões. Primeiro, que bem antes do surgimento da estrada de ferro, o local já era denominado de Rancharia. E o motivo era porque os tropeiros e boiadeiros costumavam passar por ali com suas tropas e boiadas, vindas de Mato Grosso. Eles, então, tinham o hábito de pernoitar nos ranchos construídos no meio da pastagem, dotada de abundante água. A segunda versão é de que o nome Rancharia procede devido o prolongamento da Estrada de Ferro Sorocabana até as barrancas do rio Paraná. Seja como for, o local ficou definitivamente conhecido por Rancharia.

Aniversário da Cidade:

13 de Junho 

Gentílico:

ranchariense

População:

29.732 habitantes - censo IBGE/2013

hspace=0 CARACTERÍSTICAS:

Rancharia, cidade sonho, cidade tranquilidade, berço de pessoas que vivem bem com o próximo e com a natureza.

Natureza exuberante, com seus pesqueiros, parques e balneário, que convida turistas à passar dias felizes.

Clima:

Tropical 

Temperatura Média:

24° C 

hspace=0 COMO CHEGAR:

SP-280 (Rodovia Presidente Castello Branco) / SP-225 (Rodovia Engenheiro João Baptista Cabral Rennó) / SP-327 (Rodovia Orlando Quagliato) / SP-270 (Rodovia Raposo Tavares) / SP-284 (Rodovias Manilio Gobbi, Prefeito José Gagliardi e Prefeito Homero Severo Lins)

Localização:

Mesorregião do Sudoeste Paulista

Limites:

Ao norte com Parapuã, ao sul com Iepê, a leste com João Ramalho e Bastos e a oeste com Martinópolis 

Distâncias:

-Brasília/DF-  Km

-Rio de Janeiro/RJ

-São Paulo/SP 

hspace=0 TURISMO:

Resumo:

Principais Pontos Turísticos:

-Ribeirão da Confusão

-Ribeirão Capivari

-Balneário Municipal 

  -Situado na rodovia SP 351 Km 50 + 855 m. O Balneário Municipal de Rancharia usufrui de uma área total de 229,7442 hectares ou 2.297.442,00 m², com uma reserva florestal dividida assim:Ilha - Camping: 6,2456 hectares ou 62.456,00 m² Residencial - Horto: 39,4801 hectares ou 394.801,00 m² Área inundada - Espelho dagua: 82,9045 hectares ou 829,045,00 m² Loteamento residencial: 350 lotes Obs: 90% construída Quiosques: 29 Os turistas encontram mais de 3000 metros de belas praias, o parque oferece aos praticantes de esportes náuticos varias opções, como a pratica do Jet-ski entre outros.O parque Balneário oferece também uma pista de motocross onde são realizadas as provas que fazem parte do calendário de eventos do parque balneário. 

hspace=0 EVENTOS:

Calendário de Janeiro a Dezembro:

-Junho

 Dia 13 - Festa de aniversário da cidade

hspace=0 Informações Úteis:

PREFEITURA MUNICIPAL DE RANCHARIA

E-mail: contato@rancharia.sp.gov.br

Telefones: (18) 3265-9200 

Sites: http://www.rancharia.sp.gov.br/

SUB-PREFEITURA:

E-mail:

Telefone:

INFORMAÇÕES AO TURISTAS:

EMPRESAS DE ÔNIBUS DA REGIÃO:

Transportes Andorinha S/A:

SAC: 0800 704 8780
deficientes Auditivos ou de Fala
Telefone: 0888 703 5203

Site: http://www.andorinha.com

ENDEREÇO DO SITE OU PORTAL DA LOCALIDADE:

E-mail:

Telefone:

CARTÓRIOS: CIVIL, IMÓVEIS, TÍTULOS E DOCUMENTOS, OUTROS:

OFICIAL DE REGISTRO DE IMÓVEIS, TIT. E DOC. E CIVIL DE PESS. JURÍDICAS:
 
Rua Felipe Camarão, 638 - Bairro: Centro    
Rancharia-SP - CEP: 19600-000

E-mail: criranch@rancharia.com.br
 
Telefone: (18) 3265-1270

Horários: De 2ª a 6ª feira, das 9h às 17h.
 
