Itajubá

Itajubá-MG

Bem-vindo a Itajubá!

Utilize o menu lateral para ter acesso as melhores pousadas de Itajubá, fotos, informações, os principais hotéis de Itajubá, além de outros serviços que vão desde a locação de veículos até guias turísticos. Tudo para você planejar a sua viagem!

A cidade de Itajubá, localizada no estado de Minas Gerais (MG), foi fundada no ano de 1848. A localidade está em uma altitude de 856m em relação ao nível do mar, e possui uma população estimada em 82.566 habitantes. A área total de Itajubá é de 291,2km², e sua densidade demográfica é de 283,54hab/km² (habitantes por km²). O CEP da região de Itajubá-MG é 37500-000. Caso você possua informações atualizadas, utilize a área de comentário logo acima para nos enviar a atualização.

Informações de Itajubá

Roteiros do Brasil

Região Turística Estâncias do Sul

Circuito Turístico Caminhos do Sul de Minas

 

hspace=0 HISTÓRIA DA CIDADE

Quanto à história da cidade, Feliciano Muniz Pinto Coelho Cunha alegava que seu avô, Antônio Caetano Pinto, foi o descobridor das minas do Itajubá. Por empreitada própria, abriu os caminhos, fez as descobertas e distribuiu as datas. O historiador Geraldino Campista cita provas de que as minas do Itajubá foram descobertas por Miguel Garcia, que já havia passado por várias localidades da região das minas. Mas o ouro ali era pouco, logo acabou e a maioria dos mineradores foi embora em busca de melhores paragens. Assim, o Arraial da Soledade do Itajubá teve um lento desenvolvimento durante o século XVIII. Na madrugada de 18 março de 1819, o padre Lourenço Costa Moreira, acompanhado de cerca de 80 famílias cantando entusiasticamente hinos religiosos, desceu rio abaixo para uma verdadeira aventura, a busca de novo lar. O Padre Lourenço, que dava assistência religiosa ao arraial de Soledade de Itajubá, depois de escutar as queixas de muitos paroquianos que se lamentavam do intenso frio e da íngrime topografia, analisou com atenção a situação e fez a proposta da mudança do arraial. Muitas discussões aconteceram, mas os mudancistas acabaram vencendo e partiram. Hoje, o antigo arraial de Soledade é a cidade de Delfim Moreira. Em 19 março, uma missa foi celebrada no novo local escolhido, bem junto ao cruzeiro que ali levantaram. Naquele lugar, foi erguida uma capela e, ao redor, as casas foram sendo construídas, dando origem, assim, a atual cidade de Itajubá, que teve como primeira denominação Boa Vista. A primitiva capela é, hoje, a Matriz de Nossa Senhora da Soledade. Em 14 de julho de 1832, por um decreto assinado pelo Padre Feijó, é criada a freguesia de Itajubá.  “Em fins deste ano, com incentivo do Padre Lourenço, os habitantes de Boa Vista tentaram a transferência para a nova freguesia da imagem de Nossa Senhora da Soledade, então entronizada no altar-mor da Matriz de Soledade. Das disputas travadas entre as duas povoações pela posse da imagem, deu-se o episódio conhecido como “Encontro”, quando ficou determinado que uma nova Nossa Senhora da Soledade, semelhante a que pertencia por direito ao velho templo de Soledade, seria encomendada para ornar o templo de Boa Vista do Itajubá.” (Secretaria de Cultura e Turismo de Itajubá). No dia 27 de setembro de 1848, o povoado foi elevado à Vila. Pela lei nº 1149, de 4 de outubro de 1862, a Vila de Boa Vista do Itajubá foi elevada à cidade. 

Significado do Nome

 

Aniversário da Cidade

19 de Março 

Gentílico

itajubense

População

91.158 habitantes

hspace=0 CARACTERÍSTICAS

Itajubá, uma das prósperas cidades do Sul de Minas, projeta-se como cidade pólo do Estado,  influenciando o desenvolvimento regional. Seu parque industrial produz tecidos, calçados, produtos alimentícios, telefones, relógios e, ainda, possui a única fábrica de helicópteros da América do Sul.

Clima

Tropical de Altitude

Temperatura Média

21,3º C 

hspace=0 COMO CHEGAR

Localização

Sul/Sudoeste de Minas

Limites

São José do Alegre, Maria da Fé, Wenceslau Braz, Piranguçu, Piranguinho e Delfim Moreira.

Acesso Rodoviário

 

BR-459 - BR-383 - MGC-383 - MG-350

A principal rodovia que corta o município é a BR-459, ligando Lorena a Poços de Caldas. É a ligação da rodovia Fernão Dias BR-381, que liga São Paulo a Belo Horizonte, com a Rodovia Presidente Dutra BR-116, que liga São Paulo ao Rio de Janeiro.

Além desta rodovia, a MGC-383 liga o município ao Circuito das Águas, passando por Maria da Fé e Cristina.

A BR-383 liga o município a Campos do Jordão em São Paulo, passando por Piranguçu.