Área Abrangência: Municípios de Rancharia, Iepê e Nantes. 
 
Atribuições: Registro de Imóveis, Registro de Títulos e Documentos, Registro Civil de Pessoas Jurídicas 
  
OFÍCIO DO REGISTRO CIVIL DAS PESSOAS NATURAIS E INTERDIÇÕES E TUTELAS:

Rua Dona Rosa Miguel, 495 - Bairro: Centro    
Rancharia-S_ - CEP: 19600-000 

E-mail: ranharia@arpensp.org.br
 
Telefone: (18) 3265-4400 Fax: (18) 3265-4400
 
Obs:
Autenticações, Reconhecimento de Firmas e Procurações.

Horários: De 2ª a 6ª feira, das 8h às 11h e das 13h às 18h.
 
Atribuições:
Nascimentos, Casamentos, Óbitos, Interdições e Tutelas

CARTÓRIO ELEITORAL:

E-mail:

Telefone:

OUTRAS INFORMAÇÕES DE TELEFONES E E-MAILS:

HOSPITAIS:

CORPO DE BOMBEIROS: 193

DELEGACIA DE POLÍCIA:

OUTROS:

E-mails e telefones:

Créditos:

Sites de Fotos e Informações: 

-http://pt.wikipedia.org

-http://portal.mj.gov.br

-http://www.panoramio.com

-http://distanciacidades.com/

PESSOAS ILUSTRES NASCIDAS NA LOCALIDADE:

OUTRAS INFORMAÇÕES ÚTEIS DA LOCALIDADE:

0
hotéis, pousadas e serviços encontrados em Rancharia
Fundação:
1935
Altitude:
519m
População:
28.928 habitantes
Área:
1.588,7km²
Densidade Demográfica:
18,21hab/km²
CEP:
19600-000

Ranharia do meu sonho. rancharia é uma cidade que a dona tranqúilidade com ela vive a morar rancharia do meu sonho com teu berço risonho estou sempre a sonhar vovê não é o meu berço más eu não te esqueço aonde quer que eu vá este pedaço de chão cria e sustenta pessoas do meu coração e que eu vivo a amar confesso fiquei muito feliz quando na sua igreja matriz entrei para rezar com meus filhos e neto ali bem perto. Do menino jesus no altar. letra de tião macaco e tião de vó. Essa é a minha homenam a cidade de rancharia-sp contato f 11 37410784
Por: sebastão pereira da silva.

Nasci em Rancharia, moro em Loanda-Pr. gostaria de um contato
Por: jose antonio gonçalves de oliveira

sim,moradora.E uma cidade muito tranquila,limpa,com lugares pra curtir as férias muito bem ,não aparece na sua lista de endereços de hotéis,mas a cidade tem sim hospedagem ,e no balneario tem tbm . Ranchria tem pesqueiros, parques,o balneario que é lindissimo,bares e danceteria e claro a casa do artesão,e muito mas entre em contato com nós teremos maior prazer de ajuda-lo em fazer um roteiro de suas férias.
Por: angela basilio

morei aqui por algum tempo e simplismente foi o melhor lugar que eu conheci na vida.... foi aqui que passei os melhores momentos da vida....
Por: sheylla

cidade maravilhoza, nao existe lugar melhor para se viver, te amooo rancharia.
Por: julio cesar de carvvalho

sou filho de rancharia eamo essa mae . cidade acolhedoura, terra de gente boa, sou feliz por ter nascido nela.
Por: julio cezar de carvalho

moro em rancharia, uma cidade maravilhosa de gente hospitaleira,e ainda tem um balneário que vale a pena conhecer.
Por: valdemar vieira dos santos

Estive em Rancharia, gostei! é uma cidade limpa, ruas amplas e um povo simpático. Os jovens de lá ficam ociosos, por não ter industrias que os empregam.
Por: George

sou ranchariense nao esqueço meu lugar nunca te esquecerei,moro em Sorocaba mas amo Rancharia tchau
Por: Valmir Ferreira Lima

nasci em Rancharia 1972 fui morar em são paulo me casei ai precisamente na igreja Prebiteriana,desde 1978 estou morando em Piracicaba,tenho muita saudades de Rancharia,passei boa parte da minha vida nesta cidade, principalmente minha infância,assim que minha vida financeira me permitir irei visita-la,um beijos a todos creusa
Por: Creusa de Queiroz Marin

Eu nasci nessa cidade, quando bebe vim pra Limeira-SP, e aos 24 anos fui visitar essa cidade maravilhosa, cara de aconchego e tranquilidade.Amei minha cidade natal! Agora vou entrar de férias e com certeza meu destino será Rancharia; aí vou EU !!!
Por: Sonia Maria da Silva

toda a minha familia e desta cidade adoro muito esta cidade e um lugar muito abençoado por deus em jeiro de 2010 estarei passando ferias ai ate logo
Por: marcelo

é dificil encontrar palavras que decifrem as belezas de rancharia. vamos deixar por enquanto assim . . . fomos presenteados por deus prá morar num dos lugares mais bonitos que ele já criou . . . venha voce também conhecer . . . seja bem vindo.
Por: tóta do der

morei muitos anos em rancharia,passei toda infancia mudeipara monte mór aos 20anos,onde estou ate hj trabalhei no hospital fui atendente de enfermagem. pretendo logo visitar meus amigos e essa cidade maravilhosa .
Por: MARTA

Oi eu adorei rever novamente minha cidade por foto já fiquei feliz .eu moro em São paulo faz 2anos que estive ai estou com muita saudade da minha cidade natal .....
Por: Izabel dorna de oliveira

sou filha de ranchariense conhececo a cidade aprovadissima,adoro !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Por: sueli baqueta

eu vou sempre que posso no balneario curto muito e vou no dia quinze de novembro de novo
Por: margarete

Nasci em Martinopoli, atualmente estou morando na cidade de Ariquemes, desde 1977, gosto muito de Rancharia, era a cidade que fazia praça pra namorar. Qualquer dia vou visitá-la. Aguarde. SODRÉ
Por: adolfo pereira sodré

SOU DE GUAJARÁ-MIRIM-RO, ESTUDEI NO COLEGIO AGRICOLA DE 1974 A 1976. FORAM TRÊS BONS ANOS EM QUE VIVI. SOU GRATO À RANCHARIA. DEVO VOLTAR EM NOVEMBRO 2010, PARA COMEMORAR OS 50 ANOS. TENHO MUITA SAUDADE DESSA CIDADE EM QUE DEUS COLOCOU SEUS ANJOS. EU MORARIA NOVAMENTE NA CIDADE EM QUE FUI MUITO FELIZ. DEIXEI MUITOS AMIGOS NESSA CIDADE. IREI REVÊ-LOS E, BREVE... ATÉ NOVEMBRO.
Por: FRANCISCO DE OLIVEIRA PORDEUS

Moro ha 25 anos anos em Tangará da Serra-MT, mas não me esqueço da cidade em que nasci RANCHARIA, cidade tranquila e linda e se Deus quiser estarei ai no fim ano 2010, para comer aquele churrasco com os amigos e parentes Até lá.
Por: LINDOMAR GRETER

Ah, Rancharia, como sinto saudades de você. Foi aí, no colégio agrícola, entre 1.974 a 1.976, que conheci pessoas maravilhosas. Sou de Guajará-Mirim (RO). Moro em Acorizal(MT).Trabalho como técnico agropecuário desde 1.976. Estarei de volta aí, em novembro/10 para os 50 anos do colégio agrícola,se Deus quiser. Eu e minha família. Aguardem!
Por: LIDUINO JOÃO DE LIMA