Finalmente a rodovia MG-350 liga o município de Itajubá ao Vale do Paraíba em São Paulo e Rio de Janeiro, passando por Delfim Moreira.   

Distâncias:

Da Capital:

447 km

Outras:


hspace=0 TURISMO

Resumo:

 

Principais Pontos Turísticos

Matriz de Nossa Senhora da Soledade

Em estilo eclético, a Matriz de Itajubá foi construída em 1926. No frontispício, o óculo foi decorado com um vitral que traz a imagem de Nossa Senhora da Soledade. No interior, cenas da paixão de cristo foram pintadas pelo holandês Henk Asperslagh em 1957. Praça Padre Paulo Hartgers,  nº 18. 

Atrativos Naturais

A cidade se encontra numa região privilegiada, onde as cachoeiras se transformam num delicioso e constante convite ao lazer. Os esportes aquáticos e radicais estão ganhando expressão e um público cativo que não abre mão do revigorante contato com a natureza.

O Artesanato e a Culinária

Também são grandes tradições da cidade que possui três associações de artesanato que expõe seus trabalhos nos fins de semana nas principais praças da cidade. Crochês, tapetes em arraiolo e trabalhos em bambu são produzidos nas comunidades rurais, assim como, doces, biscoitos, balas, roscas, rapaduras, pamonhas, derivados de leite e de banana. Os dois produtos típicos de destaque da gastronomia itajubense são o pastel de milho e a musa, aguardente de banana, produzida unicamente em Itajubá.

Rio Sapucaí

É o grande rio de Itajubá. Divide a cidade bem ao meio. É relevante sua importância no progresso e na vida da cidade, sobretudo no passado, com o favorecimento da navegação. É o fertilizador do grande vale pelo qual serpeia, recolhendo as águas de vários tributários menores, tão ligados às tradições itajubenses, entre os quais o piscoso Lourenço Velho e o Ribeirão José Pereira, que iluminou a cidade no início do século, e que também atravessa a cidade.

Trilha do Parque Anhumas

Com 22 hectares, o Parque Estadual de Anhumas, criado em 1983 e inaugurado em 1987, é hoje uma importante unidade ecológica de conscientização sobre conservação do meio ambiente. A flora e a fauna são muito ricas, a vegetação é constituída de matas, capoeiras, pastos e pomar. Muitas espécies ali são encontradas, entre elas, o ipê amarelo, o jacarandá mimoso, o cordiz, as palmeiras, o guazuma, o jatobá, o pau-pereira, o guapuruvú, o pau-ferro, o angico e a quaresma. Nos troncos das árvores podemos observar a orelha de pau, os cogumelos-de-chapéu, e algumas espécies de líquens, Pau-Brasil e musgos.
Grande quantidade de aves habitam o Parque. Entre elas a rolinha fogo-apagou, o juriti, o pica-pauzinho, o bem-te-vi risadinha, o sabiá-amarelo, o tiê-preto e a maritaca.
Alguns roedores como o rato-do-mato e a lebre; cobras como a urutu, a jararacuçu e a falsa coral. Também alguns lagartos e pequenos animais, como o gambá, o tatu-bolinha e o ouriço, compõem a fauna do Parque.
O Parque Estadual de Anhumas oferece aos visitantes uma boa infra-estrutura de lazer e oportunidade de contato com a natureza.

hspace=0 EVENTOS

Calendário de Janeiro a Dezembro:

- As manifestações populares e religiosas como, Catira do Rio Manso, Folia de Reis do Ano Bom, Folia de Reis das Anhumas, Congada e Folia de Reis de São Benedito e Congada de N.S. do Rosário da Comunidade do Novo Horizonte são grupos em plena atividade e que Itajubá faz de tudo para resguardar.  

hspace=0 INFORMAÇÕES ÚTEIS:

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAJUBÁ

E-mail: semad@itajuba.mg.gov.br

Telefones: (35) 3692-1702 Fax: (35) 3692-1703 - 08000-35-1788

Sites: http://www.itajuba.mg.gov.br/

SUB-PREFEITURA:

E-mail:

Telefone:

INFORMAÇÕES AO TURISTA:

E-mail: turismo@itajuba.mg.gov.br

 

Rodoviária de Belo Horizonte-MG - Terminal Israel Pinheiro

Pça. Rio Branco, 100 - Centro
Telefone : (31) 3271-8933 

 

ENDEREÇO DO SITE OU PORTAL DA LOCALIDADE:

E-mail:

Telefone:

 

CARTÓRIOS: CIVIL, IMÓVEIS, TÍTULOS E DOCUMENTOS, OUTROS:

1º TABELIONATO DE NOTAS:

 

E-mail: cartorionotas@itacabo.com.br

Telefones: (35) 3622-1732

Sites: http://portal.mj.gov.br/data/Pages/MJF9BE4E96PTBRIE.htm

CARTÓRIO ELEITORAL:

E-mail:

Telefone:

OUTRAS INFORMAÇÕES DE TELEFONES E E-MAILS:

HOSPITAIS:

CORPO DE BOMBEIROS: 193

DELEGACIA DE POLÍCIA:

OUTROS:

E-mails e telefones:

 

Sites: www.descubraminas.com.br

http://pt.wikipedia.org/

 

PESSOAS ILUSTRES NASCIDAS NA LOCALIDADE:

 

OUTRAS INFORMAÇÕES ÚTEIS DA LOCALIDADE:

0
hotéis, pousadas e serviços encontrados em Itajubá
Fundação:
1848
Altitude:
856m
População:
82.566 habitantes
Área:
291,2km²
Densidade Demográfica:
283,54hab/km²
CEP:
37500-000

JA CONHEÇO ESTA CIDADE ADOREI TER CONHECIDO E MAIS UM PEDACINHO DESTE MUNDO QUE FICARA DENTRO DO MEU CORAÇÃO , VALEU.
Por: derci lazarini fernandes

Ola srs, um bom atrativo´para a cidade é tambem mancionar o clube de aeromodelismo existente na cidade logo atras do centro administrativo pois a cidade produz aeronaves de asas rotativas , helicopteros , para o mundo todo Alem de termos a felicidade de termos ganho em segundo lugar no sae aero design , referencia para o mundo todo com a unifei obrigado tambem sou aeromodelista desta cidade
Por: Haroldo Muniz

ITAJUBA onde nasci uma das cidades mais belas do sul de MG amo ITAJUBA
Por: ANA MARIA

Sou itajubense e hoje estou morando em Piracicaba.Mas não esqueço de Itajubá,e faço questão de apresentá-la aos meus amigos daqui.Itajubá é realmente maravilhosa...
Por: josiane de lourdes pinto

eu acho aquela cidade muito boa mesmo ela e muito tranquila
Por: jessica

Itajubá é linda,com pessoas acolhedoras e uma culinária maravilhosa.Que saudades!!!
Por: Josiane Vieira

OI !!! é uma cidade maravilhosa tive o prazer de namorar uma pessoa deste local,e são todos muito prstativos,educados, e muito inteligentes,vocês estão de parabénes. beijos
Por: Cleide NUnes Da Costa

BELA CIDADE MOREI POR AI NOS ANOS 70CALMA CALMA NAO SEI HOJE COMO ESTA
Por: CIDADE JOIA PRA SE MORAR

Itajubá e região, tem tudo de bom. A cidade, as pessoas são hospitaleiras e gentis. já morei ai sim, inclusive o meu filho mais velho, " Marcio ", nasceu ai, na Santa Casa, e morávamos na rua Silvestre Ferras, centro. Isto em 1982. Fui funcionario da COPASA, ai, na área Administrativa, só saindo devido a mudança para a cidade de Ubá. Hoje resido em Juiz de Fora. Mas com certeza temos saudades dai, e temos vontade de voltar pelo menos para rever os amigos que aí ainda estão.Se ainda estiver por aí, lembro, no momento, do Leo, da Sapataria Silva, que na época trabalhava da Helibras. Mas tambem tenho um primo que reside ai, chama-se Flavio Agricola, casado com a Suca, ( apelido ) que gosta muito de tocar guitarra, violão e sempre participasndo de conjunto. Desejo a todos os Itajubenses tudo de bom e felicidades. Um abraço. Paulo.
Por: Paulo Roberto Marcenes

TENHO GRANDE CURIOSIDADE EM CONHECER , PARECE UMA LINDA CIDADE ...SOL ,AGUA E MUITAS HISTORIAS PARA OUVIR...ABRAÇO
Por: CESAR MUNIZ PINTO

itajuba e uma cidade muito linda adoro morar aqui!!
Por: sthefany

sou filha de itajubenses conheço e amo essa cidade linda e suas histórias...
Por: ana claudia casau

FOI UM PRAZER ENCONTRAR ESTA PÁGINA. CONHEÇO E JÁ MOREI AÍ. NESTA CIDADE ME DEU O PRIMEIRO FILHO " MARCIO ", COM MUITO ORGULHO. TENHO AI VÁRIOS CONHECIDOS E AMIGOS, MAS DE MOMENTO ME LEMBRO SÓ DE ALGUNS, TAIS COMO: O "LEO" DA SAPATARIA SILVA, O FLAVIO AGRICOLA ( O MELHOR GUITARRISTA E MEU PRIMO ) O PESSOAL DA COPASA MG, O JORGE KALAS ( DA LOJA ) E ETC. TENHO SAUDADES DAI, ESPERO VISITAR ALGUM DIA, POIS É UM LUGAR EXCELENTE PARA SE MORAR. UM ABRAÇO A TODOS QUE AINDA LEMBRAM DE MIM, POIS AI ESTIVE QUANDO TRABALHEI NA COPASA MG. HOJE MORO EM JUIZ DE FORA MG. THAU. PAULO ROBERTO MARCENES. JUIZ DE FORA 04/05/2011
Por: PAULO ROBERTO MARCENES SILVA

cidade de itajuba parabem pela bela cidade itajuba limpa, povo muito umilde. obrigado
Por: benedito m. fonseca

Envie seu comentário sobre Itajubá