Eu amo, Rancharia , sou Paranaence, mas fui criada em Rancharia, passei a minha adolecente,nesta cidade maravilhosa. Tenho muitas recordações da minha adolecencia, tenho parentes e amizades em Rancharia, estudei o2º grau.nesta cidade. Tenho boas recordações e saudade desta cidade maravilosa ,agora moro atualmente em Cacoal-RO. Mas si DEus me abençoar ,nas minhas férias estarei ai p/matar saudade desta cidade abençoada po DEUS.
Por: Cleusa Poniciano de Oliveira

eu ja morei em rancharia hoge moro em paraguaçu paulista mas nao deixo de passear em rancharia quase todo final de ano nos vamos acampar no balneario que e uma delicia de lazer e muito bom e de mais
Por: marcos antonio

adorei ver fotos de minha querida Rancharia,ja fazem muitos anos que nao ha visito,mais acompanho tudo pela internet. Parabens Rancharia mais linda do que nunca em breve irei visita-lo.resido em Sorocaba mas nunca eaqueci de rancharia.
Por: jose valdelicio

bom eu nasci em sao paulo mas os melhores anos da minha vida foi quando morei em rancharia cidade aconchegante...povo feliz!!
Por: poliara

Sou filho de Rancharia, hoje moro em Piripiri-PI, em breve estarei visitando novamente esta cidade maravilhosa, onde cresci e deixei muitos amigos, principalmente colegas de futebol, o meu apelido era "Pauleta".
Por: Paulo Sérgio Zanelato

rancharia,minha eterna lembrança da minha juventude, dos amigos que deixei do estadio da ranchariense onde fui campeao infantil com sua gloriosa camisa.em breve irei visita-la novamente.hoje resido em sorocaba mas nunca esqueci da minha querida rancharia.
Por: jose valdelicio

Nasci em Rancharia e ai vivi até 1974, atualmente moro em Brasilia sinto muitas saudades desta tera abençoada por Deus.saudades dos banhos e pescarias nas lagoas do matadouro do sargaço do saltinho das matines do cine santa maria. abraços a todos os rancharienses espalhados por este Pais afora
Por: Orestes Corrêa de Souza

APESAR DE MORAR EM SAO PAULO. AMO RANCHARIA! E SEMPRE QUE POSSO VENHO A ESTA CIDADE, QUE AMO DE PAIXAO!!!
Por: lucimara aparecida silva

Nascido nessa cidade maravilhosa, estou longe desde 1979, mas sempre retorno a cidade natal, e uma das mais belas recordações de lazer com o amigos é o Balneário, e, cada vez mais lindo.
Por: Sebastião Otavio Teixeira

morei por seis anos em rancharia, atualmente moro em sao carlos mas adoro Rancharia, sinto muita saudade dessa cidade maravilhosa, estive ai nesse fim de ano de 2010 pra matar a saudade. um grande abraço a todos dai !
Por: neide ruggini

Nasci lá, minhas férias sempre perto da minha familia. Cidade quente, com balneário maravilhoso para passar o final de semana, a tarde um simples passeio enfim... muito bom. O sorvete é diferente muito saboroso, a praça. Tem cachoeira próximo da cidade , bom para quem gosta de paz e sossego pode ir lá .
Por: Alessandra Rogeria da Silva

Como de costume, passei minhas férias de final de ano nesse lugar maravilhoso onde tenho familiares e amigos. Pena que já acabou. Até breve.
Por: Aécio Carvalho

ola,sou ranchariense,mas moro em santos a muitos anos,minha mãe e irmãos ainda moram ai em rancharia tenho muitas saudades da minha terra natal,do balnearioe das fazendas.quero mandar um abraço para o prefeito iéia,quando eu trabalhava na padaria central{meu apelido era pangóla}ele vai lembrar,ele me levava para caçar codorna na fazenda dele ,ele é uma pessoa muito legal.tchau um abraço a todos e até um dia.
Por: luiz antonio da silva{branco}

Envie seu comentário sobre Rancharia